• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2005.tde-09092005-164016
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Menegueli Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Santos, Flavio Augusto Portela (Presidente)
Arrigoni, Mario de Beni
Nussio, Luiz Gustavo
Título em português
Substituição de milho por ingredientes alternativos na dieta de tourinhos confinados na fase de terminação
Palavras-chave em português
alimentação animal
confinamento animal
milho
nutrição animal
ração
subproduto para animal
suplemento energético para animal
touro
Resumo em português
Com o objetivo de avaliar o efeito da substituição do milho moído fino por ingredientes alternativos, foram realizados dois experimentos com tourinhos em terminação. As rações foram formuladas de acordo com o NRC (1996) para serem isoprotéicas e com balanço positivo de proteína degradável no rúmen e proteína metabolizável: No Experimento I foram utilizados 72 animais da raça Canchim (peso inicial 308 kg e idade inicial 16 meses) em um delineamento experimental em blocos casualizados com 4 tratamentos e 6 repetições. As rações continham 70% de concentrado e 30% de silagem de cana-de-açúcar tratada com aditivo microbiano Lactobacillus buchneri 50788 (Lalsil®). Os tratamentos consistiram de: 100% milho moído fino (M); 50% milho moído fino + 50% polpa cítrica (P50); 25% milho moído fino + 75% polpa cítrica (P75) e 100% polpa cítrica (P), como fontes energéticas, mais soja grão quebrada, uréia, núcleo mineral e vitamínico e monensina sódica. A ingestão de fibra em detergente neutro (P<0,05), a eficiência alimentar (P<0,05) e a energia líqüida de manutenção e de ganho (P<0,10) foram maiores no tratamento P50 em comparação ao M. Houve redução linear (P<0,05) no ganho de peso diário e na ingestão de matéria seca quando a polpa cítrica substituiu 75% e 100% do milho moído fino em comparação com 50% de substituição. De acordo com os dados obtidos, tanto a fórmula do NRC (2001) como do NRC (1996) subestimaram o valor energético da polpa cítrica em comparação com o milho moído fino. A espessura de gordura e o rendimento de carcaça não diferiram (P>0,05) entre os tratamentos. No Experimento II foram utilizados 36 tourinhos (18 Nelore e 18 Canchim), com peso inicial de 382 kg e 14 meses de idade. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, com os animais agrupados por raça e peso. O período experimental foi de 87 dias divididos em 3 sub-períodos. As rações continham 24% de silagem de capim Tanzânia e 76% de concentrado composto por polpa cítrica, farelo de soja, uréia, núcleo mineral e vitamínico, bicarbonato de sódio e monensina sódica, além de uma das fontes energéticas testadas. Os ingredientes testados foram: milho moído fino, farelo de trigo e farelo de glúten de milho-21. Em todas as rações foi mantida a proporção polpa cítrica:fonte testada de 50:50%. A substituição de milho moído fino por farelo de glúten de milho 21 reduziu a ingestão de matéria seca, a ingestão de fibra em detergente neutro (P<0,05) e o ganho de peso diário (P<0,10), mas não afetou a eficiência alimentar (P>0,05). A ingestão de fibra em detergente neutro aumentou (P<0,05) com a substituição do milho moído fino pelo farelo de trigo, mas não alterou a ingestão de matéria seca, o ganho de peso diário e a eficiência alimentar (P>0,05). Os valores observados de energia líquida de manutenção e de ganho das rações não diferiram (P>0,05) entre os tratamentos, o que indica que o NRC (2001) e o NRC (1996) subestimaram o valor energético dos subprodutos utilizados em comparação com o milho moído fino.
Título em inglês
Substitution of byproducts for ground corn in feedlot finishing diets
Palavras-chave em inglês
animal feeding
animal nutrition
bull
byproducts
corn
energetic supplement
feed lot
ration
Resumo em inglês
In order to evaluate the effects of the substitution of different byproducts for ground corn, two trials were performed with finishing yearling bulls. Rations were formulated according to NRC (1996) to be isonitrogenous and have positive rumen degradable and metabolizable protein balances. In trial 1 seventy two Canchim yearling bulls (308 initial body weight and 18 months of age) were used in a randomized complete block design, with 4 treatments and 6 replications. Rations contained 70% concentrate and 30% sugarcane silage, treated with microbial additive Lactobacillus buchneri 50788 (Lalsil®). Treatments were 100% ground corn (M), 50% ground corn + 50% dried citrus pulp (P50), 25% ground corn + 75% dried citrus pulp (P75), and 100% dried citrus pulp (P), as energy sources. Feed efficiency (P<0,05) and net energy for maintenance and gain (P<0,10) were greater for P50 compared to M. There was a linear reduction (P<0,05) in daily gain and dry matter intake when citrus pulp replaced 75% and 100% of ground corn, compared with P50. According to the present data, the NRC(1996) and NRC(2001) underestimated the energy value of the citrus pulp, compared to ground corn. Carcass fat depth and dressing percentage were not different (P<0,05) among treatments. In trial 2 thirty six yearling bulls (18 Nelore and 18 Canchim), averaging 382 kg initial live weight and 14 months of age, were used in a randomized complete block design. Animals were grouped by breed and initial live weight. Experimental period lasted 87 days, divided in 3 sub-periods. Rations contained 24% Tanzania grass silage and 76% concentrate, composed by citrus pulp, soybean meal, urea, vitamin-mineral mix, sodium bicarbonate and sodium monensin, plus one of the energy sources tested. Ingredients tested were: fine ground corn, wheat middling and dried corn gluten feed. All rations contained a 50:50 citrus pulp:energy source ratio. Substitution of corn gluten feed for ground corn reduced dry matter intake, neutral detergent fiber intake (P<0,05) and daily gain (P<0,10), but did not affect feed efficiency (P>0,05). Neutral detergent fiber intakes were different (P<0,05) between the ground corn and wheat middling treatments, but dry matter intake, daily gain and feed efficiency were not altered (P>0,05). Observed values for diets net energy of maintenance and gain did not differ (P>0,05) among treatments, what indicates that NRC (2001) and NRC (1996) underestimated the byproducts energy value, compared to fine ground corn.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EduardoPereira.pdf (277.23 Kbytes)
Data de Publicação
2005-09-20
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • PEREIRA, Eduardo Menegueli, et al. Substituição do milho por farelo de trigo ou farelo de glúten de milho na ração de bovinos de corte em terminação. Acta Scientiarum (UEM), 2007, vol. 29, p. 49-55.
  • PEREIRA, Eduardo Menegueli, et al. Substituição do milho por farelo de trigo ou farelo de glúten de milho-21 na dieta de bovinos em terminação. In 42a. Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, Goiânia, 2005. Anais da 42a. Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia., 2005. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.