• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2006.tde-11062006-100024
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Harumi Koshima Beker
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Franca, Ana Cristina Limongi (Presidente)
Coda, Roberto
Tonelli, Maria Jose
Título em português
Clima organizacional no contexto de organização em processo de pré-fusão: um estudo de caso de uma indústria alimentícia
Palavras-chave em português
Clima organizacional
Consolidação e fusão das empresas
Estudo de caso
Resumo em português
O questionamento deste estudo refere-se à influência da incerteza oriunda de um contexto onde as organizações vivenciam processos de pré-fusão sobre os indivíduos que as compõem. Esta questão surgiu a partir de vivência da pesquisadora que, em seu último desafio profissional participou de um processo de alienação (saída do investidor) de um fundo de private equity no capital acionário de uma indústria alimentícia. Os objetivos do trabalho foram: descrever os problemas que ocorrem em um processo de pré-fusão e conhecer as percepções sobre o clima organizacional neste contexto. Buscou-se neste trabalho respostas para questões como se há elementos no contexto de pré-fusão que influenciem a satisfação de seus colaboradores, se alguma ação oriunda dos gestores podem melhorar a condição de trabalho dos mesmos nesta situação e ainda se Qualidade de Vida no Trabalho é um valor de gestão em períodos onde as organizações vivenciam processos de pré-fusão. Os dados foram levantados através de um conjunto formado pela observação participante da pesquisadora; do mapeamento do clima organizacional realizado através de um questionário elaborado em conjunto com a organização e aplicado, na matriz, a 625 respondentes, o que representou 41% de retorno e foi composto por 11 seções e 132 questões abertas e fechadas; além da validação dos resultados do questionário com duas áreas da empresa através de focus group e de uma entrevista com um profissional responsável por qualidade de vida no trabalho que vivenciou esse contexto em uma seguradora. Baseado nos resultados encontrados, o ponto a ser ressaltado foi justamente a existência de diferentes percepções sobre os mesmos fatos. Conforme constatado, a influência da esfera indivíduo justificou diferentes percepções sobre o clima organizacional. Para alguns colaboradores o clima estava adequado enquanto para outros não, ou seja, as disfunções nem sempre podem ser vistas pelo lado organizacional e sim do indivíduo. Enquanto para uns houve muito incômodo relacionado à incerteza da pré-fusão, para outros, o impacto foi menor ou mesmo nenhum, muitas vezes até por desconhecimento do fato. Para aqueles que se incomodaram, existiram inclusive queixas físicas como desânimo, incômodo e dores de cabeça, estômago e taquicardia. As informações da entrevista sobre a seguradora levaram ao questionamento sobre a presença constante dessas queixas nesses casos, visto que foram comuns. Um outro ponto a ser ressaltado foi a percepção do próprio questionamento sobre o clima organizacional como uma ação dos gestores visto que conseqüências decorrentes da análise dos resultados foram a investigação de pontos passíveis de melhoria como o relacionamento dos superiores com seus colaboradores e ações futuras que possam levar a uma maior performance do trabalho dos colaboradores. Já na seguradora, pouco foi feito, além da manutenção das ações já presentes. Em ambos os casos o que se constatou foi a falta de espaço para valores na gestão como Qualidade de Vida no Trabalho.
Título em inglês
The organizational climate in a pre-acquisition process: a case study in a food company
Palavras-chave em inglês
case study
climate organizational
Merges and acquisitions
Resumo em inglês
The questioning of this study refers to the influence of the uncertainty, generated by a context in which corporations experience a pre-acquisition process, on their individuals. This questioning emerged from the author’s latest professional experience in a food company where a private equity fund was in a process of selling its stake. The study objectives were: to describe the problems generated by a pre-acquisition process and in this context, to evaluate the organizational climate. This work tried to answer the following questions: are there elements in the pre-acquisition context that influence the individuals motivation and can an action taken by the company managers improve the individuals work condition under such a context and also if the Quality of Life at Work is a management value in periods were corporations face a pre-acquisition process. The data was collected by the author’s observation as a participant and by a questionnaire formulated by the company together with the author and applied at the company’s headquarters with 625 respondents, a 41% return rate. This questionnaire had 11 sections and 132 open and closed questions. Finally, the results were validated by a focus group in two areas of the company and also by interviewing a professional responsible for quality of lifework that experienced a similar process in an insurance company. Based on the results obtained, the focus point to be detached is the difference on the perception of the same facts among individuals. As evidenced, the influence of the individuals sphere explained different perceptions of the organizational environment. While for a group of individuals the organizational environment was fine, for others it was not, which means that the dysfunction can not always be seen by an organizational perspective. Sometimes it has to be seen by an individual perspective. While some were negatively affected by the uncertainty surrounding the period before the acquisition, others were less affected or not affected at all, several times due to the fact that the ongoing acquisition process was unknown by some. For those negatively affected, there were also physical complaints like discourage, headache, stomachache and heartache. The information obtained by the insurance company interview motivated a questioning of a constant presence of those complaints as they were recurrent. It is worth mentioning that the organizational environment questionnaire was perceived by the individuals as a management action as it prompted an study of possible changes to improve for example the relation between management and employees and the work performance of individuals. On the insurance company, not much was done but maintaining the ongoing actions. In both cases this work found out a management lack of room for values such as Quality of Live at Work.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
mestrado_Carolina.pdf (492.51 Kbytes)
Data de Publicação
2006-06-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.