• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-20052003-141438
Documento
Autor
Nome completo
Glaucia Tiemi Yorinori
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Carmello, Quirino Augusto de Camargo (Presidente)
Muraoka, Takashi
Trani, Paulo Espindola
Título em português
Curva de crescimento e acúmulo de nutrientes pela cultura da batata cv. 'Atlantic'.
Palavras-chave em português
batata
nutrientes minerais do solo
safra
Resumo em português
Por apresentar elevada capacidade de produção e por ser uma das poucas cultivares adaptadas à produção de "chips", a cultivar de batata 'Atlantic' responde por cerca de 80% do mercado brasileiro formal de batata consumida desta forma. Com os objetivos de determinar as curvas de crescimento de massa de material seco, o acúmulo máximo e a exportação de nutrientes, em lavouras comerciais, em duas safras, pela cv. 'Atlantic', realizou-se este trabalho nos períodos de setembro a dezembro de 2001(safra das águas) e de fevereiro a março de 2002 (safra da seca) em Itapetininga-SP, localizada na latitude 23 o 35'08" S, longitude 48 o 02'50" W e com 636 m de altitude. Para isso, foram delimitadas quatro parcelas de 100 m X 17 m em lavouras comerciais, das quais foram realizadas coletas semanais das plantas a partir de 20 dias após o plantio. As plantas coletadas foram separadas em raízes, caules, folhas e tubérculos e secas e pesadas para a obtenção da massa de material seco nos diferentes estádios de desenvolvimento, sendo posteriormente moídas, e submetidas à análise para a obtenção da extração de nutrientes ao longo do ciclo. A análise estatística dos parâmetros avaliados foi feita considerando-se as épocas de plantio e quatro repetições. Os resultados permitiram as seguintes conclusões: a safra das águas produziu mais massa de material seco que a safra da seca. O acúmulo de massa da planta foi influenciado pelos estádios da cultura e pela safra: vegetativo (2,2 e 5,2%) < tuberização (13 e 20%) < enchimento de tubérculos (90 e 95%) < maturação (100 e 100%) para a safra das águas e da seca, respectivamente. A seqüência de acúmulo máximo na safra das águas foi: nitrogênio > potássio > cálcio > fósforo > magnésio > enxofre > ferro > manganês > zinco > boro > cobre. Na safra da seca, o potássio trocou de posição com o nitrogênio e o fósforo com o cálcio. O acúmulo máximo dos nutrientes depende da safra e do nutriente: nitrogênio (140 e 119); fósforo (17,6 e15,2); potássio (134 e 139); cálcio (21,7 e 14,6); magnésio (14,3 e 6,9); enxofre (10,8 e 14,6) em kg ha -1 ; boro (107 e 84,3); cobre (43,5 e 38,9); ferro (1.229 e 790); manganês (250 e 130); zinco (156,6 e 124,6) em g ha -1, para as safras das águas e da seca, respectivamente. A seqüência de exportação de nutrientes pelos tubérculos na safra das águas foi: nitrogênio > potássio > fósforo > enxofre > magnésio > cálcio > ferro > zinco > boro > manganês > cobre. Na safra da seca, potássio trocou de posição nitrogênio e cobre com manganês.
Título em inglês
Growth curve and nutrient accumulation of Atlantic potatoes.
Palavras-chave em inglês
plant growth mineral soil nutrient
potato
season
Resumo em inglês
By presenting a high yield potencial and being one of the few cultivars adapted for chipping, Atlantic potatoes are responsible for approximately 80% of the brazilian formal potato chips market. With the objective of determining the growth curves, maximum nutrient accumulation and nutrient exportation, this study was carried out in Itapetininga, São Paulo State, at 23o 35'08" S of latitude, 48o 02'50" W of longitude and 636 meters above sea level, in two commercial areas of Atlantic potatoes from September to December 2001 (wet season), and from February to March 2002 (dry season). Four plots with 100 m X 17 m were set in each experiment and plants were collected weekly, after 20 days from planting. The collected plants were separated in roots, stems, leaves and tubers, dried and weighted, to obtain the dry-matter at different stages of growth. Samples were ground and analized to obtain nutrients concentration and to calculate nutrients accumulations. Statistical analysis considered the season and four replications. Results showed that wet season potatoes had higher dry-matter production than those of dry season. Nutrient accumulation was influenced by growth stage and season: vegetative (2.2 and 5.2%) < tuberization (13 and 20%) < tuber bulking (90 and 95%) < maturation (100 and 100%) for wet and dry season, respectively. The maximum nutrient accumulation in the wet season was: nitrogen > potassium > calcium > phosphorus > magnesium > sulphur > iron > manganese > zinc > boron > copper. During dry season, potassium changed position with nitrogen, and phosphorus with calcium. Maximum accumulation of nutrients (kg ha-1 for macronutrients and g ha-1 for micronutrients) depended on the season and on the nutrient: nitrogen (140 and 119); phosphorus (17.6 and 15.2); potassium (134 and 139); calcium (21.7 and 14.6); magnesium (14.3 and 6.9); sulphur (10.8 and 14.6); boron (107 and 84.3); copper (43.5 and 38.9); iron (1229 and 790); manganese (250 and 130); zinc (156.6 and 124.6), for wet and dry season, respectively. The nutrient exportation by the tubers in the wet season was: nitrogen > potassium > phosphorus > sulphur > magnesium > calcium > iron > zinc > boron > manganese > copper. In the dry season, potassium changed position with nitrogen, and copper with manganese.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
glaucia.PDF (1.12 Mbytes)
Data de Publicação
2003-07-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.