• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2015.tde-30092015-144626
Documento
Autor
Nome completo
André Gal Mountian
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Diaz, Maria Dolores Montoya (Presidente)
Madalozzo, Regina Carla
Pereda, Paula Carvalho
Postali, Fernando Antonio Slaibe
Sarti, Flávia Mori
Título em português
Efeitos de aposentadoria em saúde e mobilidade ocupacional no Brasil
Palavras-chave em português
Aposentadoria
Econometria
Idoso
Saúde
Trabalho por conta própria
Resumo em português
A aposentadoria é uma instituição social que pode ter efeitos múltiplos e de longo prazo sobre o bem-estar individual. Essa tese investigou duas dimensões dessa questão, relacionadas à saúde e à inserção laboral de indivíduos mais velhos no Brasil. O objetivo desse trabalho é investigar os efeitos da aposentadoria sobre as condições de saúde e sobre a transição para o trabalho por conta própria no Brasil. A metodologia utilizada é econométrica e duas bases de dados foram utilizadas. A investigação da transição para o trabalho por conta própria utilizou a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), entre os anos de 2002 a 2007, com trabalhadores na faixa de 50 a 69 anos de idade. A metodologia empregada foi a de pseudo-painel, que permitiu o tratamento de uma possível endogeneidade da decisão de trabalhar, além de possibilitar o uso de técnicas de dados em painel. Os resultados encontrados mostram que a renda de aposentadoria tem impacto sobre essa transição, em especial, para os menores quartis. No entanto, estar aposentado (dummy) não é significativo para explicar a transição ocupacional de interesse. Outros controles mostraram-se importantes, mas com diferentes impactos para homens e mulheres. Já a investigação dos efeitos de aposentadoria em saúde utilizou a Saúde Bem-Estar e Envelhecimento (SABE), base longitudinal com idosos no município de São Paulo. Foram estimados modelos de efeitos fixos e efeitos fixos com variável instrumental para levar em conta a possível simultaneidade entre a decisão de parar de trabalhar e a condição de saúde da pessoa. Foram encontradas evidências de que a aposentadoria melhora indicadores de mobilidade, especialmente para os homens.
Título em inglês
The effects of retirement on health and labor mobility in Brazil
Palavras-chave em inglês
Econometrics
Elderly
Health
Retirement
Self-employment
Resumo em inglês
Retirement is a social institution that can have multiple and long-term effects on individual well-being. This thesis investigated two dimensions of this issue, related to health and labor insertion of older individuals in Brazil. The aim of this study is to investigate the effects of retirement on health and on the transition to self-employment in Brazil. The methodology used is econometric and two databases were used. The investigation of the transition to self-employment used the Monthly Employment Survey (PME), between the years 2002-2007, with workers aged 50 to 69 years old. The methodology used was the pseudo-panel, allowing the treatment of a possible endogeneity of the decision to work, in addition to allowing the use of panel data techniques. The results show that retirement income has an impact on this transition, particularly for the lower quartiles. However, be retired (dummy) is not significant in explaining the occupational transition of interest. Other controls were important, but with different impacts on men and women. Already investigating the health effects of retirement used the Health Welfare and Ageing (SABE), longitudinal base with elderly in São Paulo. Fixed effects and fixed effects with instrumental models were estimated to take into account the possible simultaneity between the decision to stop working and the person's health condition. Evidence was found that retirement improves mobility indicators, especially for men.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AndreGalCorrigida.pdf (980.46 Kbytes)
AndreGalOriginal.pdf (737.46 Kbytes)
Data de Publicação
2015-10-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.