• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2014.tde-07012015-180714
Documento
Autor
Nome completo
Jaciara Martins Fontes Cruz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Martinho Isnard Ribeiro de (Presidente)
Comini, Graziella Maria
Ramos, Heidy Rodriguez
Título em português
Tensões entre objetivos sociais e financeiros em negócios sociais e suas relações com o ambiente organizacional
Palavras-chave em português
Ambiente organizacional
Empreendedorismo social
Negócios sociais
Tensões entre objetivos sociais e financeiros
Resumo em português
O modelo econômico capitalista trouxe importantes conquistas e aumento da riqueza global no último século. Porém, a distribuição desta riqueza não acompanhou seu crescimento, gerando desigualdades profundas entre países e entre camadas das suas populações. Este cenário leva a um repensar da forma tradicional de se fazer negócios em diversas partes do mundo, com a visão de que é possível utilizar as ferramentas de mercado para reduzir problemas sociais, configurando os "negócios sociais". Estes, fundem em sua missão motivações financeiras e sociais concomitantes. Porém, esta ambiguidade de objetivos frequentemente gera tensões na gestão do negócio, seja por diferenças culturais, trade offs, diferentes horizontes temporais, ou outras situações em que há divergência entre a dimensão social e financeira da organização. Muitas vezes, a solução não está dentro da empresa, mas sim no seu ambiente organizacional. Em diversas destas situações, as variáveis do ambiente são participantes da tensão, fatores facilitadores, ou fatores dificultadores para o gerenciamento da tensão. Sendo assim, este trabalho tem como objetivo analisar como as tensões entre objetivos sociais e financeiros nos negócios sociais se relacionam com as variáveis do ambiente organizacional. O entendimento destas relações pode auxiliar os gestores a priorizar variáveis a serem monitoradas, identificar previamente possíveis tensões, ou considerar mais informações para tomar decisões em que há divergências entre a dimensão social e financeira da organização. Para atingir este objetivo, foi realizada uma pesquisa qualitativa descritiva, através de entrevistas seguindo roteiro semi-estruturado, a 10 gestores de negócios sociais, levantando suas experiências e percepções acerca destas tensões e do ambiente. Foi possível identificar que todas as organizações já vivenciaram estas situações de tensão, porém muitas vezes a tensão representou uma etapa de amadurecimento ou re-alinhamento de objetivos entre os membros da organização. Identificou-se também que as tensões mais frequentes nas organizações estão relacionadas à necessidade de tomar medidas de curto prazo, para sobrevivência financeira, que divergem dos objetivos de longo prazo, de maximizar o impacto social. Muitas das organizações já definiram diretrizes ou critérios de priorização para curto prazo e longo prazo que aceleram o gerenciamento de tensões relacionadas à decisões do dia a dia, porém as situações que acarretam em trade-offs diretos são mais complexas e analisadas caso a caso. Foi possível relacionar diferentes variáveis a diferentes tipos de tensão, sendo que tiveram maior destaque variáveis do ambiente operacional (clientes, governo como cliente, investidores, parceiros estratégicos, cenário tecnológico) e do ambiente interno (valores e aspirações dos proprietários e funcionários). Identificou-se uma sobreposição entre os dois ambientes, uma vez que os valores e aspirações dos investidores e principais parceiros também foram relacionadas a diferentes tensões.
Título em inglês
Tensios between social and financial objectives and their relationship with the organizational environment
Palavras-chave em inglês
Organizational environment
Social business
Social entrepreneurship
Tensios between social and financial objectives
Resumo em inglês
The capitalist economic model brought important achievements and the increase of the global wealth in the last century. However, the distribution of this wealth did not follow its growth, generating severe inequalities between countries and population classes. This scenario leads to a rethinking of the traditional way to do business in many parts of the world, with the vision that it is possible to utilize the tools of the capitalist market to reduce social problems, creating the social business. They combine in their mission both financial as well as social motivations. The ambiguity between social and financial objectives, however, frequently generates tension in managing the business, whether by cultural differences, trade offs between objectives, different time horizons, or in other situatiuons where there is divergence between the social and the financial dimensions of the organization. Often, the solution is not found within the company, but in its organization environment. In several of these situations, the environment variables are part of the tension, factors that either help facilitate or hinder its management. Therefore, this study aims to analyze how the tensions between social and financial objectives in social businesses relate to the variables of the organizational environment. Understanding these relationships can help managers to prioritize variables to be monitored, identify previously possible tensions, or consider more informed decisions in which there are divergences between the social and financial dimensions of the organization. To achieve this goal,a descriptive study was conducted through semi-structured interviews, with 10 managers of social business, assessing their experiences and perceptions of these tensions and the business environment. It was possible to identify that all interviewed organizations have experienced these situations of tension; however, often this tension represented an evolution on the company's stage of maturity or the re-alignment of goals between members of the organization. It was also found that the most frequent tensions in organizations are related to the need for short-term measures to guarantee financial survival, which differ from the long-term objectives to maximize social impact. Several organizations interviewed have already set guidelines or prioritization criteria for short and long-term goals that accelerate management decisions related to the tensions of everyday business, but situations that lead to direct trade-offs between financial and social objectives are more complex and are analyzed case by case. It was also possible to identify different variables to different types of tension, where the most prominent were of the operational environment (customers, government as a customer, investors, strategic partners, technological scenario) and internal environment (values and aspirations of the owners and employees). An overlap between the two environments was also identified, as it was possible to relate the values and aspirations of investors and key partners to different tensions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.