• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2006.tde-20062006-133004
Documento
Autor
Nome completo
Liris Kindlein
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2006
Orientador
Banca examinadora
Machado Neto, Raul (Presidente)
d'Arce, Raul Dantas
Louvandini, Helder
Packer, Irineu Umberto
Vieira, Paulo de Figueiredo
Título em português
Efeito de IgG e IGF-I das primeiras refeições lácteas sobre a flutuação sérica e características do epitélio intestinal em bezerros recém-nascidos
Palavras-chave em português
bezerros
colostro
imunoglobina
liofilização
morfologia animal
morfometria
trato digestivo de animal
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos de diferentes manejos de fornecimento de colostro sobre a aquisição sérica de imunoglobulina G (IgG) e do fator de crescimento semelhante à insulina-I (IGF-I), bem como as modificações morfológicas e morfométricas do epitélio intestinal em bezerros recém-nascidos. Foi utilizado o fornecimento prolongado de colostros de diferentes concentrações, incluindo colostro enriquecido com colostro liofilizado e acompanhada a flutuação dos níveis séricos de IgG e proteína total (PT) nas primeiras 72 horas de vida, com diferentes condições iniciais de aquisição de imunidade passiva. Também foi estudada a relação da massa de IGF-I ingerida com possíveis alterações na morfologia entérica e nos enterócitos. Oitenta e dois bezerros da raça Holandesa receberam, ao nascimento, colostro com concentrações variáveis de IgG. Com base na avaliação sérica das imunoglobulinas realizada na décima hora de vida, os animais foram distribuídos em dois grupos, IgG sérica abaixo ou acima de 12 mg mL-1. Cada grupo foi submetido à três tratamentos de acordo com a refeição fornecida às 12 horas de vida, colostro baixo (concentração de IgG inferior à 30 mg mL-1), colostro alto (superior à 100 mg mL-1) ou colostro enriquecido de colostro liofilizado (superior à 120 mg mL-1). Às 0, 10-12, 24, 36, 48 e 72 horas de vida foi coletado sangue dos bezerros para análise de IgG, PT e IGF-I, e amostras do duodeno; jejuno proximal, médio e distal; e íleo para análise histomorfológica. Para análise das variáveis séricas, considerou-se um delineamento experimental inteiramente casualizado com medidas repetidas no tempo. Para análise das variáveis morfométricas dos segmentos intestinais foi considerado um arranjo fatorial 3X3+1, correspondendo à massa total de IGF-I fornecida via colostro, às idades de abate (10, 24-36 e 72 horas de vida) e o grupo controle (nascimento). O fornecimento prolongado de colostro enriquecido em bezerros com alta aquisição inicial não apresentou efeito significativo sobre a flutuação sérica de IgG. A ingestão de sólidos totais acima de 150 g determinou menores valores de IgG sérica. Os animais com baixa aquisição inicial mostraram uma maior eficiência de absorção de anticorpos comparados aos com alta aquisição inicial. A massa de IGF-I consumida não influenciou os níveis séricos desta variável, porém influenciou o comportamento da densidade dos vilos ileais e a altura dos microvilos do duodeno, jejuno proximal e médio. Os valores do volume parcial da mucosa absortiva do nascimento às 10 horas de vida apresentaram diferenças significativas. O fornecimento prolongado de colostro de alta concentração de imunoglobulinas e IGF-I influenciou a morfologia da mucosa entérica.
Título em inglês
Effects of IgG and IGF-I of the first milky meals on the serum fluctuation and characteristics of the intestinal epithelium in the newborn calves
Palavras-chave em inglês
enterocytes
immunity passive
immunoglobulins
intestine
lyophilized colostrum
microscopy
morphology
morphometry
villi
Resumo em inglês
The objective of this study was to evaluate the effects of different colostrum supply on the serum immunoglobulin G (IgG) acquisition and the insulin-like growth factor-I (IGF-I), as well as the morphologic and morphometric modifications of the intestinal epithelium in the newborn calves. The prolonged supply of colostrum with different concentrations was used, including colostrum enriched with lyophilized colostrum, and was accompanied the fluctuation of serum IgG and total protein (TP) of calves in the first 72 hours of life, according to initial passive immunity acquisition. It was also studied the relation of IGF-I mass ingested with possible alterations in the intestinal morphology and enterocytes. Eighty two Holstein calves received at birth colostrum with different concentrations of IgG. Based on serum immunoglobulins evaluation at ten hour of life, the animals were distributed in two groups, serum IgG below or above 12 mg mL-1. Each group received three treatments in agreement with the meal supplied at 12 hours of life, low colostrum (IgG inferior to 30 mg mL-1), high colostrum (superior to 100 mg mL-1) or enriched with lyophilized colostrum (superior to 120 mg mL-1). At 0, 10-12, 24, 36, 48 and 72 hours of life blood was collected from calves for IgG, TP and IGF-I analysis, and samples from duodenum; proximal, middle and distal jejunum, and ileum for histomorphologic analysis. A completely randomized design was used with the serum variables analyzed as repeated measures on time. The morphometric variables of the intestinal segments were considered a factorial arrangement 3X3+1, corresponding to the total mass of IGF-I supplied in colostrum and the slaughter ages (10, 24-36 and 72 hours of life) plus the control group (birth). The prolonged supply of enriched colostrum in calves with high initial acquisition did not present significant effects on the serum IgG fluctuation. The ingestion of total solids above 150 g determined lower values of serum IgG. The animals with low initial acquisition showed better absorption efficiency of antibodies compared to high initial acquisition. The mass of IGF-I consumed did not influence the serum levels of this variable; however it influenced the behavior of the density of the ileum villi and the height of the microvillus from duodenum, proximal and middle jejunum. The values of the partial volume of the absorptive mucous membrane from birth to 10 hours of life presented significant differences. The prolonged supply of colostrum with high immunoglobulins and IGF-I concentrations influenced the morphology of the intestinal mucosa.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LirisKindlein.pdf (6.76 Mbytes)
Data de Publicação
2006-07-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.