• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2004.tde-03012005-101716
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Salgueiro Perobelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Haddad, Eduardo Amaral (Presidente)
Azzoni, Carlos Roberto
Guilhoto, Joaquim Jose Martins
Hewings, Geoffrey John Dennis
Lemos, Mauro Borges
Título em português
Análise espacial das interações econômicas entre os estados brasileiros
Palavras-chave em português
comércio
desenvolvimento regional
equilíbrio (economia)
Resumo em português
O objetivo principal deste trabalho é analisar as interações econômicas das unidades da Federação. Cabe ressaltar que as interações serão tratadas neste trabalho como o comércio entre as diversas unidades espaciais e suas relações mercantis com o resto do mundo. Para atingir tal objetivo foi especificado um modelo de equilíbrio geral computável de tradição australiana (B-MARIA27-IT). O modelo é composto por seis tipos de agentes, quais sejam: setores produtivos, investidores, famílias, governo federal, governo regional e setor externo. Em cada uma das 27 regiões contempladas há oito setores produzindo oito bens. O setor externo é dividido em cinco blocos de comércio: NAFTA, resto da ALCA, União Européia, Mercosul e resto do mundo. Para analisar a estrutura de interações econômicas entre as unidades da Federação foi implementado um exercício de simulação, que consistiu em um deslocamento na curva de demanda por exportações para os diversos blocos de comércio, ou seja, uma proxy do fortalecimento das interações destas unidades com determinado bloco de comércio. Através deste exercício pode-se verificar, por exemplo, qual o impacto de um aumento das transações internacionais de um setor localizado em determinada unidade da Federação, sobre os fluxos de comércio interno das demais unidades da Federação. Ao fazer esta análise através de um modelo de equilíbrio geral computável (EGC) pode-se levar em conta a possibilidade de substituição entre bens domésticos e importados, a variação nos preços relativos, a possibilidade de substituição diferenciada para os bens de exportação, dentre outros. Cabe ainda ressaltar que, para analisar a interdependência entre setores, regiões e famílias de forma mais acurada, é importante levar em conta, por exemplo, diferenciais de preço e mobilidade dos fatores de produção, dentre outros fatores. Logo, a estrutura de EGC parece-nos mais adequada para tratar, de forma completa, as interações espaciais entre as unidades da Federação.
Título em inglês
Spatial analysis of the economic interactions among the Brazilian states
Palavras-chave em inglês
general equilibrium
regional development
trade
Resumo em inglês
The principal aim of this thesis is to analize the economic interactions among the Brazilian states. The economic interactions in this work will be treated as trade among the Brazilian states and trade between the Brazilian states and the rest of the world. In order to reach this objective a computable general equilibrium model was specified (B-MARIA27-IT). The model is formed by productive sectors, investors, households, federal government, regional government and external sector. There are 8 sectors responsible for the production of 8 goods in each one of the 27 regions. The external sector is divided in five regions: NAFTA, rest of FTAA, European Union, Mercosur and rest of the world. In order to analise the structure of economic interactions among the Brazilian states was implemented a simulation that changed the exports demand for each one of the external regions. This simulatin can be understand as a proxy of an increase in the relationship between the Brazilian states and external sector. This exercise will enable us to verify which will be the impact upon the inter-state trade flows of an increase in the international trade flows of each Brazilian state. The general equilibrium approach considers the possibility of substitution between domestic goods and imported goods, changes in the relative prices, imperfect substitution among goods, factor production mobility, etc. So we can affirm that the general equilibrium approach is adequate to capture the whole picture of spatial interacions of the Brazilian states.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.