• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2006.tde-30012007-190423
Documento
Autor
Nome completo
Gustavo Barbieri Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Dirceu Tornavoi de (Presidente)
Mendonca, Paulo Sergio Miranda
Urdan, Flávio Torres
Título em português
Consórcios de exportação no Brasil: um estudo multi-casos
Palavras-chave em português
Consórcio de empresas
Exportação
Pequenas e médias empresas
Resumo em português
As empresas de pequeno e médio portes (PME´s) têm procurado estabelecer várias formas de cooperação atualmente, objetivando se manterem competitivas num mercado cada vez mais globalizado. As redes de empresas representam um tipo de cooperação bastante funcional para PME´s. As redes assumem várias formas, dentre elas: os consórcios de exportação, os arranjos produtivos locais ou clusters industriais, as cooperativas, os aglomerados, as organizações virtuais. O consórcio de exportação, que é a união de empresas de pequeno e médio porte do mesmo segmento produtivo e/ou complementares para juntas exportarem seus produtos, pode ser apontado como uma importante estratégia para a inserção daquelas empresas no mercado internacional. A sinergia obtida proporciona as seguintes vantagens para as empresas participantes: redução de custos gerais de exportação (em especial a promoção), minimização do risco de exportar individualmente, aumento de competitividade das empresas, efeito motivador sobre os participantes, maior segurança na penetração e diversificação de mercados, alavancagem das vendas externas, possibilidade de exportar com marca própria, maior poder político em negociações com entidades de apoio ao comércio exterior, entre outras. Para o desenvolvimento desta pesquisa, realizou-se o levantamento bibliográfico sobre Redes de Cooperação de Empresas, Estratégia de Entrada em Mercados Internacionais e Consórcios de Exportação. O objetivo geral desse trabalho é descrever o processo de inserção das pequenas e médias empresas no mercado internacional via consórcios de exportação, discutindo o papel dessa forma de organização em redes. Como objetivos específicos, têm-se: - Identificar as motivações das PME´s para a formação de consórcios (redes de cooperação de empresas); - Identificar características de estrutura e funcionamento de consórcios de exportação no Brasil; - Verificar o desempenho exportador de consórcios de exportação no Brasil. Utilizou-se o método de estudo de caso (YIN, 2001) para se analisar: o consórcio Brazilian Health Products (BHP), do setor Médico-Odontológico-Hospitalar, estabelecido em Ribeirão Preto ? S.P., o consórcio Components & Machinery by Brasil, do setor de Componentes para Calçados, estabelecido e em atividade em Franca ? SP e o Projeto Setorial Integrado (PSI), originado a partir de um consórcio, Wines from Brazil, do setor Vinícola, estabelecido em Bento Gonçalves - RS. Entrevistas em profundidade semi-estruturadas e análise documental foram conduzidas como parte do processo de elaboração dos estudos de caso. Entrevistas complementares foram conduzidas na APEX-Brasil, com o intuito de obter informações complementares sobre consórcios de exportação no Brasil. Como alguns dos resultados obtidos, têm-se: os consórcios constituem uma importante estratégia na inserção de pequenas e médias empresas no mercado internacional; o aporte financeiro concedido pela APEX-Brasil é fundamental para o funcionamento do consórcio; os consórcios estudados obtiveram um bom desempenho exportador durante suas atividades; o governo brasileiro (APEX-Brasil) tem direcionado sua estratégia de exportação dos consórcios para os Projetos Setoriais Integrados.
Título em inglês
Export Consortia in Brazil: a multi-case study
Palavras-chave em inglês
Export
Export Consortium
Interorganizational Networks
Small and Medium Sized Industries
Resumo em inglês
Nowadays, small industries have chosen to establish different ways to cooperate, intending to keep themselves competitive face to a globalized market. The inter-organizational networks represent a strategy of cooperation very efficient for industries. The networks can adopt different types: the export consortia, the industrial clusters, the cooperatives, the agglomerates, the virtual organizations. The export consortium, which is the union of small industries of the same industry and/ or complementary intending to export together their products, can be pointed out as an important strategy to insert those industries in the international market. The synergy obtained offers the following advantages for the participant industries: export costs reduction, minimization of the risk to export individually, increasing of industries competitiveness, motivating effect among participants, safety to penetrate and diversify markets, to boost international sales, possibility to export with its own brand, political power to deal with entities related to international business, among others. To develop this research, a bibliographic review was performed about Inter-organizational Networks, Modes of Foreign Entry and Export Consortia. The general goal of this research is to describe the insertion processes of small and medium industries (SMI) in the international market through export consortia, discussing the role of this kind of networks. The specific goals are: - To identify the SMI´s motivations to the consortia formation (inter-organizational networks); - To identify characteristics of structure and operationalization of export consortia in Brazil; - To verify the exporter performance of export consortia in Brasil.The case study method was used (YIN, 2001) to analyse: the consortium Brazilian Health Products (BHP) ? Medical-Odontological industry, established in Ribeirão Preto ? S.P., the consortium Components & Machinery by Brasil ? Components for Leather Shoes industry, established and operating in Franca ? S.P. and the Integrated Sectorial Project (ISP) which originated from a consortium, Wines from Brazil ? Wine industry, established in Bento Gonçalves - RS. Semi-structured interviews and documental analysis were conducted as part of the process to elaborate the study cases. Complementary interviews were conductcted at APEX-Brasil, aiming to get further information about export consortia in Brasil. As some results, we can mention: - the export consortia are an important strategy to insert small and medium industries in the international market; - the financial add offered by APEX-Brasil is fundamental to the consortia development; - the consortia studied have a very good export performance; - the Brazilian Government (APEX-Brasil) has been redirecting its export promotion strategy from export consortia to the ISP.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GBarbieri.pdf (1.55 Mbytes)
Data de Publicação
2007-03-16
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • LIMA, Gustavo Barbieri, e CARVALHO, D. T. Análise Empírica sobre a Internacionalização de Empresas do Pólo Médico-Hospitalar-Odontológico de Ribeirão Preto S.P. Revista de Negócios Internacionais (UNIMEP), 2014.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.