• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2015.tde-26052015-115217
Documento
Autor
Nome completo
Isabel Cristina Sartorelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Cornacchione Junior, Edgard Bruno (Presidente)
Lourenço, Isabel Maria Estima Costa
Carter, David Bernard
Luca, Marcia Martins Mendes De
Souza, Altay Alves Lino de
Título em português
Análise do padrão decisório do auditor brasileiro com uso da metodologia Q e do DMI (Decision Making Inventory)
Palavras-chave em português
Auditoria
Metodologia Q
Padrões e normas contábeis
Princípios e regras contábeis
Teoria do processo dual
Resumo em português
Esta tese analisa o padrão decisório do auditor brasileiro (a partir do enfoque da Teoria do Processo Dual em sua versão modificada pela Regret Theory, aqui denominada TPD-m), já que o padrão decisório pode informar a maneira pela qual o auditor exerce seu julgamento. Considerando que auditor e norma precisam estar alinhados, e considerando a adoção de normas baseadas em princípios (IFRS), o objetivo foi aprofundar os estudos de Jamal e Tan (2010), verificando se os tipos de auditores por eles identificados (orientados a princípios, a regras e a clientes) poderiam ser observados empiricamente na amostra delimitada (29 sócios e 35 gerentes de auditoria de firmas Large Six localizadas no Brasil), e se tal tipologia encontraria suporte na literatura que define as características principais desses tipos de auditores. As quatro hipóteses de pesquisa versaram sobre: a ausência de predominância de um único padrão decisório; a associação entre os padrões identificados pelo DMI (se analítico, intuitivo ou emocional) e os tipos de auditores; a homogeneidade na determinação do que seria considerado como mais importante numa auditoria em arrendamento mercantil; a existência de associação entre os agrupamentos identificados pela Metodologia Q e as características condizentes com os tipos de auditores identificados por Jamal e Tan (2010). A primeira hipótese foi verificada com o Teste DMI, e a conclusão indica que o perfil preponderante dos auditores é analítico (explicado pelo processo de accountability vivenciado pelos profissionais), o que fornece sustentação necessária para afirmar que as decisões tomadas por auditores são deliberadas e cuidadosamente analisadas (quando estes têm tempo disponível para análise). Em função do resultado da primeira hipótese, não foi possível verificar a segunda hipótese (não havia indivíduos de padrão intuitivo e emocional suficientes para estabelecer a associação desejada). A terceira hipótese foi verificada pelo exercício de arrendamento baseado na Metodologia Q; os resultados indicam que não há homogeneidade na determinação do que seria considerado mais importante dentre os participantes (nessa análise, fica clara a subdivisão dos participantes analíticos em dois grupos: o primeiro privilegia a análise dos contratos de arrendamento, e o segundo, a definição do valor justo). A quarta hipótese foi verificada analisando-se as palavras mais repetidas observadas nas transcrições das entrevistas, cujo resultado indica que pode haver correspondência entre os agrupamentos da Metodologia Q e os tipos de auditores orientados a princípios e a regras (não foi possível concluir sobre a existência de auditores orientados a clientes). Sobre os métodos empregados: o resultado do exercício de arrendamento corrobora o Teste DMI, já que em todo o grupo de participantes analíticos foi identificada a escolha de atitudes de cunho analítico (de conteúdo mais literal, mais objetivo); a Metodologia Q mostrou-se eficiente na análise da aplicação da norma contábil pelos participantes. Sobre a contribuição teórica, a abordagem da TPD-m ajuda a explicar as evidências empíricas coletadas; além disso, a discussão envolvendo conjuntamente agente e norma contábil, além da conceituação e utilidade de regras e princípios contábeis no processo de julgamento e tomada de decisão contribuem para a consolidação de pesquisas na área.
Título em inglês
Brazilian auditor's decision-making pattern analysis using Q methodology and DMI (Decision Making Inventory).
Palavras-chave em inglês
Accounting principles and rule
Accounting standards
Audi
Dual process theor
Q methodology
Resumo em inglês
This doctoral dissertation analyzes the decision making style of the Brazilian auditor (from the point of view of the Dual Process Theory in its version modified by Regret Theory, here called TPD-m), since the decision-making pattern yield information about the way in which the auditor make judgments. Considering that auditor and accounting standard must be aligned, and considering the adoption of principle-based standards (IFRS), the objective was to deepen the studies of Jamal and Tan (2010), trying to identify whether the types of auditors identified by them (oriented by principles, by rules and by clients) could be empirically observed in the defined sample (29 partners and 35 managers of Large Six Brazilian audit firms), and whether it could find support in the literature that defines the main features of these types of auditors. The four research hypothesis were about: the lack of predominance of a single decision-making standard; the association between the patterns identified by DMI (if analytical, intuitive or emotional) and the types of auditors; homogeneity in determining what would be considered more important an audit in leasing; the existence of an association between the clusters identified by the Q Methodology and characteristics consistent with the types of auditors identified by Jamal and Tan (2010). The first hypothesis was verified with DMI Test; findings indicates that the predominant profile of auditors is analytical (explained by the accountability process experienced by professionals), which provides necessary support to affirm that the decisions taken by auditors are deliberate and carefully analyzed (if they have time available for analysis). With this result, it was not possible to verify the second hypothesis (there was no sufficient intuitive and emotional individuals to establish the desired association). The third hypothesis was verified by a lease exercise based on the Methodology Q; findings indicates no uniformity in determining what would be considered most important among the participants (in this analysis, it is clear the subdivision of analytical participants into two groups: the first focuses on the lease agreements, and the second on fair value's definition). The fourth hypothesis was verified by analyzing the most repeated words observed in the transcripts of the interviews, and the result indicates that there may be correspondence between the clusters of Q Methodology and types of auditors oriented by principles and by rules (it was not possible to conclude on the existence auditors oriented by clients). About the methods employed: the result of the lease exercise corroborates the DMI Test, as in the whole group of participants was identified analytical choosing an analytical attitudes (more literal content, more objective); Q methodology seems to be efficient in the analysis of the application of the accounting standard by the participants. About theoretical contribution: the approach of TPD-m helps to explain the empirical evidence collected; furthermore, the discussion involving jointly agent and accounting standards, the concept and utility of accounting principles and rules in the judgment and decision making process contributes to the consolidation of research in this area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.