• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2008.tde-15122008-145419
Documento
Autor
Nome completo
Fabiana Cerri
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2008
Orientador
Banca examinadora
Spoto, Marta Helena Fillet (Presidente)
Alencar, Severino Matias de
Trevizan, Luiz Roberto Pimentel
Título em português
Validação de metodologia para análise de procimidona em morango e determinação de seus resíduos na fruta "in natura" e produtos processados
Palavras-chave em português
Geléias
Morango
Polpa
Processamento de alimentos
Resíduos de pesticidas em planta.
Resumo em português
O morango utilizado pela indústria alimentícia tem seu sabor e aroma bastante valorizados e apreciados, quando comparado com outras frutas. Entretanto, é um produto muito delicado e altamente perecível, exigindo, assim, o uso de técnicas adequadas de colheita e pós-colheita. Para manter sua qualidade e quantidade de produção, observa-se um aumento do uso de agrotóxicos para minimizar prejuízos causados por pragas e doenças do campo. Porém, os pesticidas podem deixar resíduos persistentes nos alimentos e o seu consumo in natura ou industrializado pode ficar comprometido, colocando em risco a saúde do consumidor. Assim, este trabalho teve por objetivo estudar a influência do processamento de morangos, como, minimamente processado, geléia e polpa frente aos resíduos do fungicida procimidona. Em experimento de campo foi aplicado o produto Sumilex 500 WP nos seguintes tratamentos: A testemunha (sem aplicação); B uma única aplicação de 300 g p.c. 100 L-1 água (150 g i.a. 100 L-1 água) e C 3 aplicações sucessivas de 300 g p.c. 100 L-1 água (150 g i.a. 100 L-1 água), com intervalos de 7 dias entre elas. As amostragens foram iniciadas no dia anterior a aplicação do tratamento B (-1 dia) e aos 0, 1, 3, 5, 10 e 15 dias, sendo amostrados frutos in natura, para posterior processamento, como minimamente processado, geléia e polpa. O método de análise consistiu na extração dos resíduos de procimidona com acetato de etila, limpeza do extrato (clean up) feita por cromatografia de exclusão por tamanho molecular de alta eficiência - GPC e determinação quantitativa feita por técnica de cromatografia em fase gasosa acoplado a detector de captura de elétrons - CG/ECD. O método analítico apresentou recuperação em torno de 85,5% com desvio padrão de 7% e limites de quantificação de 0,00076 mg.kg-1 e detecção de 0,00023 mg.kg-1. Os valores de procimidona encontrados em morango não excederam o LMR (3 mg.kg-1) estabelecido pela legislação brasileira, em qualquer um dos períodos de coleta das amostras. Nos tratamentos que receberam aplicações no campo (B e C) os níveis de procimidona decresceram no decorrer do tempo, tanto para o morango in natura como para os produtos processados de morango. Os valores de meia vida de degradação foram de 7-8 dias para ambos os tratamentos. Não houve redução significativa nos níveis de resíduos encontrados no morango in natura, assim como para os obtidos na polpa e minimamente processado. Porém, uma considerável degradação de procimidona foi observada no processo de cozimento, apresentado pela baixa concentração de resíduos na geléia. De maneira geral, a procimidona apresentou maiores níveis no morango in natura e menores na geléia de morango (produto final).
Título em inglês
Validation of methodology for procymidone analysis in strawberry and determination of respective residues in the fresh fruit and processed products
Palavras-chave em inglês
Food processing
Jam
Pesticide residue in plant.
Poulp
Strawberry
Resumo em inglês
The strawberry used by the food industry has flavor and aroma very valued and appreciated when compared to the other fruits. However, it is a very delicate and highly perishable product, demanding, therefore, the use of appropriate techniques of harvesting and post-harvest. To keep quality and quantity of production, there is an increase of pesticides utilization in order to minimize damages caused by pests and field diseases on the field. However, the pesticides can leave persistent residues in the foods and their consumer fresh or industrialized may be impaired, putting the consumer health at risk. Thus, this work aimed to investigate the influence of the strawberries processing, as, minimally process, jam and pulp front of the waste of fungicide procymidone. In the field experiment, was applied the Sumilex 500 WP product according the treatments: A control (without application); B - a single application for 300 g c.p. 100 L-1 water (150 g a.i. 100 L-1 water) and C - 3 successive applications for 300 g c.p. 100 L-1 water (150 g a.i. 100 L-1 water), with intervals of 7 days between them. The sampling started in the previous day of the last treatment application B (- 1 day). Other sampling were carried through 0, 1, 3, 5, 10 and 15 days, and sampled fresh fruit, for further processing, such as minimally process, jam and pulp. The analysis method consisted in extraction with ethyl acetate, cleaning of the extract by gel permeation chromatography (GPC) and quantitative determination by gas chromatograph with specific detector of electron capture (GC/ECD). The analytical method presented recovery around 85,5% with errors of 7% and the quantification limits of 0,000076 mg.kg-1 and detection limits of 0,00023 mg.kg-1. The procymidone values found in strawberry did not exceed the maximum residues limits (3 mg.kg-1) fixed by brazilian legislation, in any periods of harvest. In the treatments that received application on the field (B and C) the procymidone levels decreased in the course of the study, as fresh strawberry as for process product of strawberry. The half-life values of degradation were of 7-8 days to the both treatments. There was no significant reduction in the residue levels found in strawberry fresh, pulp and minimally process. But, a considerable degradation of procymidone was observed in the cooking process, showing by low residues concentrations in the jam. Overall, the procymidone showed higher residues in fresh strawberry and lower on strawberry jam (final product).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
fabiana_cerri.pdf (1.42 Mbytes)
Data de Publicação
2008-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.