• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Matheus Graciani dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Borini, Felipe Mendes (Presidente)
Cunha, Júlio Araújo Carneiro da
Gomes, Giancarlo
Gomes, Leonardo Augusto de Vasconcelos
Título em português
O impacto da pressão institucional na inovação organizacional
Palavras-chave em português
Inovação organizacional
Instituições
Pressões institucionais
Resumo em português
A inovação organizacional, a implementação de novas práticas de gestão e organização do trabalho, é uma das principais fontes de vantagem competitiva para empresas. Pesquisas recentes destacam o papel do ambiente institucional e das pressões isomórficas para o comportamento das organizações, particularmente para a implementação de inovações. Compreender o que influencia a implementação desse tipo de inovação nas organizações passa, portanto, por compreender como as pressões institucionais impactam a inovação organizacional. A presente pesquisa tem por questionamento central como pressões institucionais miméticas, normativas e coercitivas influenciam a adoção de inovações organizacionais. A cooperação entre organizações foi utilizada para medir os diferentes tipos de pressão institucional. A pressão mimética foi medida através da cooperação com concorrentes; a pressão normativa através da cooperação com empresas de consultoria e com universidades. A pressão coercitiva através da cooperação com certificadoras. Para responder a esse questionamento de foi adotada uma abordagem quantitativa, baseada em dados empíricos secundários provenientes da Pesquisa de Inovação Tecnológica (Pintec) conduzida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esses dados são referentes a 38 setores da economia brasileira, captados em três pesquisas distintas realizadas em 2008, 2011 e 2014. A técnica estatística utilizada foi a análise de dados em painel, adequada para bases de dado com características tanto transversais quanto longitudinais. Os resultados obtidos demonstram que pressões institucionais normativas provenientes de empresas de consultoria e pressões institucionais coercitivas influenciam positivamente a adoção de inovações organizacionais. Pressões institucionais miméticas não foram constatadas. Pressões institucionais normativas provenientes de universidades, por sua vez, estão correlacionadas negativamente a adoção de inovações organizacionais. A presente pesquisa contribui com a literatura acadêmica sobre inovação organizacional ao demonstrar quais tipos de pressão institucional influenciam na adoção desse tipo de inovação. Contribui também para a literatura institucional, demonstrando a necessidade de se diferenciar entre tipos de pressão normativa.
Título em inglês
The impact of institutional pressures on organizational innovation
Palavras-chave em inglês
Institutional pressure
Institutions
Organizational innovation
Resumo em inglês
Organizational innovation, the adoption of new management practices and models of work, is one of the main sources of competitive advantages for firms. Recent research has underlined the role of the institutional environment and isomorphic pressures in the behavior of organizations, particularly for the adoption of innovation. In order to understand what factors may influence the adoption of organizational innovation it is necessary to understand how institutional pressures impact it. The central question guiding this research is: how do institutional pressures (mimetic, normative, coercive) influence the adoption of organizational innovation? The cooperation between organizations was used to measure the different types of institutional pressure. Mimetic pressure was measured through the cooperation between competitors. Normative pressure was measured through the cooperation with consultancy firms and universities. Coercive pressure was measured through the cooperation with certifying organizations. In order to answer this research question a quantitative approach was adopted, based on secondary data from the Brazilian Research on Technological Innovation (Pintec) conducted by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE). The data represents 38 sectors of the Brazilian economy, according to three researches conducted in 2008, 2011 and 2014. The statistical technique used was panel data analysis, which is recommended for datasets with both longitudinal and cross-sectional characteristics. The results show that normative institutional pressures from consultancy companies and institutional coercive pressures have a positive influence on the adoption of organizational innovation. Mimetic pressures were not significant, while normative pressures from universities are negatively correlated with organizational innovation. This research contributes to the academic literature on organizational innovation by demonstrating which types of organizational pressure influence its adoption. It also contributes to institutional theory by showing the necessity of differentiating the types of normative pressure according to its source.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
OriginalMatheus.pdf (1.97 Mbytes)
Data de Publicação
2017-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.