• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.16.2012.tde-01022013-143130
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Maria Ribeiro Valentini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Rozestraten, Artur Simões (Presidente)
Camargo, Monica Junqueira de
Lima, Catharina Pinheiro Cordeiro dos Santos
Oliveira, Paulo de Salles
Vichietti, Sandra Maria Patricio
Título em português
Os sentidos da paisagem
Palavras-chave em português
Deficiência visual
Fenomenologia da percepção
Paisagem urbana
Percepção sensória
Preconceito
Resumo em português
Esta pesquisa investiga a percepção espacial que pessoas com deficiência visual têm da paisagem urbana. Compreende igualmente a sociabilidade das pessoas cegas com outros cidadãos, trazendo as questões do afeto, do conflito, do estranhamento, do estigma e do preconceito. Procura identificar os mecanismos subjetivos e emocionais de valoração do espaço que surgem durante os percursos, sem esquecer as condições físicas em que eles são feitos. Busca no reconhecimento de suas memórias os valores e a afeição pela paisagem. Entendendo que a paisagem é patrimônio coletivo e de partilha, pessoas cegas reclamam um tratamento igual de cidadãos e o acesso a ela, de maneira plena e independente. Pessoas com deficiência visual querem ser ouvidas e percebidas na cidade pelos seus talentos e capacidades, enquanto que a população insiste em reconhecê-las e rotulá-las apenas pelo que lhes falta.
Título em inglês
The senses of the landscape
Palavras-chave em inglês
Phenomenology of perception
Preconception
Sensorial perception
Urban landscape
Visual impairment
Resumo em inglês
This work researches the spatial perception that visual impaired persons have of the urban landscape. It also covers the social interactions of blind people with other citizens, discussing aspects of sympathy, conflicts, stigma, and prejudice. Furthermore, it seeks to identify the emotional - and subjective - mechanisms of evaluating the space that arise through the pathways, not disregarding its physical attributions. In addition it looks for the remembrance of values and affection towards the landscape. Based on the understanding that the urban landscape is a public and shared heritage, the visual impaired person claim equal treatment of citizens and independent access to it. People with visual impairment want to be heard and accepted for their talent and potential, while the population insists in recognizing and labeling them only for their disability.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.