• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Rocha de Mendonça
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Fischer, Rosa Maria (Presidente)
Comini, Graziella Maria
Jacobi, Pedro Roberto
Monzoni Neto, Mario Prestes
Zylbersztajn, Decio
Título em português
Desenvolvimento e sustentabilidade: um estudo de alianças estratégicas intersetoriais no empreendedorismo social
Palavras-chave em português
Aliança estratégicas (empresas)
Desenvolvimento sustentável
Empreendedorismo
Resumo em português
Este estudo analisou duas experiências de alianças estratégicas intersetoriais realizadas entre empresas e comunidades na Amazônia no início do século XXI, com o intuito de identificar contribuições para as práticas de desenvolvimento sustentável a serem propostas por organizações privadas e públicas. Concluiu-se que, à despeito das necessidades de adaptação encontradas nos casos estudados, o aprendizado obtido com as práticas de alianças que vêm sendo realizadas na Amazônia, podem contribuir para o desenvolvimento socioambiental desta região. Percebeu-se um potencial imenso de alcançar resultados econômicos, sociais e ambientais se as alianças intersetoriais forem estimuladas e se elas passarem a fazer parte de fóruns de discussão mais amplos, superando preconceitos quanto ao papel de cada ator social e partindo de regras do jogo mais claras. Para chegar a esta conclusão foi montado um quadro teórico composto pela análise da dinâmica dos laços sociais em comunidades com pessoas provenientes de diversas regiões, e de algumas das formas possíveis de organização e participação comunitária. Também foi verificado se tais aspectos facilitavam ou dificultavam a criação e o respeito a regras formais e informais de convivência e o uso sustentável de recursos naturais. Além do papel do ambiente institucional e dos custos de transação em uma visão crítica do desenvolvimento sustentável. A motivação para este estudo se tornou evidente a partir do agravamento das conseqüências dos problemas ambientais e da urgência de se apontar alternativas que envolvessem os diversos atores sociais para lidar com os complexos desafios inerentes a uma região que triplicou sua população desde a década de 1970, e que, apesar da inexistência de um modelo de desenvolvimento adequado às suas especificidades, ainda concentra uma parcela importante das riquezas naturais disponíveis no planeta. Tornando-se o foco da observação internacional e da busca de alternativas de geração de renda que se equilibrassem à manutenção da riqueza dos conhecimentos tradicionais sobre os recursos naturais. Passou-se a exigir das atividades econômicas empresariais uma convivência tranqüila com o extrativismo e a agricultura familiar, além do respeito às normas para que todos pudessem, efetivamente, contribuir para a redução da pressão sobre a floresta gerada pela extração de recursos superior à capacidade de reposição natural. A partir dos anos 1990, iniciou-se uma convergência de opiniões sobre a necessidade de integrar diversos agentes econômicos no esforço de promover o desenvolvimento, que devia ser entendido como o processo de transformação da sociedade não só em relação aos meios, mas também aos fins, produzindo benefícios comuns. Ampliando este conceito, o desenvolvimento sustentável passou a ser entendido como a utilização de recursos para atender às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras em atender as suas próprias necessidades. Dar o salto dos modelos tradicionais para uma proposição de desenvolvimento sustentável vem exigindo mudanças de estratégias públicas e privadas e de atitudes individuais e coletivas. Diante disso, optou-se pela modelagem de uma pesquisa do tipo exploratório-descritiva com abordagem qualitativa, empregando o método de estudo comparativo de casos, o que propiciou a inferência de variáveis a serem testadas em posteriores pesquisas hipotético-dedutivas: imagem, estratégia de negócios, transparência, confiança mútua, atração de talentos e regularização fundiária. Procurou-se controlar as limitações e os vieses inerentes a este tipo de pesquisa utilizando ferramentais metodológicos como a criação de protocolos de pesquisa e a triangulação de técnicas.
Título em inglês
Development and sustainability: a study about intersectoral strategic alliances aplied to social entrepreneurship
Palavras-chave em inglês
Entrepreneurship
Strategic alliances
Sustainable development
Resumo em inglês
This research analyzed two experiences of inter-sector strategic alliances between companies and communities in Amazonia in the starts of the 21th century, to identify contributions to public and private organizations to put into practice the concept of sustainable development. The main conclusion is despite problems found in the cases studied; that their learning can contribute to the social and environmental development of Amazonia. There are a huge potential to find economic, social and environmental results if society stimulate inter-sector alliances and if this kind of arrange become part of ample discussion forums, taking care with biases about role of each social actor and based in clear "rules of the game". To find this conclusion was designed a theoretical frame composed of an analysis of social relations in communities with people that came from other places besides conceptual references about organization and community participation, used to verify if its aspects can make easier or more difficult to create and to respect formal and social rules to preserve natural resources. To complete this analysis were studied concepts of institutional environment and costs of transaction based in a critical vision of sustainable development. The motivation to do this research starts with a preoccupation with the growing consequences of environmental problems and the urgency to connect several social actors to find alternatives to the inherent challenges of a region that has three times more people than in 1970. In spite of there aren't a development model created specially for the region, it still has a important part of natural wealth of the world. Amazonia becomes the focus of international observation and of the search for alternatives that put together income generation and traditional knowledge. Now, companies have to pay attention in communities' activities like agriculture in small areas and respect rules that could contribute to reduce pressure over the forest. Since 1990 started a convergence about need of join several economic agent to promote development or transforming society producing common benefits. Sustainable development was defined like the using resources to attend actual necessities without make difficult to future generations to attend their own necessities. This urgent necessity has asked mind changes in public and private strategies and in individual and collective attitudes. To analyze it complex scenery, was designed a exploratory-descriptive qualitative research, using comparative case studies method, that gave the inference of variables to be tested in the hypothetical-deductive researches: image, business strategy, transparency, mutual confidence, talent attraction and land use rules. It was tried to control inherent limitations and biases using methodological instruments like research protocols and triangulation of techniques.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Capa.pdf (13.41 Kbytes)
Resumo.pdf (19.61 Kbytes)
Data de Publicação
2008-02-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.