• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2009.tde-09022009-144358
Documento
Autor
Nome completo
Adalgisa Thayne Munhoz Ramos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2008
Orientador
Banca examinadora
Camargo, Luis Eduardo Aranha (Presidente)
Dudienas, Christina
Menten, Jose Otavio Machado
Título em português
Levantamento da micoflora de grãos ardidos de milho e avaliação da resistência genética à Fusarium verticillioides
Palavras-chave em português
Fusariose vegetal
Fusarium
Grãos
Milho
Podridão (doença de planta)
Resistência genética vegetal.
Resumo em português
Este trabalho teve dois objetivos distintos, o primeiro foi realizar um levantamento da micoflora associada a grãos ardidos de híbridos comerciais de milho pertencentes à empresa Dow AgroSciences e o outro foi avaliar linhagens de milho tropical para a resistência a podridão da espiga, incidência de grãos ardidos e produção de fumonisinas por Fusarium verticillioides. Para o primeiro objetivo, coletou-se grãos de dois híbridos (2B587 e 2B710) cultivados em diferentes localidades do Brasil durante a safra verão e safrinha, sob as zonas macro-climáticas SA (subtropical alta), SB (subtropical baixa), TA (tropical alta), TB (tropical baixa) e TT (tropical de transição) afim de, realizar a determinação da incidência fúngica através do método do papel de filtro com congelamento. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com quatro repetições de 50 grãos de cada amostra. Os resultados indicaram Fusarium spp. e Penicillium spp. como os fungos de maior incidência nos grãos, sendo que na safra verão o comportamento dos híbridos em relação a incidência desses fungos variou de acordo com a zona climática. Na safrinha, o híbrido 2B710 foi o mais resistente a Fusarium spp. e Penicillium spp. independente da zona climática. Para o segundo objetivo, seis linhagens tropicais de milho, previamente classificadas como resistentes (R1, R2 e R3) e suscetíveis (S1, S2 e S3) a F. verticillioides pela Dow AgroSciences foram cultivadas na estação experimental da companhia, localizada no município de Jardinópolis/SP durante a safra verão e safrinha. O ensaio consistiu de dois tratamentos (inoculados e não inoculados), sendo que a inoculação foi feita através da pulverização 2 mL de uma suspensão de 106 conídios/ml no estigma da espiga e nas espigas não inoculadas a doença ocorreu por meio de infecção natural. A avaliação de severidade foi feita por uma escala de notas de 0 a 7, a incidência foi avaliada através da porcentagem de grãos ardidos em sub - amostras de 200 grãos de cada tratamento por repetição e a detecção dos níveis de fumonisinas foi realizada pelo método de Elisa. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com três repetições. Os resultados obtidos na safra verão indicaram uma variação na severidade de 1,2 a 4,3, na incidência de grãos sintomáticos de 13,7 a 46% e os níveis de fumonisinas detectados entre as linhagens variaram de 5,5 µg/g a 41 µg/g. Na safrinha, não houve diferenças significativas comparada à safra verão para a severidade, mas houve uma redução na incidência de grãos sintomáticos que variaram de 4,2% a 22,7% e redução nos níveis de fumonisina, os quais ficaram entre 1,5 µg/g a 22,7 µg/g. Nas duas safras, as linhagens R2 e R3 comportaram-se como mais resistentes a produção de fumonisinas e a R1 comportou-se como mais resistente a podridão da espiga e incidência de grãos ardidos, demonstrando que não houve correlação entre severidade da doença e incidência de grãos ardidos com níveis de fumonisinas.
Título em inglês
Survey of mycoflora in damaged corn grains and evaluation of genetic resistance to Fusarium verticillioides
Palavras-chave em inglês
Fusarium
grains
maize
rot (plant disease)
vegetal fusariose
vegetal resistance genetic
Resumo em inglês
This work aimed to survey the mycoflora associated to damaged grains of commercial hybrid maize provided by the company Dow AgroScience and to assess the resistance levels of six tropical inbred lines to ear rot, incidence of damaged grains and of fumonisins production by Fusarium veticillioides. For the first objective, two hybrids (2B587 and 2B710) were collected and cultivated in different regions in Brazil, during the normal season and the late-summer plantings, known as safrinha, on macro-climatic zones SA (high subtropical), SB (low subtropical), TA (high tropical), TB (low tropical) and TT (tropical transition). The fungal incidence determination was made through the deep - freezing blotter test. The experimental design was totally randomized with four replicates of 50 grains each sample. The results showed Fusarium spp. and Penicillium spp. as the most prevalent fungi, and the incidence of such fungi in each hybrid varied according to the climatic zone. In the late-summer plantings, the 2B710 hybrid was the most resistant to Fusarium spp. and Penicillium spp., independent of the climatic zone. For the second aim, six inbreed lines of tropical maize, previously classified as resistant (R1,R2 and R3) and susceptible (S1,S2 and S3) to F. verticillioides by Dow AgroSciences were cultivated in the experimental station of the company, localized in Jardinópolis / SP during the normal season and the late-summer plantings. The tests were made by two kinds of treatment (inoculated and non inoculated), and the inoculated treatment was made by spraying 2 mL of a 106 conidia/mL suspension onto the silk channel of the corn ear and, in the no inoculated ones, the disease occurred by natural infection. Severity was evaluated using a scale of 0 to 7, whereas the incidence was evaluated by counting the damaged grains in sub samples of 200 grains. Fumonisins levels detection were determined by the ELISA method. The experimental design was made in random blocks with three replicates. The results, in the normal season indicated a severity variation of 1.2 to 4.3, and in the symptomatic grains, the incidence was from 13.7 to 46% and the detected fumonisins levels among the inbreed lines ranged from 5.5 µg/g to 41 µg/g. No statistical differences between the normal season and the late-summer plantings were observed, concerning severity. However, there was a decrease in symptomatic grains, ranging from 4.2% to 22.7%, as well as a decrease in fumonisins levels, from 1.5 µg to 22.7 µg. The R2 and R3 inbreed lines showed more resistance to fumonisins production and R1 showed higher resistance to corn ear rot and damaged corn grains incidence. It was concluded that there was no relation between the disease severity and the of incidence damaged grains with high fumonisins levels.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Adalgisa_Ramos.pdf (527.15 Kbytes)
Data de Publicação
2009-03-04
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • RAMOS, A. T. M., et al. Levantamento da micoflora presente em grãos ardidos e sementes de milho. Summa Phytopathologica [online], 2010, vol. 36, p. 257-259. Dispon?vel em: http://www.scielo.org.
  • OTTONI, J. R., et al. Análise da incidência de Fusarium spp. toxigênicos e de níveis de fumonisinas em grãos ardidos de milho híbrido. In : XXV Congresso Brasileiro de Microbiologia, Porto de Galinhas, 2009. : XXV Congresso Brasileiro de Microbiologia., 2009. Resumo.
  • RAMOS, A. T. M., et al. Resistência de linhagens tropicais de milho à Fusarium verticillioides e ao acúmulo de fumonisinas. In 44 Congresso Brasileiro de Fitopatologia, Bento Gonçalves, 2011. Tropical Plant Pathology., 2011. Resumo. Dispon?vel em: http://www.sbfito.com.br/tpp/Suplemento_2011_Bentogoncalves.pdf.
  • RAMOS, A. T. M., CARVALHO, R. V., e CAMARGO, L. E. A. Levantamento da micoflora de grãos ardidos de milho. In XXXII Congresso de Paulista de Fitopatologia, São Pedro, 2009. XXXII Congresso de Paulista de Fitopatologia., 2009. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.