• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2006.tde-06032006-154634
Documento
Autor
Nome completo
Giovana Eliza Pegolo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Silva, Marina Vieira da (Presidente)
Boog, Maria Cristina Faber
Cesar, Thais Borges
Título em português
Condicionantes do estado nutricional de escolares da rede pública de ensino em município com agricultura familiar
Palavras-chave em português
adolescente
alimentação escolar
consumo de alimento
estado nutricional
merenda escolar
nutrição humana
saúde pública
segurança alimentar
Resumo em português
A infância e a adolescência são períodos ideais para a promoção de hábitos alimentares e de um estilo de vida saudáveis. Contudo, no Brasil, o acervo de pesquisas produzido sobre a adolescência ainda é escasso e refere-se predominantemente às condições dos jovens moradores dos grandes centros urbanos. Na maioria das vezes não são levados em consideração à diversidade que caracteriza a infância e a adolescência no meio rural. Esta pesquisa, teve entre seus objetivos a análise do estado nutricional, consumo de alimentos e as condições de vida de escolares (n = 150), de ambos os gêneros, residentes, majoritariamente, na zona rural e matriculados na rede pública de ensino de Piedade, Estado de São Paulo. Foram analisados os indicadores antropométricos (escore Z de altura para idade – ZAI e Z de peso para idade – ZPI) e a distribuição dos percentis do Índice de Massa Corporal – IMC. Junto aos escolares, foram obtidas informações, por meio da aplicação de um Recordatório de 24 horas e de questionário relativo à adesão ao Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE e aquisição de alimentos nas cantinas e similares. As informações relativas às condições socioeconômicas foram obtidas junto aos pais/responsáveis. No que diz respeito ao estado nutricional, destaca-se a prevalência de 4% de escolares com escore ZAI < −2 (déficit de altura). Chama a atenção a proporção de escolares com IMC ≤ 5º P (10,7%), proporção que é praticamente o dobro da esperada (5%). Além disso, cabe ressaltar a reduzida prevalência (6,6%) de escolares com IMC ≥ 95º P (obesidade). No tocante ao consumo de alimentos, destaca-se que proporção expressiva de escolares revelou reduzida ingestão de energia (consumo médio de 1887,74 kcal), fibras, vitamina A, folacina, ácido pantotênico, cálcio, magnésio, zinco, potássio e fósforo. Foi identificada substancial ingestão de sódio. Quando se analisa a participação dos macronutrientes no Valor Energético Total − VET, observou-se que cerca de 47% dos escolares revelaram dietas classificadas como adequadas. A maioria (52,5%) dos escolares revelou adotar dietas classificadas como inadequadas. No que se refere à adesão ao PNAE, foi identificado que 81,3% dos escolares declararam consumir as refeições oferecidas na escola. No entanto, entre os alunos que consomem a “merenda escolar” rotineiramente, 66,4% registraram “não gostar” das refeições. Cabe ressaltar que foi captada associação estatisticamente significativa entre atividade física e estado nutricional. A adoção de atividades educativas, bem como de monitoramento do estado nutricional, podem atuar de forma decisiva na prevenção de situações que possam conduzir ao excesso de peso e na identificação das causas associadas ao baixo peso. O envolvimento dos órgãos de saúde e educação na implementação de atividades educativas, no âmbito das escolas, notadamente, da rede pública de ensino, assume papel essencial, tendo em vista que o ambiente representa um espaço privilegiado para o estímulo à adoção de um estilo de vida mais saudável.
Título em inglês
Nutrition status restrictions of the public teaching net students in a familiar agriculture city
Palavras-chave em inglês
adolescent
food consumption
food security
human nutrition
nutritional status
public health
school feeding
school meal
Resumo em inglês
The infancy and the adolescence are ideal periods to the promotion of healthy food habits and lifestyle. However, in Brazil, the collection of researchs produced about the adolescence is still rare and it refers predominantly to the conditions of the young residents of the large urban centers. Most of the times the diversity that characterize the infancy and the adolescence in the rural area are not taken into consideration. This research, had among its objectives the analyses of the nutritional status, food consumption and the life conditions of the students (n = 150), both genders, residents, in their majority in the rural area and registered in the public teaching net of Piedade, Sao Paulo State. Anthropometrical indicators were analysed ( Z-escore of height-forage and of weight-for-age – WAZ) and the distribution of the percentis of the Body Mass Index – BMI. Together to the students, pieces of information were obtained, by applying a 24-hour dietary recall and from a questionnaire related to the participation in the Brazilian School Meal Program. The pieces of information related to socioeconomic conditions were obtained together to the parents/responsible people. Concerning the nutritional status, it is highlighted the prevalence of 4% of students with HAZ escore < −2 (indicative of height deficit). It is called the attention to the proportion of students with BMI ≤ 5º P (10,7%), proportion that is practically twice the sum expected (5%). Moreover, it is worth to emphasize the reduced prevalence (6,6%) of students with BMI ≥ 95º P (indicative of obesity). In relation to food consumption, it is noticed that an expressive proportion of students revealed reduced intake of energy (average consumption of 1887,74 kcal), fibers, vitamin A, folacin, pantothenic acid, calcium, magnesium, zinc, potassium and phosphorus. It was identified an substantial intake of sodium. The analysis of the participation of macronutrients in the total energy value shows that around 47% of the students revealed diets classified as adequates. The majority (52,5%) of the students revealed to adopt diets classified as inadequate ones. Referring to the participation in the Brazilian School Meal Program, it was identified that 81,3% of the students declared to consume the meals offered in the school. Nevertheless, among the students that consume routinely the “school meal”, 66,4% declared the meals “not enjoyable”. It is worth to register that the association statistically significative was identified between physical activity and nutritional status. The adoption of educative activities, as well as the monitoring of the nutritional status, can act in a decisive way in the prevention of the situations that may conduct to weight excess and in the identification of the causes associated to the underweight. The envolvement of health and education organs in the establishment of educative activities, in the school ambit, notably, of the public teaching net, assumes essential role, having in mind that the environment represents a privileged space to the incentive to the adoption of the a healthier lifestyle.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GiovanaPegolo.pdf (1.41 Mbytes)
Data de Publicação
2006-03-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.