• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Arthur Augusto Viaro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Nakaguma, Marcos Yamada (Presidente)
Costa, Francisco Junqueira Moreira da
Estevan, Fernanda Gonçalves de La Fuente
Souza, André Portela Fernandes de
Título em inglês
The impact of trade shock exposure on child labor and schooling in Brazil
Palavras-chave em inglês
Child labor
International trade
School attendance
Resumo em inglês
Child labor is still a relevant problem in developing countries and understanding the way that households respond in terms of children's time allocation to labor market incentives has relevant policy implications. In this paper, I explore a plausibly exogenous trade-induced labor market shock to assess how changes in returns to work affect children's time allocation in Brazil. To provide a good proxy for distinctly exogenous changes to the returns to adult labor as well as returns to the child labor I propose a strategy that distinguish between employment shocks that differentially affect adults and children. The results suggest an asymmetric impact on household decisions about children's time allocation that depend upon the source of the shock. First, larger import competition shocks concentrated on adult workers decrease the share of children that attend school, while an adverse shock concentrated on child workers has a positive effect on schooling, but the estimates are not statistically significant. On the other hand, both shocks decrease the share of working children. However, shocks on adults increase idleness, while shocks on children increase full-time schooling. I provide evidence that poverty and employment composition pattern are two possible mechanisms behind the results. I also find that adverse shocks on children have positive effects on math scores in a standardized national exam (Saeb) and stronger effects for children living in rural areas.
Título em português
O impacto da exposição a um choque de comércio sobre o trabalho infantil e a escolaridade no Brasil
Palavras-chave em português
Comércio internacional
Frequência escolar
Trabalho infantil
Resumo em português
Trabalho infantil ainda é um problema relevante nos países em desenvolvimento e entender o modo como as famílias respondem a incentivos no mercado de trabalho decidindo como alocar o tempo das crianças tem importantes implicações em termos de política. Neste trabalho, eu exploro um choque plausivelmente exógeno sobre o mercado de trabalho causado pelo comércio internacional para avaliar como mudanças no retorno do trabalho afetam a alocação de tempo das crianças no Brasil. Para medir mudanças exógenas sobre os retornos do trabalho adulto e infantil, eu proponho uma estratégia que distingue entre choques no emprego que afetam diferentemente adultos e crianças. Os resultados sugerem um efeito assimétrico sobre as decisões das famílias com relação à alocação de tempo das crianças a depender da fonte do choque. Primeiramente, choques de importação sobre os trabalhadores adultos diminuem a proporção de crianças na escola, enquanto choques adversos sobre as crianças que trabalham têm um efeito positivo sobre a escolaridade, mas as estimativas não são estatisticamente significantes. Por outro lado, ambos os choques diminuem a proporção de crianças trabalhando. Entretanto, choques sobre os adultos aumentam a ociosidade, enquanto choques sobre as crianças aumentam a dedicação exclusiva aos estudos. Eu forneço evidências de que a pobreza e a composição do emprego são dois possíveis mecanismos por trás dos resultados. Eu encontro ainda que choques adversos nas crianças possuem efeitos positivos sobre a proficiência em matemática no exame nacional de avaliação do ensino básico (Saeb) e que os efeitos são mais fortes em crianças que moram nas áreas rurais
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
OriginalArthur.pdf (8.67 Mbytes)
Data de Publicação
2017-10-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.