• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2006.tde-31012007-095745
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Eduardo Nogueira Couto Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Franca, Ana Cristina Limongi (Presidente)
Ferreira, Renato Guimaraes
Fischer, Andre Luiz
Título em português
A criação de conhecimento nas organizações: uma abordagem construtivista a partir da interpretação da média gerência
Palavras-chave em português
Estratégia organizacional
Gestão do conhecimento
Gestão por competências
Resumo em português
O presente estudo procurou tecer uma leitura construtivista do fenômeno da criação de conhecimento nas organizações considerando-se três pressupostos: primeiro, que a realidade apresenta-se ao indivíduo a partir de uma posição intersubjetiva; segundo, que o ato de conhecer implica em interações de ordem cognitiva e social; e terceiro, que a ação subjetiva e a legitimação normativa implicam a negociação de significados compartilhados entre o sujeito e a instituição. O objetivo foi, a partir dessa compreensão, explorar como as atividades, que envolviam a criação de conhecimento, podiam ser apreendidas como significativas, particularmente pelos profissionais em funções de média gerência. Além da criação de conhecimento, outras três variáveis foram consideradas: estratégia empresarial, competência individual e papel da média gerência. Desenvolveram-se categorias interpretativas para cada uma dessas variáveis a fim de classificar seus principais conceitos e facilitar o tratamento analítico. Decidiu-se pela média gerência dada a importância relativa que ela exercia no processo de criação de conhecimento, de acordo com a literatura. Como parte da pesquisa, realizou-se um estudo de campo que contou com a participação de cinco superintendentes regionais de um banco privado estrangeiro, no exercício dessa função de gerência intermediária. Decidiu-se por empreender uma pesquisa etnográfica, que exigiu a inserção do pesquisador no contexto de trabalho dos participantes. Realizaram-se três encontros com cada um dos cinco participantes para tratar de suas experiências passadas, projeções futuras e realidades presentes; além de momentos de observação. Apesar do tratamento essencialmente qualitativo, a pesquisa fez uso de mapas causais, que serviram como guias à interpretação. Com os dados obtidos, duas análises foram conduzidas: a primeira, tratou de uma narrativa analítica do que os participantes interpretavam ser atividades significativas de criação de conhecimento e que participavam no cotidiano do trabalho; e a segunda, procurou tecer um quadro teórico-explicativo - considerando as dimensões cognitiva e social envolvidas no ato de conhecer - que permitiu compreender melhor os elementos e as relações envolvidas na construção de significados compartilhados por aquele grupo de pessoas. Como resultado, identificou-se que nas atividades interpretadas como significativas havia reciprocidade entre as representações que os participantes tinham da realidade (dimensão cognitiva) e o papel institucional que exerciam (dimensão social).
Título em inglês
The knowledge creation in organisations: a constructivist approach founded on the interpretation of middle managers
Palavras-chave em inglês
Competency management
Knowledge management
Oorganisational strategy
Resumo em inglês
Abstract The current study aimed to look at the knowledge creation in organisations from a constructive perspective, based on three assumptions: first, that reality appears to individuals from an inter-subjective perspective; second, that the act of knowing demands cognitive and social interactions; third, that subjective action and normative legitimisation involve individual and organisation negotiation for shared meaning. The objective, from this comprehension, was to explore how the activities related to knowledge creation could be grasped as meaningful, particularly by the middle management. Besides knowledge creation, other three variables were taken into account: business strategy, individual competency and the role of middle managers. Interpretative categories were developed to each of these variables in order to categorise their main concepts and support analytical treatment. The middle management was taken into account due to its relative importance at process of knowledge creation, according to the literature. As part of the research, a fieldwork took place involving five regional superintendents holding middle management positions at a private and foreign commercial bank in Brazil. An ethnographical research was taken and it inserted the researcher at the context of work of those participants. Three meetings with each of the participants were taken in order to talk about past experiences, future projection and present realities; besides moments of routine observations. Regardless of the focus on qualitative methods, casual maps served as guides for interpretation. After obtaining the data, two analysis were taken: the first was an analytical narrative of what the participants interpreted as being meaningful knowledge creation activities; and the second, suggested a theoreticalexplicative framework - considering the cognitive and social dimensions involved in the act of knowing - that allowed a better comprehension of the elements and relations involved in shared meaning construction by that group of people. As a result, it was identified that at the activities interpreted as meaningful there was reciprocity between the representations that participants had about reality (cognitive dimension) and their institutional role (social dimension).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-02-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.