• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2000.tde-02092014-142937
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Roberto de Godoy
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Santos, Ariovaldo dos (Presidente)
Carvalho, Luiz Nelson Guedes de
Szuster, Natan
Título em português
Comparação teórica e prática entre os métodos de contabilidade para combinações de empresas
Palavras-chave em português
1. Combinação de Empresas
2. Fusões & Aquisições
3. Consolidação
4. Método de Compra
5. Método de União de Participações
6. Teoria da Contabilidade.
Resumo em português
Uma combinação de empresas ocorre quando duas ou mais empresas distintas se unem de uma única vez para formar uma nova entidade contábil. Dois métodos de contabilização das combinações de empresas são geralmente aceitos no mercado internacional - o Método de União de Participações (Pooling of Interests) e o Método de Compra (Purchase Method). Mas esses dois métodos não devem ser vistos como alternativas contábeis para uma mesma combinação. Para se determinar qual dos dois métodos deve ser utilizado em uma combinação é necessário que se analise a natureza da transação, se ela é uma compra ou uma união de interesses. Sob o Método de União de Participações (Pooling of Interests), os ativos e passivos das empresas combinantes são combinados na nova entidade pelos seus valores históricos. Pelo Método de Compra (Purchase Method), os ativos e passivos da empresa adquirida são combinados pelo fair value na nova entidade. Além desses métodos, mais dois métodos são usados, mas de forma menos freqüente - o Método Fresh-Start e o Método Push-Down Accounting. Pelo Método Fresh-Start, os ativos e passivos das empresas combinantes são combinados pelo fair value. Pelo Método Push-Down Accounting, os ativos e passivos da empresa adquirida são avaliados e contabilizados pelo fair value em sua contabilidade, para em seguida serem combinados na nova entidade. Este estudo tem por objetivo principal explorar os métodos utilizados no mercado internacional e principalmente norte-americano, a fim de combinar as Demonstrações Contábeis de empresas fusionadas ou incorporadas, e aplicar os métodos de União de Participações, de Compra e o Push-Down Accounting em um único caso hipotético, para se conhecer os seus reflexos nas Demonstrações Contábeis da entidade combinada. Na comparação aplicada dos três métodos, o Push-Down Accounting revelou-se como uma variante do Método de Compra (Purchase Method). O Método de União de Participações (Pooling of Interests) sugere uma completa comunhão dos interesses das empresas combinantes sem o reconhecimento de qualquer aumento da potencialidade de geração de benefícios futuros. Já o Método de Compra se assemelha a uma simples transação de compra que reconhece de forma objetiva, na data da combinação, o potencial mínimo de geração de benefícios futuros da empresa adquirida para a entidade combinada.
Título em inglês
Theoretical and practical comparison between the methods of accounting for business combinations
Palavras-chave em inglês
Accounting Theory
Business Combination
Consolidation
Mergers & Acquisitions
Pooling of Interest Method
Purchase Method
Resumo em inglês
A business combination occurs when two or more companies merge at one single time to form a new accounting entity. Two accounting methods for business combinations are generally accepted in the international market - the Pooling of Interests Method and the Purchase Method. But these two methods should not be considered as accounting alternatives for the same combination. To determine which of the two methods should be used in a business combination the nature of the transaction should be analyzed, that is, whether it is a purchase or a pooling of interests.On the one hand, in accordance with the Pooling of Interests Method, the assets and liabilities of the combining companies are combined in the new entity making use of their historical value. In accordance with the Purchase Method, on the other hand, the purchased company's assets and liabilities are combined in the new entity making use of their fair value.Apart from these two methods, two other methods are used, even though less frequently - the Fresh-Start Method and the Push-Down Accounting Method. In accordance with the Fresh-Start Method, the combining companies' assets and liabilities are combined making use of their fair value. In accordance with the Push-Down Accounting Method, the purchased company's assets and liabilities are first re-evaluated by its accounting making use of their fair value, in order to be subsequently combined in the new entity.The main objective of this study is an exploration of the methods used in the international and mainly North-American markets for combining the Financial Statements of merged or acquired companies, and an application of the Pooling of Interests, Purchase and Push-Down Accounting Methods to one single hypothetical case, in order to know its effects on the Combined Financial Statements. In the comparison of the three methods, the Push-Down Accounting Method proved to be a variant of the Purchase Method. The Pooling of Interests Method suggests a complete pooling of the combining companies' interests, without recognizing any increase in the potential for generating future benefits. The Purchase Method in turn is similar to a simple purchase transaction which objectively recognizes, at the combination date, the minimum potential of the purchased company for generating future benefits for the combined entity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-09-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.