• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2018.tde-16102018-155712
Documento
Autor
Nome completo
Hamilton Coimbra Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Mazzon, Jose Afonso (Presidente)
Araripe Neto, Ary Gadelha de Alencar
Moraes, Edmilson Alves de
Santos, Joaquim Rocha dos
Título em português
Gestão de problemas sociais complexos e desenvolvimento humano
Palavras-chave em português
Ciências da complexidade
Desenvolvimento humano
Dinâmica de sistemas
Marketing Social
Pobreza
Resumo em português
Problemas sociais complexos possuem causas profundas e relações intrincadas de causalidade. Eles surgem na intersecção das diversas esferas que fazem parte da vida moderna: física, biológica, cultural, política, social, econômica, tecnológica e ambiental. Além disso, desafiam as capacidades cognitivas limitadas dos seres humanos, pois atrasos, não-linearidades, resistência a políticas e complexas interações entre as diferentes partes de um sistema produzem consequências não previstas e padrões de comportamentos sistêmicos que são difíceis de antecipar. Por sua vez, incentivados pelo foco de curto prazo do sistema político, gestores públicos tendem a atuar sobre as partes mais visíveis dos problemas, que frequentemente não são suas causas, mas seus sintomas. As políticas que são geradas com frequência levam à piora dos problemas no longo prazo. O aprendizado em sistemas complexos, por outro lado, é prejudicado porque o feedback das políticas é tipicamente opaco e sujeito a distorções. Esta tese busca inspiração nas ciências da complexidade, no campo da dinâmica de sistemas, no marketing social e em campos do conhecimento relacionados para tratar da questão do desenvolvimento humano. Inicialmente são discutidas as características dos problemas sociais complexos, argumentando-se que disciplinas como o marketing social, baseadas em modelos mentais (mindware) individualistas, são inadequadas para lidar com esse tipo de problema. Defende-se a necessidade de um novo campo interdisciplinar (gestão de problemas sociais complexos), capaz de lidar com os desafios das sociedades modernas. Em particular, foca-se na replicação intergeracional do baixo desenvolvimento humano, discutindo-se os conceitos de pobreza, bem-estar e desenvolvimento humano, bem como as condições que favorecem o desenvolvimento de mecanismos psicobiológicos essenciais nos primeiros anos de vida. A discussão abrange os ecossistemas sociais que limitam as oportunidades para os pobres e reforçam estruturas viciadas que produzem stress tóxico e uma baixa atenção ao capital humano. Na tese, um diagrama de malhas causais identifica as malhas de feedback que explicam a persistência do fenômeno. Com base na discussão nos três primeiros capítulos, apresentam-se três modelos de dinâmicas de sistemas nos capítulos seguintes, cada qual abordando um aspecto do problema. O primeiro modelo, chamado de modelo Caped, enfatiza as capacidades essenciais de pais e crianças, bem como as demandas do ambiente social que exaurem os recursos psicológicos dos pais. O segundo modelo amplia o escopo do primeiro e foca na explicação dos mecanismos pelos quais sociedades dominadas pela caça à renda (rent-seeking) e por instituições extrativas (em particular, o Brasil) produzem ecossistemas sociais viciados. Identifica-se o que parece ser um mecanismo central, o controle de narrativas (mindware). O terceiro modelo trata de mudança social em geral e objetiva descrever os canais e condições pelos quais ela ocorre. O modelo complementa os capítulos anteriores ao identificar como uma profunda mudança social objetivando a promoção do desenvolvimento humano poderia ocorrer. A tese contribui com o estudo do desenvolvimento humano por meio do emprego de um método que é talhado para modelar problemas sociais complexos. Ao identificar malhas críticas de feedback e processos essenciais nos níveis micro e macro, apresentam-se modelos integrativos que complementam as pesquisas feitas sobre o tema. Sob uma perspectiva prática, os modelos podem auxiliar no desenho de melhores políticas públicas e no desenho de modelos mentais (mindware) adequados para a discussão do desenvolvimento humano.
Título em inglês
Management of complex social problems and human development
Palavras-chave em inglês
Complexity sciences
Human development
Poverty
Social marketing
System dynamics
Resumo em inglês
Complex social problems have multilevel roots and intricate webs of causation. They arise at the intersection of several of the spheres that comprise modern life: the physical, biological, cultural, political, social, economic, technological and environmental. They challenge the limited cognitive capacities of human beings, as delays, nonlinearities, policy resistance and complex interactions between the different parts of a system produce unforeseen consequences and patterns of systemic behaviors that are difficult to anticipate. Incentivized by the short-term focus of the political system, policy makers tend to act on the most visible parts of problems, which are often not causes but symptoms. They produce policies that often lead to worse conditions over time. Learning in complex systems, on the other hand, is hindered, because feedback from policies is typically opaque and amenable to distortion. This study draws on the complexity sciences, system dynamics, social marketing and related fields to address the issue of human development. We first explore the characteristics of complex social problems, showing that disciplines such as social marketing, based on individualistic mindware, are ill equipped to address them. The dissertation defends the need for a new interdisciplinary field (complex social problems management) capable of dealing with the challenging social problems of our times. In particular, we focus on the replication of low human development across generations, discussing the concepts of poverty, well-being and human development as well as the conditions that foster the development of essential psychobiological mechanisms in the first years of life. The discussion encompasses the social ecosystems that constrain opportunities for the poor and reinforce detrimental structures that produce toxic stress and low attention to human capital. A broad causal loop diagram summarizes the feedback loops that explain the persistence of this phenomenon. Based on the discussion in the first three chapters, we present three system dynamics models in the subsequent chapters, each one addressing an aspect of the problem. The first model, which we call the Caped model, focuses on parents' and children's essential capabilities and on the social environmental demands that deplete parents' psychological resources. The second model broadens the scope of the first and focuses on explaining why societies (in particular, Brazil) that are dominated by rent-seeking and extractive institutions produce detrimental social ecosystems. We uncover what seems to be a central mechanism, which is narrative (mindware) control. The third model deals with social change in general, and it aims to describe the channels and conditions by which that change occurs. It complements the analysis in the preceding chapters by identifying how a deep societal change toward the promotion of human development can occur. This dissertation contributes to the study of human development by employing a method that is suitable for modeling complex social problems. By identifying critical feedback loops and essential processes at the micro and macro levels, it provides integrative frameworks that complement research already conducted on the subject. From a practical perspective, the models can orient the design of better public policies and the design of adequate mindware for the discussion of human development.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
OriginalHamilton.pdf (8.19 Mbytes)
Data de Publicação
2018-10-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.