• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2015.tde-19102015-100315
Documento
Autor
Nome completo
Veridiana Lourenço de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2015
Orientador
Banca examinadora
Lanna, Dante Pazzanese Duarte (Presidente)
Almeida, Rodrigo de
Bittar, Carla Maris Machado
Mourão, Gerson Barreto
Reis, Ronaldo Braga
Título em português
Parametrização e avaliação de modelos de estimativa das exigências e do desempenho de bovinos leiteiros para uso no Brasil
Palavras-chave em português
Bezerras leiteiras
Crescimento
Ingestão de matéria seca
Meta-análise
Modelos de nutrição
Vacas leiteiras cruzadas
Resumo em português
O rebanho brasileiro de bovinos leiteiros é composto predominantemente por vacas mestiças criadas em condições tropicais. Os principais modelos usados no Brasil para a formulação e avaliação de dietas são norte-americanos e baseados nas exigências de vacas Holandesas em clima temperado. A principal contribuição do primeiro capítulo deste estudo foi o desenvolvimento e avaliação de um novo modelo para estimar a ingestão de matéria seca (IMS) de vacas mestiças. A nova equação de predição da IMS foi desenvolvida e avaliada usando um banco de dados com 161 médias de tratamentos provenientes de 38 estudos brasileiros publicados com vacas mestiças [n = 446 vacas, 16,60 ± 5,70 (DP) kg leite/dia]. O modelo proposto foi: IMS (kg/dia): [0,5552 (± 0,06636 EP) × LC4%G + 0,06332 (± 0,009455) × PV0,75] × [1 - e (- 0,7732 (± 0,7019) × (SEM - 1,629 (± 1,9313))) ]. O novo modelo apresentou maior acurácia (QMEP = 1,64, r2 = 0,88) na predição da IMS quando comparado com modelos norte-americanos. O novo modelo de predição da IMS pode ser aplicado na formulação de dietas para vacas leiteiras mestiças em condições tropicais. No capítulo 2, um estudo avaliou as novas atualizações das exigências nutricionais de bezerras leiteiras sugeridas por Van Amburgh e Drackley (2005) e inseridas em programa comercial (AMTS, Agricultural Modeling and Training Systems, AMTS.Cattle.ProTM Calf Model versão 3.5.8.0, 2015). Dados de 16 estudos brasileiros envolvendo 51 dietas para bezerros leiteiros (n = 485, peso ao desmane de 62,02 ± 10,16 kg) foram usados para avaliar os modelos do NRC (2001) e o AMTS. Nas condições do conjunto de dados do presente estudo, ambos os sistemas superestimaram o ganho calculado a partir da proteína disponível. O ganho de peso estimado pela energia disponível da dieta, foi superestimado em 19 g/dia quando calculado pelo NRC e subestimado em 68 g/dia quando calculado pelo AMTS. O ganho de peso possível a partir da energia disponível foi menor quando calculado pelo AMTS em relação ao NRC (2001). Para o conjunto de dados experimentais brasileiros, os ganhos de peso de bezerros foram 32% inferiores aos descritos na literatura para sistemas norte-americanos. As razões para esta discrepância precisam ser compreendidas, pois somente assim novos modelos poderão ser desenvolvidos e parametrizados para estimar o desempenho animal de forma mais acurada e precisa.
Título em inglês
Parameterization and evaluation of models to estimate the requirements and performance of dairy cattle for use in Brazil
Palavras-chave em inglês
Crossbred dairy cows
Dairy calf
Dry matter intake
Growth
Meta-analysis
Nutrition models
Resumo em inglês
The Brazilian dairy herd is mainly made up of crossbred cows fed under tropical conditions. The main models in use to formulate and evaluate diets in Brazil are from North America. These models are based on the requirements of Holstein dairy cows under temperate climate. Therefore, the main contribution of this first Chapter was the development and evaluation of a new model to estimate dry matter intake (DMI) of crossbred dairy cows. The new DMI equation was developed and evaluated using a database with 161 treatment means from 38 published studies of Brazilian crossbred cows [n = 446 dairy cows, mean milk production of 16.60 ± 5.70 (SD) kg/day]. The new model showed higher DMI prediction accuracy (MSEP = 1.64, r2 = 0.88) than American models. Therefore, this model can be used in the formulation of diets for crossbred dairy cows under tropical conditions. In Chapter 2, we evaluated the updates on the nutritional requirements of dairy calves suggested by Van Amburgh and Drackley (2005) and inputted into Agricultural Modeling and Training Systems (AMTS, AMTS.Cattle.ProTM Calf Model version 3.5.8.0, 2015). Data from 16 previous Brazilian studies involving 51 diets for dairy calves (n = 485 calves, weaning weight of 62.02 ± 10.16 kg) were used to evaluate the Nutrient Requirements of Dairy Cattle - NRC (2001) and AMTS models. According to the data set from this study, both systems overestimated the gain calculated from the available protein. The weight gain estimated by the energy available from the diet was overestimated by 19 g/day when calculated by the NRC and underestimated by 68 g/day when calculated by AMTS. Weight gain estimated by the dietary energy of the AMTS system was lower than the NRC (2001). The Brazilian data set showed a calf gain around 32% lower than those described in U.S. dairy farms. The reasons for this discrepancy need to be understood, for only then can new models be developed and parameterized to estimate animal performance more accurately and precisely.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.