• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2009.tde-27032009-150621
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Chiqueto da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Luiz Nelson Guedes de (Presidente)
Martins, Eliseu
Weffort, Elionor Farah Jreige
Título em português
Impactos na provisão para devedores duvidosos dos bancos europeus listados na Bolsa de Nova Iorque após a adoção das normas internacionais de contabilidade
Palavras-chave em português
Convergência
Instituições financeiras
Normas internacionais de contabilidade
Provisão para devedores duvidosos
Resumo em português
As pressões impostas pela internacionalização do mercado de capitais favoreceram a decisão do Parlamento da União Européia de impor, por meio do Regulamento nº. 1606/2002, a adoção das normas internacionais de contabilidade na elaboração das demonstrações contábeis consolidadas a partir de 2005 às empresas domiciliadas na União Européia (UE) e listadas em mercados regulamentados. Seguindo o movimento dos mercados internacionais, o Brasil se inicia em uma nova etapa, representada pela busca da convergência das práticas contábeis. Conseqüentemente, uma das primeiras questões que surge durante o processo de transição para um novo conjunto de padrões contábeis corresponde aos impactos que sua introdução pode causar, em virtude de possíveis divergências conceituais existentes em relação às normas anteriormente adotadas. No caso da provisão para devedores duvidosos, essa incerteza se faz ainda mais presente pelo fato de as normas internacionais de contabilidade incorporarem um método de mensuração muito singular, cujo nível de complexidade difere significativamente de métodos de mensuração adotados por países como o Brasil, por exemplo. Nesse sentido, o objetivo do presente trabalho buscou, para uma amostra representativa de bancos europeus listados na Bolsa de Nova Iorque: (i) verificar se existe diferença significativa entre o saldo de provisão para devedores duvidosos calculado em consonância com as IFRS e o calculado segundo as normas locais anteriormente adotadas, e quantificar a magnitude da diferença e (ii) verificar se existe relação significativa entre a quantidade de agências dos bancos e os métodos de avaliação individual e coletivo previstos pelas IFRS para fins de mensuração da perda por imparidade. Inicialmente, foi utilizada a técnica de regressão linear, com as informações do período compreendido pelos exercícios sociais findos entre 2000 e 2006, nos quais a variável dependente corresponde à provisão para devedores duvidosos e as duas variáveis independentes são carteira de crédito e uma variável dummy correspondente à adoção das IFRS. Em seguida, foi aplicado o teste paramétrico de comparação de médias, ANOVA, em que a variável independente se refere à adoção das IFRS e a variável dependente é representada pela relação entre provisão para devedores duvidosos e carteira de crédito. Posteriormente, a fim de verificar a existência de relação entre a quantidade de agência dos bancos e o método de avaliação de provisão, utilizou-se uma matriz de correlações com base nos coeficientes de Spearman, considerando as variáveis provisão individual e provisão coletiva em relação ao total, e carteira de crédito e patrimônio líquido em relação à quantidade de agências. Com base nos resultados da pesquisa, conclui-se que a introdução das IFRS não trouxe impacto significativo ao saldo de provisão para devedores duvidosos dos bancos europeus listados na Bolsa de Nova Iorque. Também se conclui que a quantidade de agências dos bancos não se relaciona com os métodos de mensuração individual e coletivo estabelecidos pela IAS 39, em virtude da diferente aplicação entre as instituições financeiras do conceito de operação de crédito individualmente relevante .
Título em inglês
Impacts on the allowance for loan losses in listed European banks in the New York stock exchange after the adoption of the international accounting standards
Palavras-chave em inglês
Allowance for loan losses
Convergence
Financial institutions
International accounting standards
Resumo em inglês
The pressure created by the internationalization of capital markets prompted the European Parliament s decision to enforce, through Regulation nº 1606/2002, the adoption of international accounting standards by companies domiciled in the European Union (EU) and listed in the regulated stock markets, for preparing their consolidated financial statements, effective from 2005. In line with this international market trend, Brazil has commenced a new phase in the pursuit for convergence in accounting practices. As a consequence, one of the first questions arising from the transition process concerns the possible impact caused by the introduction of the new accounting standards, considering the conceptual divergences existing in relation to the previously adopted norms. This uncertainty is heightened, in the case of the allowance for loan losses, by the fact that the international accounting standards incorporate a very specific measurement method, which as a result of its complex nature differs significantly from the measurement methods adopted by countries, such as Brazil, for example. Accordingly, the object of this study sought, based on a representative sample of European banks listed in the New York Stock Exchange: (i) to verify whether there is a significant difference between the balance of the allowance for loan losses calculated pursuant to IFRS and that calculated in accordance with previously adopted accounting standards and to measure the degree of such difference and (ii) to verify whether there is any significant relation between the number of bank branches and the use of the individual and collective evaluation methods established in IFRS for measuring the allowance for loan losses. Initially, the linear regression technique was used, based on information for the financial years between 2000 and 2006, where the dependent variable is the allowance for loan losses and the two independent variables are the credit portfolio and a dummy variable corresponding to the adoption of IFRS. Next, the analysis of variances (ANOVA) test was applied, where the independent variable refers to the adoption of IFRS and the dependent variable is represented by the division of the allowance for loan losses by the credit portfolio. Subsequently, for the purpose of verifying whether the number of bank branches is related to the method used to measure the allowance, a matrix of correlations was used based on the Spearman coefficients, considering as variables the individual allowance and the collective allowance in relation to the total and the credit portfolio and the stockholders equity in relation to the number of branches. Based on the results of this study, it was concluded that the introduction of IFRS did not have a material effect on the balance of the allowance for loan losses of the European banks listed in the New York Stock Exchange. Further, it was also concluded that the number of bank branches is not related to the use of the individual and collective measurement methods, as established by IAS 39, since the concept of individually significant credit operations is applied differently by each financial institution.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.