• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Michelli Cristine Scapol Monteiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Marins, Paulo César Garcez (Presidente)
Chiarelli, Domingos Tadeu
Lanna, Ana Lucia Duarte
Mendonca, Paulo Knauss de
Soares, Gabriela Pellegrino
Título em português
São Paulo na disputa pelo passado : o Monumento à Independência, de Ettore Ximenes
Palavras-chave em português
Centenário da Independência
Escultura
Ettore Ximenes
História do imaginário
História urbana
Monumento
Resumo em português
Esta tese analisa o processo de estabelecimento do Monumento à Independência como "lugar de memória" da emancipação política brasileira. Criada no contexto das comemorações do Centenário da Independência, a obra tornou-se elemento central dos festejos paulistas e revelou-se como um projeto de afirmação da cidade de São Paulo como centro simbólico do país, num embate evidente com a cidade do Rio de Janeiro na criação de uma história oficial brasileira. A trajetória dessa obra foi reconstituída, desde as primeiras intenções de edificação de um monumento no Ipiranga, ocorridas no período imperial brasileiro, até a inauguração do que ali se fez, em 1923. Analisou-se processo de escolha da obra, selecionada por meio de um concurso público internacional, examinando os debates em torno do edital, os projetos concorrentes e as críticas publicadas na imprensa em relação aos diferentes projetos. Constatou-se a importância de se ter selecionado o projeto de Ettore Ximenes, um artista italiano de grande reconhecimento profissional, como uma estratégia de consagração nacional e internacional do novo monumento paulista. Foram evidenciados os paralelos e sinergias entre os temas dos conjuntos escultóricos e relevos do Monumento à Independência com a exposição do Museu Paulista criada por Affonso Taunay para a comemoração de 1922, convergência favorecida pelo fato de que o historiador atuara simultaneamente como membro da comissão julgadora do concurso e diretor da instituição museológica. Além da obra escultórica e da exposição histórica, o projeto de consagração da colina do Ipiranga previa também o estabelecimento de um eixo urbano monumental, pontuado por esculturas e áreas ajardinadas, que ligaria o conjunto histórico ao centro da cidade. As intenções celebrativas da elite dirigente paulista, no entanto, foram impactadas pela incompletude do monumento e das obras a ele relacionadas em 1922 e pela diminuta repercussão que a inauguração do Monumento à Independência obteve na imprensa nacional e internacional.
Título em inglês
São Paulo in the dispute for the past: the "Monument to Independence", by Ettore Ximenes
Palavras-chave em inglês
Centenary of the Brazilian Independence
Ettore Ximenes
Imaginary History
Monument
Sculpture
Urban History
Resumo em inglês
This thesis analyses the process of establishing the Monument to the Independence of Brazil as a "place of memory" representing Brazilian political emancipation. Created within the context of the centennial celebrations of the 1822 Independence, this sculpture was central to São Paulo's festivities, and proved to be a representation of the city's project to assert itself as the symbolic center of the country, in an overt dispute with the city of Rio de Janeiro for the creation of an official history of Brazil. The history of this piece was retraced back to the earliest intentions of erecting a monument in the Ipiranga district - during the Imperial period - up to its dedication in 1923. The selection process of this sculpture, which was carried out publicly, is herein analyzed, while also examining the debates engendered by its official announcement, its contending projects, and the criticisms published in the press regarding the various projects. The election of a design by Ettore Ximenes - a widely renowned Italian artist - is deemed as a strategy to confer distinction and fame, in national and international levels, to this new monument in São Paulo. The themes found in this set of sculptures and reliefs are shown to be correlated and synergized with the Museu Paulista exhibition - set up by historian Affonso Taunay - for the 1922 celebrations. This convergence of compositions was favored by the fact that Taunay acted simultaneously as member of the public selection's judging committee and as director of the aforementioned museum. In addition to the sculpture and to the historical exhibition, the project of aggrandizing and promoting the Ipiranga hill also included creating a monumental urban axis, filled with sculptures and gardens which would connect this historical site to the city center. However, the celebratory intentions of the paulista elite were marred by the delayed construction of the monument and other works connected to it - unfinished in 1922 -, and by the limited repercussion engendered by the inauguration of the Monument to the Independence of Brazil in local and international media.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.