• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-11022003-143346
Documento
Autor
Nome completo
Márcio Aurélio Garcia Correia Tavares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Vendramim, Jose Djair (Presidente)
Guirado, Nivaldo
Mazzonetto, Fábio
Título em português
Bioatividade da erva-de-santa-maria, Chenopodium ambrosioides L. (Chenopodiaceae), em relação a Sitophilus zeamais Mots., 1855 (Col.: Curculionidae).
Palavras-chave em português
erva-de-santa-maria
gorgulho-do-milho
inseticida vegetal
Resumo em português
Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a influência do pó e do extrato aquoso de C. ambrosioides sobre o gorgulho-do-milho, S. zeamais. As plantas de C. ambrosioides foram cultivadas na área experimental do Departamento de Entomologia, Fitopatologia e Zoologia Agrícola da ESALQ/USP. Foram obtidos pós de folhas, ramos, frutos e da planta inteira (com frutos), quando a planta apresentava-se no estágio de frutificação. Os insetos utilizados nos ensaios foram obtidos de criação mantida em grãos de trigo. Avaliou-se o efeito do pó das diferentes estruturas vegetais e da planta inteira (com frutos) sobre o comportamento (atratividade e/ou repelência), atividade inseticida sobre a fase imatura e adultos, e o poder inseticida residual, com o pó separado e em contato com grãos de trigo. Avaliou-se também a atividade inseticida do extrato aquoso das diferentes estruturas e da planta inteira (com frutos) sobre a fase imatura e adultos de S. zeamais. De acordo com os resultados obtidos concluiu-se que: a) pós de frutos, ramos e folhas de C. ambrosioides não apresentam repelência para adultos de S. zeamais; b) pós obtidos de ramos e folhas não apresentam atividade inseticida sobre adultos de S. zeamais; c) os compostos com atividade inseticida estão presentes nos frutos de C. ambrosioides; d) pós de frutos apresentam efeito inseticida residual contra adultos de S. zeamais por no máximo 5 dias; e) pós de frutos e da planta inteira (com frutos), aplicados após 15 dias da infestação inicial, possuem efeito inseticida sobre a fase imatura de S. zeamais; f) os extratos aquosos não afetam a sobrevivência e a emergência de adultos de S. zeamais.
Título em inglês
Bioactivity of the mexican-tea, Chenopodium ambrosioides L. (Chenopodiaceae), in relation to Sitophilus zeamais Mots., 1855 (Col.: Curculionidae).
Palavras-chave em inglês
maize weevil
mexican-tea
natural ensecticide
Resumo em inglês
This work deals with the influence of the powder and aqueous extracts of C. ambrosioides on the maize weevil, S. zeamais. The powders tested were obtained from leaves, branches, fruits and the whole plant (with fruits), when the plant was in the fructification period. The insects were obtained from a population reared on wheat grains. The effect of the powders from the different vegetal structures and from the whole plant (with fruits) was evaluated concerning the insect behavior (attractiveness and/or repellence), insecticide activity on the immature and adult phases, and the insecticide residual power on the adult phase, with the powder alone and mixed with wheat grains. The insecticide activity of the aqueous extract from the different structures and from the whole plant (with fruits) was evaluated on immature and adult S. zeamais. The results were as follows: a) powders from fruits, branches and leaves of C. ambrosioides are not repellent to S. zeamais adults; b) powders from branches and leaves do not present insecticide activity against S. zeamais adults; c) the compounds with insecticide activity are present in the C. ambrosioides fruits; d) powders from fruits present insecticide residual effect against S. zeamais adults for a period up to 5 days; e) powders from fruits and from the whole plant (with fruits), applied 15 days after initial infestation, present insecticide effect on S. zeamais immature phase; f) the aqueous extracts do not affect the survival and the adult emergence of S. zeamais.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
marcio.pdf (537.39 Kbytes)
Data de Publicação
2003-02-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.