• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2005.tde-19052005-153811
Documento
Autor
Nome completo
Maria do Carmo de Salvo Soares Novo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Victoria Filho, Ricardo (Presidente)
Christoffoleti, Pedro Jacob
Deuber, Robert
Matallo, Marcus Barifouse
Rolim, Jose Carlos
Título em português
Efeito da palha de cana-de-açúcar e do tamanho de tubérculos no desenvolvimento da tiririca (Cyperus rotundus L.).
Palavras-chave em português
brotação
cana-de-açúcar
desenvolvimento vegetal
palha
planta daninha
rizoma
tiririca
tubérculo
Resumo em português
A mudança do sistema de colheita da cana-de-açúcar com o uso de fogo para a colheita mecanizada, chamada de cana verde ou cana crua, é um processo irreversível, gradativo porém contínuo, previsto na legislação estadual paulista. Um dos pontos críticos no processo produtivo da cana-de-açúcar é a interferência imposta pelas plantas daninhas. A tiririca (Cyperus rotundus L.) é uma das plantas daninhas mais prejudiciais à cultura da cana-de-açúcar entretanto, com a implementação da colheita mecanizada, o desenvolvimento desta planta poderá ser afetado. O objetivo do experimento foi verificar se a adição de palha de cana-de-açúcar poderia afetar o desenvolvimento de plantas de tiririca provenientes de tubérculos de tamanho pequeno (0,22 a 0,34 g) e grande (1,01 a 1,14 g), plantados em diferentes épocas do ano. O experimento foi instalado em casa-de-vegetação, em Campinas, SP e disposto em blocos ao acaso com quatro repetições. Tubérculos dormentes de tiririca de tamanho pequeno e grande foram plantados em maio, julho e setembro e adicionou-se sobre o solo palha de cana-de-açúcar RB 855156, nas quantidades correspondentes a 0,0, 5,0, 10,0 e 15,0 t/ha. Em cada época de instalação do experimento, a cada 28 dias até 84 dias, as plantas de tiririca foram avaliadas quanto à altura média, cortadas ao nível do solo. As estruturas subterrâneas e aéreas foram separadas nas diferentes estruturas e avaliou-se suas biomassas frescas e secas e a área foliar. De modo geral, o tamanho maior dos tubérculos favoreceu o desenvolvimento da parte subterrânea. O número de brotações emergidas não foi afetado pelo tamanho de tubérculos mas, a altura média, área foliar e as biomassas das folhas e da parte aérea foram maiores quando originadas de tubérculos de tamanho grande. A adição de palha de cana-de-açúcar ao solo afetou mais as plantas originadas de tubérculos pequenos que de grandes. A adição de quantidades crescentes de palha de cana-de-açúcar causou redução no desenvolvimento nas diferentes estruturas subterrâneas, seguindo para todas as variáveis uma equação do segundo grau. Aplicações de quantidades crescentes de palha de cana-de-açúcar causaram diminuição no número de brotações, área foliar e as biomassas frescas e secas das folhas e da parte aérea total. A formação e o desenvolvimento dos rizomas e de tubérculos + bulbos basais, assim como das biomassas fresca e seca de rizomas e fresca de tubérculos + bulbos basais foram maiores no plantio realizados em setembro e menores nos de julho. Verificou-se que, exceto para altura média, o plantio de setembro proporcionou plantas com maior número de brotações, área foliar e biomassas fresca e seca de folhas e da parte aérea total. Para altura média, os melhores resultados foram observados no plantio de maio. Para todas as variáveis analisadas, o plantio de julho apresentou sempre os menores valores. Quanto ao efeito de época de avaliação, verificou-se que para todas as variáveis analisadas foram observados aumentos lineares em função do tempo.
Título em inglês
Effect of the sugar cane harvest straw and tuber size on the purple nutsedge (Cyperus rotundus l.) development.
Palavras-chave em inglês
cyperaceae
purple nutsedge
rhizomes
sprouts
tubers
weed
Resumo em inglês
The change in harvest systems for sugar cane from use of fire to mechanical harvest, is an irreversible process, gradual although continuous, foreseen in the São Paulo State Legislation. One of the critical points in the productive process of sugar cane is the interference imposed by weeds. Purple nutsedge (Cyperus rotundus L.) is one of the most sugar cane crop-damaging weeds, nevertheless with implementation of mechanical harvest technology, which leaves a thick layer straw superior to 20 ton/ha, the development of this plant could be affected. This experiment aimed to verify if the addition of sugar cane straw could affect the development of purple nutsedge plants deriving from tubers of small (0,20-0,34g) and large (1,01-1,14g) sizes, planted at different times of the year. The experiment was carrIED out in glass house, in Campinas, São Paulo, in randomized blocks with four replicates. Tubers of small and large sizes of purple nutsedge were planted in May, July and September, and RB 855156 sugar cane straw was added, in quantities corresponding to 0, 5,0, 10,0 and 15,0 ton/ha. Every 28 days until 84 days after each planting period, the purple nutsedge plants were evaluated as to their average plant height, cut to soil level, and the aerial part was separated from the subterranean. The aerial and subterranean structures were separated, and evaluated as to their fresh and dry weights and foliar area. Generally, the larger sized tubers were more favorable to the development of subterranean parts. The number of emerged sprouts was not affected by tuber size; but plant height, foliar area and aerial part weights were larger when originated from large-sized tubers. The addition of sugar cane straw to the soil affected plants derivated from small tuber more than those originated from large one. The addition of growing quantities of straw caused reduction in the development of different kinds of subterranean structures, following for all variables one second-order equation. Application of growing quantities of straw caused a decrease in the sprouts number, area foliar and fresh and dry leaf and total aerial part weights. The formation and development of rhizomes and tubers + basal bulbs, similarly to the fresh and dry rhizome weights of tubers + basal bulbs were larger in September planting and the smallest in July. It was verified that, with exception of average plant height, the September planting generated a larger number of sprouts, foliar area and fresh and dry leaf and total aerial part weights. As for average plant height, the best results were observed at the May planting. For all analyzed variables, the July plantation always presented the smallest values. As to the time of evaluation, it was verified that all variables increased linearly in function of time.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
maria.pdf (656.37 Kbytes)
Data de Publicação
2005-06-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.