• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2009.tde-10032009-102132
Documento
Autor
Nome completo
Juan Saavedra del Aguila
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2009
Orientador
Banca examinadora
Kluge, Ricardo Alfredo (Presidente)
Benedetti, Benedito Carlos
Fonseca, Marcos José de Oliveira
Jacomino, Angelo Pedro
Scarpare Filho, João Alexio
Título em português
Conservação pós-colheita de lichia (Litchi chinensis Sonn.)
Palavras-chave em português
Conservação de alimentos pelo frio
Enzimas
Frutas tropicais
Pós-colheita
Respiração vegetal
Vitamina C.
Resumo em português
Este trabalho teve como objetivo determinar e avaliar as respostas físico-químicas, fisiológicas, bioquímicas e sensoriais associadas às técnicas de conservação pós-colheita de lichia, sendo que para isso foram realizados seis experimentos. No primeiro experimento, foi estudado o efeito da temperatura de armazenamento (0, 5, 10, 15 e 20ºC) em lichias Bengal por 15 dias. A taxa respiratória e a produção de etileno foram significativamente influenciadas pela temperatura de armazenamento, sendo que o aumento da temperatura ocasionou maiores perdas de sólidos solúveis totais (ºBrix), ácido ascórbico e aparência. Conclui-se que as temperaturas de 0ºC e 5ºC são as mais indicadas para a conservação de lichia durante 15 dias, nas condições do presente experimento. No segundo experimento, avaliaram-se embalagens de filme de policloreto de vinila (PVC) (12, 14 e 17 m de espessura); filmes plásticos de polietileno de baixa densidade (PEBD) de 10 e 20 m; filmes plásticos de polipropileno (PP) de 0,06 e 10 m; e embalagens de tereftalato de polietileno (PET), em lichias Bengal armazenadas a 5ºC e 90% UR por 15 dias. Os filmes PP de 0,06 e 10 µm, assim como os filmes PEBD de 10 e 20 µm, apresentaram reduções drásticas dos teores de O2 e aumentos significativos de CO2. Para as condições deste trabalho conclui-se que os filmes de policloreto de vinila (PVC) de 12, 14 e 17 µm e a embalagem de tereftalato de polietileno (PET) são os melhores filmes ou embalagens para o armazenamento de lichias a 5ºC durante 15 dias. No terceiro experimento foi estudado o efeito da aplicação de diferentes antioxidantes na conservação de lichias Bengal armazenadas a 5ºC e 90% UR por 15 dias. Verificou-se que o tratamento com ácido cítrico reduz a taxa respiratória de lichia durante o armazenamento a 5oC. Entretanto, nenhum dos antioxidantes testados foi eficiente para minimizar o escurecimento do pericarpo das lichias durante o armazenamento refrigerado. O quarto experimento avaliou o efeito da aplicação de diferentes concentrações de cloreto de cálcio (CaCl2) sobre lichias Bengal armazenadas a 5ºC e 90% UR por 15 dias. Conclui-se que o cloreto de cálcio reduz a taxa respiratória de lichias armazenadas a 5oC, mas não é eficiente para minimizar a perda da coloração vermelha do pericarpo destes frutos durante o armazenamento refrigerado. No quinto experimento foi estudado o efeito da aplicação de diferentes recobrimentos na qualidade de lichias Bengal armazenadas a 5ºC e 90% UR por 15 dias. Conclui-se que nenhum dos recobrimentos ou ceras testados minimizou a perda de qualidade de lichias armazenadas a 5ºC por 15 dias. O sexto experimento avaliou diferentes tempos e temperaturas de resfriamento rápido com água em lichias B3 por 10 dias. Nas condições deste experimento, conclui-se que o pré-resfriamento da lichia com água auxilia na minimização da perda de qualidade destes frutos, mas favorece o surgimento de altos índices de podridões.
Título em inglês
Postharvest storage of lychee (Litchi chinensis Sonn.)
Palavras-chave em inglês
Cold conservation of food
Enzymes
Postharvest
Tropical fruits
Vegetal respiration
Vitamin C.
Resumo em inglês
The purpose of the present work was carried out with the objective to determine and to evaluate the physicochemical, physiological, biochemical and sensorial answers associated to the techniques of postharvest lychee conservation, and for that six experiments were evaluated. In the first experiment, the effect of the storage temperature (0, 5, 10, 15 and 20ºC) was evaluated in lychees 'Bengal' for 15 days. The respiratory rate and ethylene production were influenced significantly by the storage temperature, and the increase of the storage temperature caused more losses of soluble solids (ºBrix), ascorbic acid and appearance. Temperatures of 0 and 5ºC are recommended for lychee conservation for 15 days, in the conditions of the present experiment. In a second experiment, packages of polyvinyl chloride (PVC) films (12, 14 and 17 m thickness) were evaluated; low density polyethylene (LDPE) films of 10 and 20 m; polypropylene (PP) plastics films of 0,06 and 10 m; and polyethylene terephthalate (PET) packages, in lychee 'Bengal' stored at 5ºC and 90% RH during 15 days. The films PP 0,06 and 10 µm, as well as the films PEBD 10 and 20 µm, presented drastic reductions of the tenors of O2 and significant increases of CO2. For the conditions of this work it was concluded that the polyvinyl chloride (PVC) films of 12, 14 and 17 µm and the packing of polyethylene terephthalate (PET) are the best films or packages for the lychee 'Bengal' storage at 5ºC for 15 days. The third experiment studied the effect of the application of different antioxidants in the conservation of lychees 'Bengal' stored at 5ºC and 90% HR during 15 days. It was verified that the treatment with citric acid reduces the respiratory rate of lychee during the storage at 5ºC. However, none of the tested antioxidants was efficient to minimize the pericarp browning of the lychees during the cold stored. The fourth experiment evaluated the effect of the application of different concentrations of chloride of calcium (CaCl2) on lychees 'Bengal' stored at 5ºC and 90% HR during 15 days. It was concluded that the chloride of calcium reduces the respiratory rate of lychees stored at 5ºC, but it is not efficient to minimize the red coloration pericarp loss of these fruits during the cold stored. In the fifth experiment it was studied the effect of the application of different coatings in the lychees 'Bengal' quality stored at 5ºC and 90% HR during 15 days. It was concluded that none of the coatings or waxes tested minimized the of lychess quality loss stored at 5ºC during 15 days. The sixth experiment evaluated different times and temperatures of hydrocooling in lychees 'B3' for 10 days. In the conditions of this experiment, it was concluded that the hydrocooling of the lychee aids in the minimization of the loss of fruit quality, but it favors the appearance of high indexes of rottenness.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Juan_Aguila.pdf (6.09 Mbytes)
Data de Publicação
2009-03-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.