• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Roberto Naves Souza Aguiar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Corsi, Moacyr (Presidente)
Cantarella, Heitor
Nussio, Luiz Gustavo
Título em português
Avaliação de parâmetros minerais e determinação das normas DRIS do capim Tanzânia.
Palavras-chave em português
adubação
capim – Tanzânia
diagnose foliar
irrigação
nutrição vegetal
pastagens
pastejo (manejo)
Resumo em português
O objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito do manejo do pastejo e do período sobre a concentração dos minerais em diferentes partes da forrageira e sobre o consumo e reciclagem dos minerais por meio do pastejo. O experimento foi realizado de outubro de 1999 a outubro de 2000 em um sistema de pastejo rotacionado em área irrigada de Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia estabelecidas na ESALQ, Piracicaba, SP. O delineamento foi em blocos (4) completos ao acaso com três massas de forragem pós-pastejo (1.000, 25.000 e 4.000 kg/ha de massa seca verde (MSV)), caracterizados, respectivamente, como tratamentos de alta, média e baixa intensidade de pastejo. O período de coleta apresentou diferenças nas concentrações dos minerais em diferentes partes da forrageira. As menores concentrações de nitrogênio e fósforo nas partes analisadas foram observadas no período 01 (30/10/1999 a 14/02/2000), correspondente a primavera e verão. A concentração de potássio variou na maioria das partes analisadas entre os períodos experimentais, sendo os menores valores encontrados no período 02 (15/02/2000 a 01/06/2000). Para o cálcio, ocorreu variação nas concentrações de LFRE (lâmina de folha recém-expandida) e LFM (lâmina de folha madura) entre os períodos ocorrendo maiores valores no período 02. As maiores concentrações de magnésio e enxofre ocorreram no período 03 (02/06/2000 a 23/10/2000). Por outro lado, a intensidade de pastejo demonstrou pouca influência sobre a concentração dos minerais na planta, ocorrendo, na maioria das vezes, apenas diferenças na concentração da LFM, como nos casos do N, P, S e Zn, sendo que estes apresentaram maiores concentrações na LFM no tratamento de alta intensidade. O aumento da intensidade determinou aumento do consumo animal de minerais, com valores de 44,9 kg N; 4,0 kg P; 54,2 kg K; 6,1 kg Ca; 8,3 kg Mg e 2,6 kg S por hectare, por ciclo de pastejo, no tratamento de alta intensidade. Do mesmo modo, maiores quantidade e porcentagem de minerais contidos na forragem pré-pastejo retornaram ao solo via fezes e urina quando a pastagem foi manejada com alta intensidade. Assim, as diferenças entre consumo e reciclagem de minerais de acordo com a intensidade de pastejo podem determinar diferenças nas adubações. A partir das determinações desse primeiro ano experimental, e das coletas de forragem do segundo ano experimental, entre fevereiro de 2002 e janeiro de 2003, em áreas irrigadas e de sequeiro estabelecidas com capim Tanzânia, foi determinada a norma DRIS para o capim Tanzânia. O método DRIS, com base nas normas determinadas a partir de uma população de alta produção, demonstrou-se acurado para diagnosticar as amostras de tecido foliar como deficientes, equilibradas e excessivas. No entanto, existiu pouca relação entre IBN (índice de balanço nutricional) e produção de massa seca. Quanto aos métodos utilizados para cálculo das funções, o proposto por Jones (1981) demonstrou menores variações entre os índices DRIS e não apresentou relação do IBN com a produção de massa seca, o que determinou a indicação dos métodos propostos por Beaufils (1973) e Elwali & Gascho (1984) para o cálculo do índice DRIS.
Título em inglês
Mineral parameters evaluation and dris norms for panicum maximum jacq. cv Tanzânia.
Palavras-chave em inglês
fertilization
irrigation
leaf oragnose
pasdure management
plant nutrition
sward
tanzania
Resumo em inglês
The objective of this research was to evaluate the effects of grazing management and season of the year on mineral concentrations in four parts of Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia (EL – expanded leaf, RELB – recent expanded leaf blades, MLB – mature leaf blades and SS – stems plus sheaths), and on mineral intake and recycling through grazing cattle. One experiment was done from October 1999 to October 2000 on an irrigated area under rotational grazing. Treatments imposed were three post-grazing residues, 1000, 2500 and 4000 Kg/ha of green dry matter, respectively in a four randomized complete blocks design. Season of the year affected mineral concentrations in every part of the plant. From October till beginning of February (period 1) there was low concentration of nitrogen and phosphorous in all parts of the plant. Potassium concentrations varied among season of the year; its lowest concentrations occurred from February to May (period 2). Calcium concentration of the RELB and MLB, also varied along seasons of the year occurring highest values in period 2. The highest concentrations of magnesium and sulphur occurred for June to October (period 3). Grazing intensity had small influence on plant mineral concentrations. The MLB showed higher concentrations of N, P, S and Zn on the low post-grazing residue. Mineral intake was higher on the low post-grazing residue; intake levels during one grazing cycle at the low post-grazing residue were 44.9 kg N; 4.0 kg P; 54.2 kg K; 6.1 kg Ca; 8.3 kg Mg e 2.6 kg S per hectare. A higher mineral percentage of the pre-grazing forage mass was returned to the soil via feces and urine when the pasture was managed with low post-grazing residue. Differences between intake and mineral recycling related to the grazing intensity can be used to establish the adequate fertilization for pasture maintenance and production. The DRIS norms for the Tanzania grass were determined using data colleted during two periods: October 1999 through October 2000 and February 2002 through January 2003. The DRIS method, based on the established norms, was accurate to diagnose deficiencies, balance and excess nutrients in leaf tissue. There was a low relationship between NBI (Nutritional Balance Index) and dry matter yield. The method proposed by Jones (1981) showed smaller variations between DRIS indexes and showed no relationship between NBI and dry matter yield. Methods proposed by Beaufils (1973) and Elwali & Gascho (1984) were more suitable to estimate DRIS index.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
roberto.pdf (3.34 Mbytes)
Data de Publicação
2004-08-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.