• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Karen Esteves Fernandes Pinto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Oliveira Júnior, Moacir de Miranda (Presidente)
Dias, Sylmara Lopes Francelino Gonçalves
Feldmann, Paulo Roberto
Fleury, Afonso Carlos Correa
Kruglianskas, Isak
Título em inglês
Corporate social responsibility in Brazilian multinationals
Palavras-chave em inglês
Brazilian multinationals
Corporate social responsibility
Sustainability-oriented innovation
Resumo em inglês
The purpose of this study is to analyze the relationship between Brazilian multinationals and Corporate Social Responsibility (CSR). The theoretical framework provides relevant information on CSR and on Sustainability-Oriented Innovation (SOI), which are the basis for the development of hypotheses. In order to collect data, an e-survey was conducted with Brazilian multinationals operating in different industries and segments; as result, we obtained 60 valid questionnaires. In order to analyze the data, a multivariate analysis was accomplished, which involved the procedures of canonical correlation and multiple linear regression. The descriptive analysis indicates that most Brazilian multinationals are headquartered in the Southeast region, especially in the State of São Paulo. The outcomes of the multivariate analysis provided empirical support for five hypothesis: there is a positive correlation between the constructs: i) guidelines for multinationals (defined by OECD and emphasized by several scholars) and the compliance with social and environmental regulation; ii) guidelines for multinationals and CSR as differentiation strategy; iii) compliance with social and environmental regulation and CSR as differentiation strategy; iv) SOI practices and guidelines for multinationals; and v) SOI practices and the compliance with social and environmental regulation. The results did not support the hypothesis that predicted a positive correlation between SOI practices and CSR as differentiation strategy.
Título em português
Responsabilidade social corporativa em multinacionais brasileiras
Palavras-chave em português
Inovação para sustentabilidade
Multinacionais brasileiras
Responsabilidade socioambiental corporativa
Resumo em português
O objetivo deste estudo é analisar a relação existente entre multinacionais brasileiras e Responsabilidade Socioambiental Corporativa (RSC). A fundamentação teórica proporciona informações relevantes sobre RSC e inovação para sustentabilidade, ambos os temas são a base para o desenvolvimento de hipóteses. Para a coleta de dados, uma survey eletrônica foi enviada para multinacionais brasileiras que atuam em diversos segmentos e indústrias; 60 questionários válidos foram obtidos. Para analisar os dados, o procedimento de análise multivariada foi aplicado, o qual envolveu os procedimentos de correlação canônica e regressão linear múltipla. A análise descritiva indica que a maior parte das multinacionais brasileiras está sediada na região sudeste, especialmente no Estado de São Paulo. Os resultados da análise multivariada foram suficientes para sustentar cinco hipóteses: existe, então, uma correlação positiva entre os constructos; i) diretrizes para multinacionais (definidas por órgão internacional - OECD - e enfatizadas por pesquisadores) e o cumprimento de regulamentações socioambientais; ii) diretrizes para multinacionais e RSC como estratégia de diferenciação; iii) o cumprimento de regulamentações socioambientais e RSC como estratégia diferenciação; iv) adoção de práticas de inovação para sustentabilidade e diretrizes para multinacionais; e v) práticas de inovação para sustentabilidade e o cumprimento de regulamentações socioambientais. Não houve suporte empírico para a hipótese que previa uma correlação positiva entre práticas de inovação para sustentabilidade e RSC como estratégia de diferenciação.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CorrigidaKaren.pdf (1.92 Mbytes)
Data de Publicação
2017-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.