• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2007.tde-07032007-141229
Documento
Autor
Nome completo
Saul Jorge Pinto de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Christoffoleti, Pedro Jacob (Presidente)
Ovejero, Ramiro Fernando Lopez
Victoria Filho, Ricardo
Título em português
Características biológicas e suscetibilidade a herbicidas de cinco espécies de plantas daninhas do gênero Amaranthus
Palavras-chave em português
Biologia vegetal
Caruru
Germinação
Herbicidas
Plantas daninhas
Resumo em português
As espécies de plantas classificadas no gênero Amaranthus são frequentemente encontradas infestando áreas agrícolas brasileiras, contudo existem poucos trabalhos que avaliaram as características biológicas e o controle destas espécies. Assim sendo, este trabalho foi conduzido com o objetivo de analisar a germinação, o crescimento e o desenvolvimento, estimar a área foliar, a competitividade e a susceptibilidade a herbicidas de cinco espécies de plantas daninhas do gênero Amaranthus As espécies de Amaranthus estudadas foram: A. deflexus (caruru-rasteiro), A. hybridus (carururoxo), A. retroflexus (caruru-gigante), A. spinosus (caruru-de-espinho) e A. viridis (caruru-de-mancha). O experimento que avaliou a germinação foi conduzido no Laboratório de Análise de Sementes e os demais em casa-de-vegetação do Departamento de Produção Vegetal da ESALQ/USP, Piracicaba - SP, no período compreendido entre março e dezembro de 2005. Com relação à germinação, constatou-se que variações na disponibilidade de luz e temperatura interferem em todas as espécies de Amaranthus, em que as maiores taxas de germinação foram obtidas em condição de fotoperíodo com alternância de temperatura (8h-luz-30°C / 16h-escuro-20°C). Em condições menos favoráveis, A. viridis e A. hybridus obtiveram maiores taxas de germinação que as demais espécies. Em geral, A. deflexus e A. spinosus foram as espécies de plantas daninhas que apresentaram os menores índices de velocidade de germinação. Sobre o crescimento e desenvolvimento, constatou-se que A. deflexus foi a espécie com ciclo vegetativo mais curto, menor acúmulo de massa seca e área foliar; por outro lado, A. retroflexus e A. hybridus foram aquelas que alcançaram os maiores valores para estas variáveis. A estimativa de área foliar demonstrou que a equação linear passando pela origem (Ar=a.(C.L)) foi adequada para ajustar a relação entre as medidas lineares do limbo e a área foliar real de todas as espécies. Com relação à competição, concluiu-se que a cultura do feijoeiro é melhor competidora que todas as espécies de plantas daninhas do gênero Aramanthus que foram utilizadas neste trabalho, quando cultivadas em igualdade de proporções. A. deflexus e A. viridis foram as espécies com a fenologia menos afetada pela competição com o feijoeiro; a competição intraespecífica foi a mais prejudicial à cultura do feijoeiro, o que sugere que os danos causados pelas plantas daninhas estão mais relacionados com as altas densidades em que estas ocorrem do que com a habilidade competitiva intrínseca das espécies. O controle químico obtido para as espécies de Aramanthus avaliadas neste trabalho demonstrou diferenças de susceptibilidade aos herbicidas aplicados em pósemergência, principalmente ao trifloxysulfuron-sodium e ao chlorimuron-ethyl, em que A. deflexus foi a espécie menos suscetível, seguido por A. spinosus, A. viridis, A. hybridus e A. retroflexus.
Título em inglês
Biological characteristics and herbicide susceptibility of five weed species of the Amaranthus genus.
Palavras-chave em inglês
Germination
Herbicides
Pigweed
Plant biology
Weeds
Resumo em inglês
Plant species classified in the Aramanthus genus are frequently found infesting brazilian agricultural areas, although there are few researches that evaluated the biological characteristics and the control of these species. Therefore, this work was conducted with the objective of analyzing the germination, the growth and the development, estimating the leaf area, the competitiveness and the susceptibility to herbicides of five weed species of the Aramanthus genus. The species of Aramanthus studied were: A. deflexus, A. hybridus, A. retroflexus, A. spinosus and A viridis. The experiment that evaluated the germination was conducted in the Laboratory of Seed Analyses and the others in the greenhouse of the Crop Science Department of ESALQ/USP, Piracicaba - SP, in the period comprehended between March to December 2005. About the germination, it was established that variation in the availability of light and temperature interferes in all the species of Aramanthus and the highest levels of germination were obtained in condition of photoperiod with alternating temperature (8h-light-30°C / 16h-dark-20°C). In less favorable conditions, A. viridis and A. hybridus obtained higher germination levels than all the other species. In general, A. deflexus and A. spinosus were the weed species that presented the lowest rates of germination speed. About the growth and development, it was observed that A. deflexus was the species with shortest vegetative cycle, the lowest dry mass and leaf area accumulation; however, A. retroflexus and A. hybridus were the species which reached the highest values for these variables. The leaf area estimation showed that the linear equation crossing the origin (Ar=a.(C.L)) was adequate to adjust the correlation between the linear blade dimensions and the real leaf area for all the species. About competition, it was concluded that the crop of common bean is more competitive than all the weed species of the Aramanthus genus that were studied in this work, when grown in equivalent proportion; A. deflexus and A. viridis were the species which phenology was less affected by the competition with common bean; the intraspecific competition was the most damaging to the crop of common bean, what suggests that the damages caused by the weeds are more connected with its high density of infestation than the intrinsic competitive ability of the species. The control obtained for the Aramanthus species evaluated in this research presented differences of susceptibility to post-emergence applied herbicides, mainly to trifloxysulfuron-sodium and chlorimuron-ethyl, which A. deflexus was the least susceptible species, followed by A. spinosus, A. viridis, A. hybridus and A. retroflexus.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SaulCarvalho.pdf (575.08 Kbytes)
Data de Publicação
2007-03-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.