• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2007.tde-08082007-161835
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Oliveira de Lucena Sarmento
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Silva, Sila Carneiro da (Presidente)
Mattos, Wilson Roberto Soares
Nascimento Junior, Domicio do
Pedreira, Carlos Guilherme Silveira
Sbrissia, André Fischer
Título em português
Produção, composição morfológica e valor nutritivo da forragem em pastos de Brachiaria brizantha (Hochst ex A. Rich) Stapf. cv Marandu submetidos a estratégias de pastejo rotativo por bovinos de corte
Palavras-chave em português
Bovinos de corte
Capim braquiária
Capim Marandu
Dossel – Botânica
Forragens
Luz
Pastejo
Resumo em português
A combinação entre freqüência e intensidade de pastejo determina amplitudes de manejo que podem propiciar produção de forragem em quantidade e qualidade, além de elevada eficiência de colheita. Nesse contexto, o presente experimento teve o objetivo de estudar aspectos relacionados à produção, composição morfológica e valor nutritivo da forragem em pastos de capim-marandu submetidos a estratégias de pastejo rotativo por bovinos de corte. O experimento foi conduzido em área do Departamento de Zootecnia da USP/ESALQ, em Piracicaba, SP, durante o período de outubro de 2004 a setembro de 2005. Os tratamentos corresponderam à combinação entre duas intensidades, alturas pós-pastejo de 10 e 15 cm, e dois intervalos entre pastejos, representados pelo período de tempo necessário para que 95 e 100% de luz incidente fosse interceptada pelo dossel, e foram alocados às unidades experimentais (piquetes de 1.200 m2) segundo um delineamento de blocos completos casualizados e arranjo fatorial 2 x 2, com 4 repetições. Foram avaliadas as seguintes variáveis: interceptação de luz, altura do dossel, massa de forragem, acúmulo total de forragem e de folhas, taxa de acúmulo de forragem e de folhas, composição química e morfológica da forragem produzida. De forma geral, os pastos acumularam forragem de forma semelhante durante o período experimental, porém, pastos manejados com 95% de IL apresentaram maior proporção de folhas (51,8 e 41,9%) e menor proporção de colmos (39,1 e 41,5%) e material morto (9,1 e 16,6%) que pastos manejados com 100% de IL na massa de forragem pré-pastejo, especialmente na primavera 1 (out-dez/04). Isso resultou em maior digestibilidade da forragem nos pastos de 95% em relação àqueles de 100% de IL (66,7 e 57,9%, respectivamente). No geral, as metas de altura pós-pastejo dos pastos manejados com 95% de IL foram mantidas relativamente constantes durante todo o período experimental. Contrariamente, as metas de altura pós-pastejo para os pastos submetidos ao tratamento 100/10 aumentaram ao longo do experimento, atingindo um valor 56% superior à meta original ao final das avaliações. As metas de 95% e 100% de IL estiveram consistentemente associadas a valores de altura pré-pastejo dos pastos relativamente estáveis de 25 e 35 cm, respectivamente. Pastos manejados com 95% de IL apresentaram maior proporção de folhas no resíduo em relação àqueles manejados com 100% de IL (15,5 e 8,9% respectivamente), o que propiciou que esses interceptassem mais luz após o pastejo, garantindo rebrotações mais rápidas, intervalos entre pastejos mais curtos e maior número de ciclos de pastejo. Com base nos padrões de IL e variações em composição morfológica e valor nutritivo da forragem produzida, a estratégia de pastejo mais adequada para o capim-marandu seria aquela com pastejos realizados quando 95% da IL seja atingida (25 cm de altura) durante a rebrotação e rebaixados até uma altura pós-pastejo de 15 cm.
Título em inglês
Herbage accumulation, morphological composition and nutritive value in Brachiaria brizantha (Hochst ex A. Rich) Stapf. cv Marandu subjected to rotational stocking strategies with beef cattle
Palavras-chave em inglês
Brachiaria brizantha
Herbage accumulation
Light interception
Morphological composition
Nutritive value
Sward height
Sward structure
Resumo em inglês
Combinations between frequency and intensity of grazing determine a range of management possibilities that can ensure the high production of quality herbage and, additionally, high efficiency of grazing. Against that background, the objective of this experiment was study aspects related to the accumulation, morphological composition and nutritive value of the herbage in marandu palisadegrass swards subjected to rotational stocking strategies by beef cattle. The experiment was carried out at Departamento de Zootecnia, USP/ESALQ, Piracicaba, SP, from October 2004 to September 2005. Treatments corresponded to combinations between two grazing intensities, post-grazing residues of 10 and 15 cm, and two grazing frequencies, equivalent to the period of time necessary for swards to reach 95 and 100% interception of the incident light during regrowth – LI, and were allocated to experimental units (1200 m2 paddocks) according to a complete randomised block design and a 2 x 2 factorial arrangement, with 4 replications. The following response variables were analysed: sward light interception, height, herbage mass, total dry matter and leaf accumulation, morphological and chemical composition of the accumulated herbage. In general, all swards accumulated similar amounts of herbage at the end of the experimental period, however, swards grazed at 95% LI showed higher proportion of leaf (51.8 and 41.9%) and lower proportion of stem (39.1 and 41.5%) and dead material (9.1 and 16.6%) in the herbage mass pre-grazing than swards grazed at 100% LI, particularly during spring 1 (Oct-Dec/04). This resulted in higher digestibility of the herbage on swards grazed at 95% than at 100% LI (66.7 and 57.9%, respectively). Targets of post-grazing heights were maintained relatively constant throughout the experimental period on the swards grazed at 95% LI. On the other hand, the target of post-grazing height for the 100/10 could not be maintained, and increased as the experiment progressed, reaching a final value 56% higher than originally planned. The pre-grazing targets of 95 and 100% LI were consistently associated with relatively stable values of sward height around 25 and 35 cm, respectively. Swards grazed at 95% LI showed higher proportion of leaf in the post-grazing herbage mass than those grazed at 100% LI (15.5 and 8.9%, respectively), favouring a higher light interception soon after grazing and ensuring faster regrowth, shorter grazing intervals and higher number of grazing cycles. Based on the patterns of LI and variations in morphological composition and nutritive value of the accumulated herbage, the most appropriate grazing strategy for the marandu palisadegrass correspond to grazings carried out when 95% interception of the incident light is reached during rebrowth (25 cm of sward height) to a post-grazing residue of 15 cm.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DanielSarmento.pdf (1.97 Mbytes)
Data de Publicação
2007-10-09
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • BELLINAZZO, Henrique, et al. Produção, composição botânica e morfológica da forragem acumulada por pastos de capim-Marandu submetidos a regimes de lotação intermitente por bovinos de corte. In 12 Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP, Piracicaba, SP, 2004. Anais do 12 SIICUSP.São Paulo : USP, 2004. Resumo.
  • Da SILVA, S. C., e SARMENTO, Daniel Oliveira de Lucena. Consumo de forragem sob condições de pastejo. In IV Simpósio de Pecuária de Corte - SIMPEC, Lavras, MG, 2005. Anais do IV Simpósio de Pecuária de Corte.Lavras, MG : UFLA, 2005.
  • Da SILVA, S. C., e SARMENTO, Daniel Oliveira de Lucena. Consumo de forragem sob condições de pastejo. In FUNEP - UNESP - Jaboticabal. Anais do Simpósio sobre Volumosos na Produção de Ruminantes. Organizador. Jaboticabal, SP : FUNEP, 2003{Volume}, p. 101-122.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-08082007-161835/
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.