• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2002.tde-17072002-155504
Documento
Autor
Nome completo
Marco Antonio Penati
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Corsi, Moacyr (Presidente)
Costa, Ciniro
Herling, Valdo Rodrigues
Nascimento Junior, Domicio do
Pedreira, Carlos Guilherme Silveira
Título em português
Estudo do desempenho animal e produção do capim Tanzânia (Panicum maximum, Jacq.) em um sistema rotacionado de pastejo sob irrigação em três níveis de resíduo pós-pastejo.
Palavras-chave em português
bovino
capim colonião
desempenho animal
forragem
pastejo rotativo
produtividade animal
Resumo em português
O objetivo dessa pesquisa foi o de avaliar o efeito de massa de forragem no resíduo sobre as características morfológicas, produção das pastagens, desempenho e produtividade animal. O experimento foi desenvolvido no período de 30 de outubro de 1999 até 03 de janeiro de 2001 em um sistema rotacionado de pastagens irrigadas de Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia estabelecidas na Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" em Piracicaba/SP. O delineamento experimental foi o de blocos (4) completos ao acaso com três disponibilidades de forragem no resíduo (1000, 2500 e 4000 kg/ha de matéria seca verde (MSV)). A semeadura foi realizada em 17 de março de 1999 e a adubação de correção do solo tinha o objetivo de atingir os seguintes valores: 80% de saturação por bases; 30 mg/cm3 de fósforo e 5% de potássio na CTC. Os piquetes foram adubados com 334 kg/ha/pastejo de 24-04-24. Os animais utilizados foram machos castrados da raça nelore com cerca de 10 meses de idade. Foram conduzidos quatro pré experimentos sendo três deles para deteminar a melhor relação dimensão: formato da unidade amostral e a quantidade de amostras para avaliar a massa de forragem. O quarto pré experimento teve como objetivo avaliar a relação entre profundidade de pastejo e altura das planta antes do pastejo. A avaliação da massa de forragem em piquetes estabelecidos com plantas que formam touceiras deve ser realizada através de quatro amostras de 1 m2 (1m x 1m). A profundidade de pastejo foi relacionada linearmente com a altura das plantas independente da intensidade de pastejo e do dia de ocupação do pasto. A intensidade de pastejo não teve efeito sobre o angulo de inclinação dos perfilhos mais externos da touceira, sobre o formato das touceiras e sobre a distribuição da densidade de forragem no perfil da pastagem indicando que o capim Tanzânia tem pouca plasticidade em relação a essas características. Entretanto a proporção de haste, de folhas, de material morto, da altura, da relação folha/haste foram características morfológicas afetadas pelos tratamentos e épocas do ano. A taxa de cobertura do solo diminuiu durante período experimental independente do tratamento enquanto que o tamanho das touceiras esteve associado a mecanismos rápidos de adaptação da planta a mudanças no meio ambiente causadas pelas diferentes disponibilidades de forragem. O desempenho animal esteve mais relacionado com a oferta e disponibilidade de forragem do que com a relação folha/haste e a densidade de forragem. Apesar da produtividade animal não ser alterada pelos tratamentos, o manejo mais adequado seria o de manter a disponibilidade de forragem no resíduo superior a 2915 kg MSV/ha assim como as ofertas de forragem maiores do que 14,9 kg MSV/100 kg PV ou 6,1 kg de folhas/100 kg PV afim de melhorar o desempenho dos animais e reduzir a idade de abate em 150 dias quando comparado com o tratamento que teve como massa de forragem no resíduo 1266 kg MSV/ha.
Título em inglês
Study of the animal performance and herbage production of irrigated tanzania grass (Panicum maximum, Jacq.) in a rotational grazing system under three post-grazing residues levels.
Palavras-chave em inglês
animal growth
animal productivity
cattle
Panicum maximun
pastures
rotational grazing
Resumo em inglês
This research was to evaluate effect of the post-grazing pasture mass on morphological characteristics, herbage production and animal performance and productivity from irrigated and rotationally grazed system with Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia. The experimental period was October 30/1999 to January 03/2001 and established at Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Piracicaba/SP. A complete randomized block design with three postgrazing residues (1.000, 2.500 e 4.000 kg/ha of green dry matter - GDM) and four replicates was used. The grass seeding was performed on March 17/1999 and soil was limed and fertilized to 80% base saturation, phosphorus (resin) level of 30 mg/cm3 and 5% potassium in the cation exchange capacity. In each grazing cycle paddocks were fertilized with 24-04-24 (334 kg/ha). Nellore steers with approximately 10 months of age were used. Four pre-experiments were conducted, the first three to determine the best dimesion:format ratio of the sampling unit and the most appropriate number of samplings in evaluating herbage mass. The fourth pre-experiment aimed to evaluate the relationship between grazing depth (progressive sward defoliation during the grazing period) and plant height before grazing. Herbage mass evaluation in tussock-forming pastures should be performed taking four 1 m2 samples (1m x 1m). Grazing depth was linearly correlated to plant height, irrespective of grazing intensity and days on the grazing period. Grazing intensity had no effect on the slope of the angle between soil and tillers on the border of the tussock, neither on tussock shape nor on forage bulk density across the sward profile, indicating Tanzania grass has limited plasticity for these characteristics. However, stem, leaf and dead material proportion in herbage samples, as well as leaf/stem ratio and plant height were affected by treatments (post-grazing residues) and season of the year. The ground area covered by grass tussocks decreased during the experimental period, irrespective of the treatment. The tussock size was associated with fast adaptation mechanisms of the plants in response to changes in environment resulting from different post-grazing herbage masses. Animal performance was better related to herbage allowance and post-grazing residues than with leaf/stem ratio or forage bulk density. Treatments did not altered animal productivity. In spite of this, it would be more adequate to allow post-grazing pasture mass to be higher than 2.915 kg GDM/ha and herbage allowance to be higher than 14,9 kg GDM/100 kg live weight (LW) or 6,1 kg of leaves/100 kg LW. This grazing management would improve animal performance and anticipate slaughter age in 150 days when compared to the treatment with post-grazing pasture mass of 1.266 kg GDM/ha.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
marco.pdf (1.25 Mbytes)
Data de Publicação
2002-08-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.