• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2004.tde-14122004-112647
Documento
Autor
Nome completo
Miguel José Thomé Menezes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Corsi, Moacyr (Presidente)
Pedreira, Carlos Guilherme Silveira
Santos, Patricia Menezes
Título em português
Eficiência agronômica de fontes nitrogenadas e de associações de fertilizantes no processo de diferimento de Brachiaria brizantha cv Marandu.
Palavras-chave em português
brachiaria
capim marandu
crescimento vegetal
fertilizantes nitrogenados
pastejo
Resumo em português
Para avaliar a eficiência do uso de diferentes fontes nitrogenadas e associações de fertilizantes aplicadas no momento do diferimento de B. brizantha cv. Marandu sobre a produção de forragem e recuperação aparente do nitrogênio aplicado nos períodos de crescimento, pastejo e rebrota, além do valor nutritivo da forragem pastejada e das perdas por pastejo, foi realizada essa pesquisa, entre março e novembro de 2003. O delineamento foi em blocos completos ao acaso, com quatro repetições, sendo a dose de N aplicada de 50 kg.ha-1. Os seis tratamentos foram: testemunha (0 kg.N.ha-1), uréia, sulfato de amônio, uréia associada ao sulfato de amônio, uréia associada ao cloreto de potássio e uréia associada ao superfosfato simples. Durante o período de crescimento, entre março e julho, não houve diferenças entre tratamentos na produção de forragem aos 104 dias de vedação da planta indicando que estudos que objetivam a aplicação de associações de fertilizantes devem ter controle sobre a uniformidade da distribuição, por essa representar fonte de variação desconhecida. Os valores médios nesse momento foram de 6000, 2700 e 1100 kg.ha-1 de MS, MSV e LFV, respectivamente, sendo a taxa média de acúmulo de forragem de 26,1 kg MS.ha-1.dia-1. As máximas produções de MS, MSV e LFV ocorreram aos 77, 63 e 63 dias, aos 421, 328 e 429 GD e às 3855, 2709 e 3033 UF respectivamente, indicando que áreas diferidas adubadas devem ser utilizadas na primeira metade do período seco. O uso de GD e UF não apresentaram vantagens em relação à avaliação diária. A recuperação média do N aos 104 dias foi de 11,6%. No período de pastejo, entre julho e setembro, as reduções na MSV foram mais aceleradas que as de MS total. A altura da planta decresceu mais lentamente que a MS, principalmente devido à presença de hastes. Isso contribuiu para a definir a densidade volumétrica das folhas verdes como ferramenta indicada ao monitoramento da forragem diferida durante o pastejo. As perdas por pastejo situaram-se entre 1500 e 2500 kg MS.ha-1. Os teores médios de NDT no pastejo simulado foram 52,9% e 50,7% na primeira e quarta quinzenas de pastejo, respectivamente. O teor de PB acompanhou a mesma tendência, apresentando valores médios tanto para planta toda quanto para pastejo simulado no início e final desse período de 4,2% e 3,1%, respectivamente. A DIVMS média da forragem colhida na simulação de pastejo foi superior a da forragem ofertada ao animal em pastejo, porém decrescente ao longo do período de pastejo. Os valores do pastejo simulado foram de 58% e 50,1% na segunda e oitava semanas de pastejo respectivamente. Não houve diferenças de produção de forragem entre os tratamentos durante a rebrota, porém a PB dos tratamentos adubados foi superior a da testemunha, o que resultou em recuperações do N crescentes ao longo das avaliações, atingindo 29% aos 47 dias de crescimento, e indicando que houve efeito residual da adubação nitrogenada no momento do diferimento, sem no entanto reverter em aumentos de produção de forragem.
Título em inglês
Agronomic efficiency of nitrogen sources and fertilizers associations on deferment process of Brachiaria brizantha cv Marandu pastures.
Palavras-chave em inglês
brachiaria brizantha
deferment
grazing
marandu grass
nitrogen fertilizers
vegetal growing
Resumo em inglês
The present research was conducted, from March through November 2003, to evaluate the efficiency of different nitrogen sources and fertilizers combinations on the deferment process of B. brizantha cv. Marandu upon forage production and applied nitrogen recovery along the growing, grazing and regrowth phases, besides the grazed forage nutritive value and the grazing losses. A four repetition, randomized complete block design was used, and the nitrogen amount applied was 50 kg.ha-1 (with exception for the control treatment). The six treatments imposed were: control, urea, ammonium sulfate, urea associated with ammonium sulfate, urea associated with potassium chloride and urea associated with single superphosphate. During growing phase, from March to July, there were no production differences among treatments after 104 days of growing period, indicating that fertilizer associations experiments should evaluate application uniformity, because it represents unknown variation source. The total dry matter production (DM), green dry matter production (GDM) and green leaves blades (GLB) obtained was 6000, 2700 and 1100 kg.ha-1, respectively. The maximum DM, GDM and GLB productions occurred at 77, 63 and 63 growing days; 421, 328 and 429 degree-days (DD); and 3855, 2709 and 3033 photothermal units (PU), respectively, indicating fertilized areas should be grazed at the end of autumn and beginning of winter. The DD and PU utilization weren’t better than the daily evaluation. The nitrogen average recovery at 104 days of growing was 11.6%. During grazing phase, from July trough September, GDM reductions occurred faster than DM. Plant height decreasing rhythm was slower than total DM, due to the stems. Therefore the green leaves volumetric density was chosen as the most appropriate monitoring tool of pasture during grazing. Losses values were located between 1500 and 2500 kg DM.ha-1. Simulated grazing TDN average fractions were 52.9% and 50.7% at second and eighth grazing weeks, respectively. CP fraction followed the same behavior, presenting simulated grazing and total offered forage average values of 4.2% and 3.1%, in the beginning and end of grazing phase, respectively. Average IVDMD of grazing simulation harvested forage was superior when compared with animal offered forage, however it was decreasing along the grazing phase. Simulated grazing digestibility values were 58% and 50.1% at second and eighth weeks, respectively. There were no forage production differences during regrowth phase; however fertilized treatments CP were higher than the control treatment, resulting in increased nitrogen recoveries along the period, reaching 29% with 47 growing days, and indicating there were residual fertilization effects. However, those effects weren’t reverted in forage production increases.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
miguel.pdf (1.13 Mbytes)
Data de Publicação
2004-12-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.