• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.16.2018.tde-01062017-164550
Documento
Autor
Nome completo
Silvio Oksman
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Kuhl, Beatriz Mugayar (Presidente)
Galvão, Anna Beatriz Ayroza
Jorge, Luis Antonio
Rubino, Silvana Barbosa
Silva, Fernanda Fernandes da
Título em português
Contradições na preservação da arquitetura moderna
Palavras-chave em português
Arquitetura moderna
Patrimônio cultural
Preservação
Restauro
Resumo em português
O presente trabalho trata do reconhecimento e da preservação da arquitetura moderna como patrimônio cultural. Trabalha especificamente com a discussão sobre a interferência dos arquitetos modernos nas suas próprias obras. Analisa de que forma a sua atuação e de seus herdeiros por vezes beneficia, por outras prejudica a preservação dessa arquitetura. Pretende discutir como a recente valorização da produção moderna como patrimônio cultural sofre de interferências pela pequena distância temporal entre a sua produção e o seu reconhecimento. Essas interferências entram em conflito com as diretrizes contemporâneas de preservação que fundamentam este trabalho, principalmente a Carta de Veneza de 1964 que, por sua vez, foi estabelecida a partir dos princípios do restauro-crítico, que propõem um olhar mais abrangente para o patrimônio cultural, sem priorizar a abordagem do autor, que tende a ser pouco sensível aos valores culturais atribuídos à própria obra. A tese discute o contexto histórico em que a arquitetura moderna passa a ser abordada como patrimônio cultural: a segunda metade do século XX, com o questionamento dos paradigmas modernos, as novas posturas pós-modernas e as discussões sobre a preservação do patrimônio cultural. Por fim, a obra do Parque Ibirapuera - projeto de Oscar Niemeyer dos anos 1950, construído para a comemoração do IV Centenário da cidade de São Paulo - é discutida a partir de todos os processos dos órgãos de preservação (IPHAN, CONDEPHAAT e CONPRESP). É possível, a partir desses casos, verificar como o arquiteto, ao longo de toda a existência do parque, interferiu nas decisões de intervenção - mesmo após a sua morte.
Título em inglês
Contradictions in the preservation of modern architecture
Palavras-chave em inglês
Cultural heritage
Modern architecture
Preservation
Restoration
Resumo em inglês
This study examines the recognition and preservation of modern architecture as cultural heritage. More specifically, it presents a discussion on modern architects' interference in their own work. It considers how their work and that of their heirs facilitate or hinder preservation of modern architecture, and how recent heritage listings of modern architecture are affected due to the short time interval between their production and recognition. This interference contradicts the contemporary preservation guidelines underpinning this work, in particular the 1964 Venice Charter, which was based on critical restoration principles. These guidelines pose a more comprehensive view of cultural heritage without prioritizing an authorial approach that would ten to be little sensitive to the cultural values instilled in the work itself. The thesis discusses the historical context in which modern architecture came to be viewed as cultural heritage: the second half of the 20th century and its revisions of modern paradigms, new postmodern stances, and discussions on cultural heritage preservation. Finally, this study discusses Parque Ibirapuera - the park complex that Oscar Niemeyer designed in 1950 to commemorate the city of São Paulo's 4th centennial - in view of the listing procedures adopted by heritage agencies (IPHAN, CONDEPHAAT and CONPRESP). From these cases, one can draw evidence of how Niemeyer intervened in decisions concerning the park from its inception and continued to do so, even posthumously.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SilvioOksman.pdf (29.19 Mbytes)
Data de Publicação
2018-01-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.