• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2014.tde-05012015-113355
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Figueiredo da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2014
Orientador
Banca examinadora
Vieira, Thais Maria Ferreira de Souza (Presidente)
Domingues, Maria Antonia Calori
Lannes, Suzana Caetano da Silva
Título em português
Efeito das etapas de processamento sobre a qualidade de castanhas-do-brasil (Bertholletia excelsa, H.B.K.): avaliação da fração lipídica e contaminação por aflatoxinas
Palavras-chave em português
Aflatoxinas
Castanha-do-brasil
Processamento
Qualidade
Resumo em português
Espécie típica da floresta amazônica, a castanha-do-brasil (Bertholletia excelsa, H.B.K.) é uma commodity selvagem, que se destaca na economia regional por ser um produto de alto valor econômico nos mercados nacional e internacional. Apresenta também reconhecido valor nutricional, decorrente de sua composição em lipídeos, proteínas e vitaminas, além de constituir uma excelente fonte de selênio. Entretanto, as condições climáticas em que esta cultura se insere, o baixo nível tecnológico característico de sua cadeia produtiva e as condições inadequadas de manejo e manuseio favorecem a contaminação por aflatoxinas, como também, a deterioração por oxidação por ser um alimento constituído de 60 a 70% de lipídeos. Estas deficiências no processo de extrativismo geram problemas para indústria processadora, que deve fornecer ao consumidor um produto de qualidade nutricional e sanitária. Este estudo objetivou caracterizar a castanha-do-brasil em diferentes etapas do processamento, como também avaliar a sua qualidade ao longo do beneficiamento. Foram analisadas amostras coletadas em 3 etapas, ao longo do processamento industrial, representando o ínicio do processamento (castanha in natura), fase intermediária (castanha dry) e fase final (amêndoas desidratadas). Em cada etapa foram realizadas 8 repetições de amostragens. A composição nutricional foi mantida ao longo do processamento, com predominância do ácido graxo linolênico (ômega-6) nas amostras. O índice de acidez da fração lipídica apresentou resultados satisfatórios, que se encaixam dentro dos limites da legislação vigente para óleos brutos extraídos a frio, com 2,20±0,84, 2,48±0,97 e 0,18±0,07 mg KOH/g de óleo para a castanha in natura, dry e amêndoa desidratada respectivamente. O índice de peróxido da fração lipídica nas amostras in natura apresentaram média de 0,018±0,010 mmol/kg, dry 0,032±0,011mmol/kg e na amêndoa desidratada 0,044±0,011 mmol/kg. Mesmo com o aumento do teor de hidroperóxidos em função do processamento, todas as amostras estão dentro dos padrões estabelecidos na legislação brasileira. Os resultados para absorbância em luz ultravioleta a 232 nm corroboram os resultados da formação de peróxidos, com diferença significativa entre as amostras. Os valores apresentados pelas castanhas in natura, dry e amêndoa desidratada foram de 2,14±0,28, 1,60±0,47 e 3,08±0,37 E1% 1cm, respectivamente. Apesar das diferenças entre indicadores do estado oxidativo das amostras, não houve diferença significativa na estabilidade oxidativa da fração lipídica, quantificada pelo período de indução em Rancimat, cuja média foi de 4,29 horas. A composição em ácidos graxos das amostras também foi similar, sem diferenças significativas entre grupo de ácidos graxos saturados, monoinsaturados e polinsaturados. Em todas as amostras os resultados para coliformes em termos de E. coli foram menores que 1 NMP/g, e ausência de Salmonella em 25 g de castanha. Entretanto, elevados índices de contaminação por aflatoxinas foram encontrados. Apenas 5 das 24 amostras estavam dentro dos limites estabelecidos nas legislações brasileiras e da União Europeia. Contudo, a presença de contaminação por aflatoxinas nas amostras de amêndoas desidratadas, foi reduzida significativamente, após as etapas de seleção e classificação das castanhas. Por meio destes resultados concluímos que as etapas do processamento interferem positivamente na qualidade da castanha-do-brasil.
Título em inglês
Effect of processing steps on the quality of Brazil nut (Bertholletia excelsa, H.B.K.): evaluation of the lipid fraction and aflatoxin contamination
Palavras-chave em inglês
Aflatoxins
Brazil nut
Processing
Quality
Resumo em inglês
Typical specie of the Amazon rainforest, the Brazil nut (Bertholletia excelsa, H.B.K.) is a wild commodity that stands out in the regional economy as a product of high economic value both in Brazilian and international markets. It presents also a recognized nutritional value, due to its composition in lipids, proteins and vitamins, in addition to being an excellent source of selenium. However, the climatic conditions of production regions, the low technological level of its supply chain and the unsuitable conditions of harvesting and handling favor the aflatoxins contamination with consequent risk to consumer health and economic losses, as well as, the deterioration by oxidation because it is a food consisting of 60 to 70% lipids. The deficiencies in processes create problems for the processing industry, that should provide the consumer one product with nutritional and health quality. This study aimed to characterize the Brazil nut at different stages of processing, but also assess their quality along the processing. Samples were analyzed in 3 stages, colected at each step of industrial processing, representing the beginning of processing (in nature), intermediate stage (dry nut) and final product (dehydrated kernel). The nutritional composition was maintained throughout the process, with predominant linolenic acid (omega-6) in cold pressed oil samples. Lipidic fraction samples presented low acid values, showing satisfactory results that fit within the limits of current legislation for crude oils: 2.20±0.84, 2.48±0.97 and 0.18±0.07 mg KOH/g in in nature, dry and dehydrated kernel samples, respectively. The peroxide value of the lipid fraction in fresh samples was 0.018±0.010 mmol/kg, in dry sample 0.032±0.011 mmol/kg, and in the dehydrated kernel, 0.044±0.011 mmol/kg. Even with the significant increase in oxidative index, the samples are within the standards established by Brazilian law. The results for absorbance in ultraviolet light (232 nm) corroborate the results of hydroperoxides formation, with significant difference among samples. Absorptivity at 232 nm in in nature nuts, dry and dehydrated kernel were 2.14±0.28, 1.60±0.47 and 3.08±0.37 E1% 1cm, respectively. There was no significant difference in oxidative stability measures by induction period in Rancimat. Samples presented a mean of 4,29 hours and the same fatty acid composition (total saturated, monounsaturated and polunsaturated fatty acids). In all samples the results for coliforms in terms of E. coli were <1 NMP/g, and there were absence of Salmonella in 25 g of nuts. However high levels of contamination by aflatoxins were found. Only 5 of the 24 samples were within the limits established in the Brazilian legislation and the European Union. But, the presence of aflatoxins in dehydrated kernel, was significantly reduced, following the steps of selection and classification of nuts. Through of these results we can conclude that the processing steps positively affect the quality of the Brazil nut.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.