• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2012.tde-07112012-201941
Documento
Autor
Nome completo
Helena Talita Dante Cordeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Albuquerque, Lindolfo Galvao de (Presidente)
Dutra, Joel Souza
Lacombe, Beatriz Maria Braga
Título em português
Perfis de carreira da geração Y
Palavras-chave em português
Administração de carreiras
Gerações
Jovens
Resumo em português
A questão geracional se apresenta como tema emergente em gestão de pessoas no Brasil e no exterior. Mudanças demográficas relacionadas ao envelhecimento da população e redução da taxa de natalidade sustentam o interesse pelo assunto. A nova geração, ou Geração Y, que ingressa no mercado de trabalho atualmente, observa uma realidade diferente das gerações anteriores. Com o advento da globalização, das novas tecnologias e do aumento da competitividade, o contrato psicológico de trabalho migrou de um modelo de emprego vitalício para um modelo de independência e autonomia, onde o ator de carreira é responsável pela gestão de sua carreira e pelo seu desenvolvimento. Essas mudanças trouxeram a necessidade do reposicionamento do conceito de carreira e do desenvolvimento de teorias que considerassem aspectos relacionados à mobilidade, busca de um sentido para o trabalho e do sucesso psicológico, tais como, a carreira sem fronteiras e a carreira proteana. Considerando a premência e a necessidade de estudos nacionais empíricos, tanto sobre carreiras, quanto sobre gerações, a presente dissertação teve como objetivo a identificação do perfil de carreira dos indivíduos da geração Y. O perfil de carreira agrupa os indivíduos de acordo com a presença de atitudes de carreira proteana, representada pelas dimensões: autodirecionamento e orientação pelos valores; e de atitudes de carreira sem fronteiras, representada pelas dimensões: mobilidade psicológica e mobilidade física. O estudo é descritivo, quantitativo e a coleta de dados foi realizada através de uma survey eletrônica que teve como base escalas validadas nos Estados Unidos e no Brasil. A amostra é não probabilística e intencional e foi formada por 2.376 jovens. Foram utilizadas a análise fatorial exploratória e a análise fatorial confirmatória, para validação das escalas de atitudes de carreira; a análise de agrupamentos, para a identificação dos perfis de carreira da amostra; e o qui-quadrado, para a análise da relação entre as atitudes de carreira e variáveis demográficas e da relação entre os perfis e as variáveis demográficas. Os resultados das análises fatoriais e do alfa de Cronbach afirmam a validade e a confiabilidade do instrumento utilizado. Foram identificados oito perfis de carreira sendo que cinco deles já haviam sido descritos teoricamente. Os três novos perfis foram descritos e nomeados. O perfil predominante na amostra foi o "Arquiteto da Carreira Proteana" que possui alta presença das atitudes de carreira investigadas. O grupo com menor representação foi o "Perdido" que possui baixa presença das atitudes de carreira. Esses resultados confirmam as teorias de geração e de carreira que descrevem que o fato dos indivíduos mais jovens se socializarem no ambiente de trabalho moderno os leva a adequar seu perfil de carreira a essa realidade. Conclui-se que as novas carreiras são uma realidade para os jovens brasileiros. No entanto, existe uma menor proporção de pessoas com baixas atitudes de carreira em diversas dimensões, indicando que esse é um movimento e ainda não pode ser considerado como fato para todos os indivíduos pesquisados. Identificando-se a necessidade de aprofundamento e o vasto espaço de pesquisa aqui demonstrado, espera-se que esse estudo sirva como convite aos pesquisadores para desenvolverem novos estudos empíricos sobre gerações e carreiras e seus impactos sobre a gestão de pessoas nas organizações brasileiras.
Título em inglês
Career Profiles of the Generation Y
Palavras-chave em inglês
Career
Generation Y
Youth
Resumo em inglês
Generation is presented as an emergent theme in people management in Brazil and other countries. Demographic changes related to the aging population and to the reduction of the birth rate sustain the interest by the subject. The new generation, or Generation Y, that is now getting into the workplace notes a different reality compared to the past generations. Globalization, new technologies and the competitiveness increase caused changes in the psychological work contract, which left a model of life time job, for a model of independence and autonomy, where the career actor is responsible for one's career management and for one's development. These changes brought up the need of a review of career concept and the developing theories that considered aspects related to mobility, the search for the meaning of work and the search for psychological success, such as, the boundaryless career and the protean career. Considering the novelty of both themes and the need for empirical national studies, this dissertation had the objective of identifying the career profile of Generation Y members. The career profile groups the subjects according to the presence of protean career attitudes, represented by two dimensions: self-directed career management and valuesdriven; and the presence of boundaryless career attitudes, represented also by two dimensions: psychological mobility and physical mobility. The research is descriptive, quantitative and the data collection was made through an electronic survey that was based on scales validated in the U.S.A. and Brazil. The sample is non-probabilistic and intentional and was composed by 2.376 young respondents. Exploratory factor analysis and confirmatory factor analysis techniques were used to validate the career attitudes scale, cluster analysis was processed to identify the career profiles and the chi-square was used to analyze the relation between career attitudes and demographic variables and career profile and demographic variables. The results of the factor analysis and the Cronbach's alpha affirm the validity and reliability of the instrument. Eight career profiles were identified and five of them were described in a previous theoretical study. The three new profiles were described and named. The predominant profile in the sample was the "Protean Career Architect" that has high presence of the career attitudes investigated. The profile with smaller representation in the sample was the "Lost" that has low presence of the modern career attitudes. These results confirm the generation and career theories that describe that the young people socializing in the modern work environment adapt their career profile to this reality. The conclusion was that the new careers are a reality for the young Brazilians. Nevertheless, there is a small portion of people with low career attitudes in several dimensions, indicating that it is a movement and cannot be considered as a fact for all the people that participated in the study. This dissertation is an invitation for researchers to develop new empirical studies about generations and careers and its impact on people management in Brazilian organizations. The space and need of new researches is clearly present.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-11-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.