• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2010.tde-08112010-181206
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Krueger Pela
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Marcovitch, Jacques (Presidente)
Barrichelo, Luiz Ernesto George
Wright, James Terence Coulter
Título em português
Florestamento e reflorestamento no Brasil: uma análise do Projeto Floram
Palavras-chave em português
Florestamento - Brasil
Projeto Floram
Reflorestamento - Brasil
Sustentabilidade
Resumo em português
A mudança do clima global é um dos mais significativos desafios da atualidade e gera uma busca contínua por mecanismos de redução das emissões de CO2 e seqüestro de carbono. O Projeto Floram, desenvolvido em 1990 no âmbito do Instituto de Estudos Avançados da USP, foi uma proposta brasileira pioneira de um projeto de florestamento com foco principal no seqüestro de carbono. Essa dissertação analisa o Projeto Floram vinte anos após sua concepção, diante de um cenário diferente, no qual o Brasil possui metas voluntárias de redução das emissões de CO2 vinculadas à uma Política Nacional de Mudanças Climáticas, definições importantes estão para ser tomadas em relação a alteração do Código Florestal. A presente análise avalia a evolução do Floram, nos últimos vinte anos, levando em conta os principais agentes reflorestadores, a validade das diretrizes estratégicas do Floram e as perspectivas para reflorestamento nos próximos dez anos. Foi inicialmente realizada uma pesquisa bibliográfica sobre a teoria da sustentabilidade, base teórica do Projeto, sobre a evolução do reflorestamento destacando os aspectos políticos, os principais agentes reflorestadores e os fatores motivadores de reflorestamento. Em seguida, realizou-se um levantamento de dados secundários a fim de quantificar a evolução do Floram em vinte anos. Finalmente, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com os autores do Projeto, participantes das discussões do Floram, representantes de empresas de base florestal e especialistas em reflorestamento. A evolução do reflorestamento nos últimos vinte anos, apesar de estar aquém do que o Floram estabelece, foi realizada pelo setor privado, principalmente pelos setores de papel e celulose e siderúrgico, e gerada pela necessidade de matéria prima. Houve unanimidade no reconhecimento da validade das estratégias estabelecidas pelo Floram no contexto atual como forma de assegurar uma economia de baixo carbono. Além disso, sua plena implementação viabilizaria o desenvolvimento econômico, ambiental e social, uma das premissas do Projeto As estratégias válidas são relacionadas ao desenvolvimento da indústria de base florestal, à coordenação do reflorestamento com florestamento de nativas e conservação de áreas, propiciando a conservação da biodiversidade. Como perspectiva para reflorestamento nos próximos dez anos, estima-se um aumento da demanda de madeira e vislumbra-se uma contínua expansão do setor de papel e celulose, e aplicações diferenciadas de madeira em virtude do desenvolvimento de outras indústrias como BTL Biomass to Liquid. A participação pública e privada é necessária para que se assegure o desenvolvimento sustentável nas ações de reflorestamento. O panorama obtido assemelha-se à essência do Floram, de se integrar na construção do desenvolvimento sustentável no Brasil às ações conjugadas de reflorestamento e florestamento.
Título em inglês
Forestation e Reforestation in Brazil: the analysis of Floram Project
Palavras-chave em inglês
Brazil
Floram Project
Forestation
Reforestation
Sustentability
Resumo em inglês
The changes occurring in the global climate are among the most significant challenges nowadays, one which generates a continual quest for mechanisms to mitigate their effects through reducing CO2 emissions and restricting the use of carbon. The Floram Project, developed in 1990 in the ambit of University of São Paulo USPs Advanced Studies Institute, was a pioneering proposal in Brazil for a forestation project focused primarily on the seizure of carbon. This dissertation analyses the Floram Project twenty years after its conception, towards a different scenario; one in which Brazil possesses voluntary objectives for reducing CO2 emissions tied to a National Policy for Climactic Changes and in which there are important decisions to be taken regarding alterations to the Forest Code. The present analysis evaluates Florams evolution over the last twenty years, the major reforestation agents, the validity of Florams strategic guidelines and reforestation prospects for the next ten years. A bibliographical research was initially conducted on the theory of sustainability, the theoretical basis for the Project, and on the evolution of reforestation in which political aspects, the main reforestation agents and the motivational factor behind reforestation are highlighted. Following this, a survey of secondary data was conducted to quantify Florams 20-year evolution. Finally, partially structured interviews were held with the authors of the Project, participants in Floram discussion panels, representatives of forestry-related companies and reforestation specialists. The evolution of reforestation over the last twenty years, although under that foreseen in Floram, has been in the hands of private enterprise, especially by the paper, cellulose and steelmaking sectors and was generated primarily due to the demand for raw material. The strategies established by Floram have been unanimously recognized as valid under the present scenario, as a means of assuring a low-carbon economy. Besides the entire implementation would allow economic, environmental and social development to be achieved, one of Florams assumptions. The valid strategies are related to the development of the forestry-based industry and to the coordination of reforestation with the planting of native specimens and conservation of protected areas, which will conserve biodiversity. Regarding perspectives for reforestation in the next ten years, an increase in the demand for lumber is forecasted along with the continued expansion of the paper and cellulose sector and differentiated applications for lumber due to the development of other industries such as BTL Biomass to Liquid. The participation of public authorities and private parties is necessary to assure the development of sustainable reforestation actions. The panorama that one obtains is similar to Florams essence, which is to integrate reforestation and forestation actions to the building of sustainable development in Brazil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SilviaKruegerPela.pdf (1,011.04 Kbytes)
Data de Publicação
2010-11-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.