• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2008.tde-12122008-114137
Documento
Autor
Nome completo
Luciano Gomes dos Reis
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Carlos Alberto (Presidente)
Almeida, Lauro Brito de
Guerreiro, Reinaldo
Parisi, Cláudio
Rocha, Welington
Título em português
A influência do discurso no processo de mudança da contabilidade gerencial: um estudo de caso sob o enfoque da teoria institucional
Palavras-chave em português
Análise do discurso
Contabilidade gerencial
Resumo em português
No atual ambiente corporativo, a implementação de mudanças organizacionais tornou-se um fato freqüente. Nesse processo de mudanças, o discurso organizacional presente nos textos produzidos pela alta administração, que constituem o discurso formal, acaba expressando pensamentos nem sempre aceitos sem questionamentos por todos os gestores da organização, dificultando o processo de mudança. A presença de discursos menos coerentes ou de discursos que competem com o discurso organizacional pode dificultar ou mesmo comprometer a eficácia do processo de mudança. Esta tese defende que, na ocorrência de um processo de mudança da Contabilidade Gerencial numa organização, o discurso influencia os níveis de institucionalização de novos conceitos que se desejam implementados. Para realizar o estudo a respeito dessa influência, utilizou-se de uma abordagem da Teoria Institucional, sob o enfoque da Velha Economia Institucional, usando-se como arcabouço teórico o modelo proposto por Burns e Scapens (2000), com ênfase nos estágios de codificação e institucionalização, bem como o modelo discursivo de institucionalização proposto por Phillips et al. (2004). O método de pesquisa aplicado foi o estudo de caso único, realizado na Caixa Econômica Federal, uma instituição financeira pública de grande porte que realiza simultaneamente atividades de natureza social (como uma agência governamental de fomento e administração exclusiva de fundos) e de natureza econômica (como um banco comercial que compete com outras instituições no mercado financeiro), a qual passou recentemente por um processo de mudanças profundas em sua Contabilidade Gerencial. Por meio da análise documental, seguida da realização de entrevistas com gestores da administração central e da análise do discurso, foi possível detectar a coexistência de dois discursos na organização: discurso social e discurso econômico. Posteriormente, foram aplicados questionários aos gestores das agências e gestores de produtos, usuários do Sistema de Contabilidade Gerencial, obtendo-se 4.259 respostas, no intuito de se verificar a ocorrência de associações entre os discursos e os níveis de institucionalização dos novos conceitos implementados na mudança. Os dados coletados foram objeto dos seguintes tratamentos estatísticos: estatística descritiva, Análise da Variância (ANOVA), Análise de Homogeneidade (Homals) e Análise de Correspondência (ANACOR). Verificou-se que há uma associação positiva entre a concordância com os conceitos de Contabilidade Gerencial e a concordância com o discurso econômico. Os indivíduos classificados como mais aderentes ao discurso econômico encontram-se associados positivamente entre um nível de institucionalização forte e médio, enquanto os indivíduos classificados como aderentes ao discurso social apresentaram associação positiva com o nível de institucionalização fraco. Dessa forma, os resultados sugerem que há influência do discurso no processo de institucionalização de conceitos de Contabilidade Gerencial, corroborando as proposições de Phillips et al. (2004), de que uma maior coerência entre discursos e conceitos presentes em textos tende a produzir instituições mais fortes e a existência de competição, entre dois discursos, pode dificultar um processo de mudança conceitual. À luz desses resultados, infere-se que o discurso, quando inserido em um processo de mudança conceitual, deva ser estruturado de acordo com as características e com o repertório de crenças de seu público-alvo, o que poderá provocar uma união coerente entre o exercício da linguagem e a prática operacional, possibilitando a transformação do campo institucional para o campo de ação de forma eficaz.
Título em inglês
The influence of discourse in the change process in management accounting: a case study under the focus of the institutional theory
Palavras-chave em inglês
Change process
Discourse analysis
Institutional theory
Management accounting
Resumo em inglês
Within the current corporative environment, the implementation of organizational changes has been frequent. In this process of changes, the organizational discourse, found in the formal texts produced by the high administration, eventually expresses thoughts not always accepted before being firstly questioned by the other managers and that may cause difficulties for the changing process. The presence of less coherent discourses or discourses that challenge the organizational discourse may hinder or even affect the efficacy of changes. This thesis advocates that during a changing process within the Managerial Accounting of an organization, the discourse influences the levels for institutionalizing new concepts. This study of such influence was carried out by means of the Institutional Theory under the focus of the Old Institutional Economy, having as its theoretical framework the model proposed by Burns & Scapens (2000), emphasizing the stages of codification and institutionalization, as well as the discourse model of institutionalization proposed by Phillips et al. (2004). The research method consisted of a single case study related to Caixa Econômica Federal, a large public financial institution which performs social activities (as a governmental agency for funding and exclusive administration of funds) and economical activities (as a commercial bank which competes with other institutions in the financial market), which has recently undergone a process of deep changes in its Managerial Accounting. Through an analysis of documents, followed by interviews with central administration managers and discourse analysis, the co-existence of two discourses in the organization could be detected: social discourse and economical discourse. Later, questionnaires were applied to the managers of the bank branches and the managers of products, and to the users of the Managerial Accounting System in order to verify associations between the discourses and the levels of institutionalization of the new concepts. Out of the questionnaires, 4,259 answers were obtained. The data were submitted to the following statistical treatments: descriptive analysis, Analysis of Variance (ANOVA), Analysis of Homogeneity (Homals) and Analysis of Correspondence (ANACOR). It could be verified that there is a positive association between the concordance with the concepts of Managerial Accounting and a concordance with the economical discourse. The individuals classified as most adherent to the economical discourse are those positively associated with and between a strong or average level of institutionalization. On the other hand, those individuals adherent to the social discourse have a positive association with the weak level of institutionalization. Thus, the results suggest that the discourse influences the process for institutionalizing concepts of Managerial Accounting and corroborate the propositions of Phillips et al (2004) for a greater coherence between discourses, that concepts within texts may lead to stronger institutions, and that the existence of competition between two discourses may hinder the process of conceptual change. In face of these results one may say that the discourse, whenever placed in a process of conceptual change, must be structured according to the characteristics and beliefs of the target public, which may cause a coherent union between the exercise of the language and the operational practice and allow for an efficient transformation of the institutional site into a field of action.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-01-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.