• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.16.2007.tde-18052010-153220
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Garrefa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Vargas, Heliana Comin (Presidente)
Haddad, Emilio
Monetti, Eliane
Nobre, Eduardo Alberto Cusce
Toneto Junior, Rudinei
Título em português
Shopping Centers: de centro de abastecimento a produto de consumo
Palavras-chave em português
Consumo
Mercado imobiliário
Shopping centers
Varejo
Resumo em português
Este trabalho demonstra que o padrão evolutivo dos shopping centers os conduziu a um enquadramento em três momentos: (i) como centro de abastecimento, quando surge como proposta voltada ao planejamento territorial; (ii) como produto imobiliário, quando agentes deste setor passam a edificá-los e a controlá-los e; (iii) como produto de consumo, quando tendo assumido a condição de mercadoria, tendeu a acompanhar as demandas oriundas dos novos modos de produção e consumo no final do século XX, que incluem o consumo de sensações, experiências e lugares e que tem como marcos a descartabilidade e a necessidade de inovação constante. Em seguida, nota-se que esta condição, de produto de consumo (descartável, mutante, de rápida obsolescência) associado ao caráter inercial das edificações, os torna empreendimentos altamente vulneráveis no contexto da sustentabilidade urbana (econômica e sócio-cultural). Pôde-se concluir assim, que a dinâmica presente nesta dupla condição exige um maior controle do desenvolvimento urbano no que se refere à implantação deste tipo de empreendimento imobiliário.
Título em inglês
Shopping centers: supply center for the consumer product
Palavras-chave em inglês
Consumption
Real state market
Retail
Shopping center
Resumo em inglês
This paper shows that the evolution of shopping centers standards lead them to a framing at three moments: (i) as a supplying center, when it appeared as a proposal concerning territorial planning; (II) as real estate product, when entrepreneurs from that sector start to build and control them ; (III) as consumption product, when assuming the merchandise condition, it tended to follow the emergent demands from new ways of production and consumption in the end of century XX, that include the consumption of sensations, experiences and places, that has as landmark the necessity of constant innovation. After that, this condition, of consumption product (dismissible, mutant, of fast obsolescence) associate to the inertial character of its buildings, transforms them into highly vulnerable enterprises in the context of the urban sustainability. Concluding, the dynamics concerning this double condition require a higher control of the urban development when refer to this kind of real estate enterprise.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.