• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2014.tde-12032015-151001
Documento
Autor
Nome completo
Murilo Garrett Moura Ferreira dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2014
Orientador
Banca examinadora
Santos, Flavio Augusto Portela (Presidente)
Penati, Marco Antonio
Resende, Flávio Dutra de
Título em português
Suplementação energética de bovinos mantidos em pastagens tropicais com diferentes estratégias de manejo e seus efeitos sobre o consumo de forragem, comportamento ingestivo e parâmetros metabólicos
Palavras-chave em português
Bovinos de corte
Ingestão de forragem
Manejo do pastejo
Pastagem tropical
Suplementação energética
Resumo em português
O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da suplementação energética com dose baixa de milho moído (0 x 0,3% do PC) sobre o consumo de forragem, o comportamento ingestivo e parâmetros metabólicos (ruminais e sanguíneos) em bovinos da raça Nelore, mantidos em pastagem de capim Brachiaria Brizantha cv. Marandu. submetida à duas estratégias de manejo, 25/15cm x 35x21cm como alturas de entrada/saída dos pastos respectivamente. Foram utilizados 8 novilhos Nelores com cânulas no rumen, com PC médio de 414 kg ± 10,32. Foram utilizados 2 quadrados latinos 4X4 simultaneamente. Os animais foram alocados em 2,4 ha de pastagem de capim Brachiaria brizantha cv. Marandu. Foram estudados 2 níveis de suplementação energética (milho moído) e 2 estratégias de manejo do pastejo: T1) não suplementado e manejo 25/15 cm (alturas pré e póspastejo respectivamente); T2) suplementado com 0,3% do PC em milho moído e manejo 25/15; T3) não suplementado e manejo 35/21 cm (alturas pré e pós-pastejo respectivamente); T4) suplementado com 0,3% do PC em milho moído e manejo e 35/21 cm. Os parâmetros avaliados foram o consumo de forragem, comportamento animal, pH e amônia ruminais, concentrações de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), teores plasmáticos de glicose e digestibilidade total dos nutrientes. A suplementação com 0,3% PC causou alta taxa de substituição com tendência a redução do consumo de forragem em %PC (P<0,10) e não alterou (P>0,05) o consumo de MS digestível. Esse efeito foi observado independente da estratégia de manejo adotada. Entre as variáveis do comportamento animal a suplementação reduziu o tempo de pastejo (P<0,05) e o manejo 25/15 resultou em maior taxa de bocado (P<0,01). A suplementação não afetou o pH ruminal (P>0,05), reduziu a concentração de N-NH3 (P<0,05), aumentou a proporção molar de propionato e reduziu a relação acetato:propionato (P<0,05). O manejo 25/15 aumentou a proporção molar de propionato e houve tendência a reduzir a relação acetato:propionato (P<0,1). A suplementação energética reduziu (P<0,05) a digestão da MS da forragem, mas não (P>0.05) da FDN da forragem e aumentou (P<0.05) a digestão da MS da dieta. A digestibilidade da forragem e da dieta total apresentaram maior (P<0,05) digestibilidade da MS e da FDN quando foram manejados com 25/15 cm. A suplementação com 0,3%PC reduz o consumo de forragem e não aumenta a ingestão de energia de bovinos em sistemas de pastejo rotacionado independente da estratégia de manejo adotada. A estratégia de manejo com bovinos de corte em pastagens de bom valor nutritivo manejadas intensivamente no período das aguas promove uma praticidade no seu manejo entre o pastejo de altura com 25/15 e 35/21 cm.
Título em inglês
Supplementation of cattle maintained in tropical grazing with various management strategies and their effects on forage intake, feeding behavior and metabolic parameters
Palavras-chave em inglês
Beef cattle
energy supplementation
grazing behavior
grazing management
tropical pasture
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate the effects of low dose supplementation with ground corn (0 vs. 0.3% BW) on forage intake, feeding behavior and metabolic parameters (i.e. rumen and blood) in Nellore cattle grazing Bracharia brizantha cv. palisadegrass submitted to two managementstrategies (25 / 15cm vs. 35 / 21cm heights as pre-grazing/ post-grazing heights, respectively). Eight rumen cannulated bulls were used, averaging body weight (BW) of 414 kg ± 10.32 SEM. Two 4X4 Latin squares were used simultaneously. The animals were placed in 2.4 ha palisadegrass pastures. Two levels of supplementation (ground corn) and two grazing management strategies were studied: T1) unsupplemented management and 25/15 cm (height pre and post-grazing heights, respectively); T2) supplemented with 0.3% BW on 25/15 ground corn and management; T3) unsupplemented management and 35/21 cm; T4) supplemented with 0.3% BW with ground corn and 35/21 cm sward heights. The parameters evaluated were forage intake, animal performance, ruminal pH and ammonia-N concentrations of short chain fatty acids (SCFA), plasma levels of glucose and total tract digestibility of nutrients. Supplementation with 0.3% BW caused high substitution rates with reduced forage intake% BW (P <0.10) and no change (P> 0.05) on intake of digestible dry matter. This effect was observed regardless of the pasture management strategy. Among the variables of animal behavior, the use of supplements reduced grazing time (P <0.05) and the management 25/15 resulted in higher bite rates (P <0.01). Supplementation did not affect ruminal pH (P> 0.05), reduced the concentration of NH3-N (P <0.05), increased the molar proportion of propionate and decreased the acetate: propionate ratio (P <0.05) . The management 25/15 increased the molar proportion of propionate and decreased the acetate: propionate ratio (P <0.1). Supplementation reduced (P <0.05) digestion of forage DM, but not NDF (P> 0.05) and forage increased digestion of the diet DM (P <0.05). The digestibility of forage and total diet had higher digestibility of DM and NDF when were managed with 25/15 cm (P <0.05). Supplementation with 0.3% BW reduces forage intake and does not increase the energy intake of cattle in rotational grazing systems independent of the management strategy adopted. The management strategies of 25/15 and 35/21 cm of pre- and post-grazing heights, respectively, were effective and did not differ on overall individual performance of beef cattle grazing on good nutritional value intensively managed pastures in the rainy season.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.