• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-11072003-150843
Documento
Autor
Nome completo
Clea Santos Rahal
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Barros, Alexandre Lahoz Mendonca de (Presidente)
Dias, Guilherme Leite da Silva
Hoffmann, Rodolfo
Título em português
A evolução dos preços da terra no Estado de São Paulo: análise de seus determinantes.
Palavras-chave em português
arrendamento
econometria
política agrícola
preço
uso do solo (economia).
Resumo em português
Este trabalho tem o intuito de analisar quais foram os determinantes dos preços de venda e de arrendamento da terra de cultura de primeira e de pastagem no estado de São Paulo, de 1969 a 2001. Além disso, procura-se mostrar que os preços de venda da terra de diferentes categorias e em diferentes estados estão relacionados. Conforme a teoria econômica, o preço da terra deveria refletir o fluxo de receitas que essa terra pode gerar, descontado a uma determinada taxa de juro. Contudo, a literatura argumenta que em diversos momentos na economia brasileira, especialmente nas décadas de 70, 80 e início de 90, os determinantes do preço da terra foram além da taxa de juro e do fluxo de receitas gerado pelo ativo. A determinação do preço da terra contemplou também variáveis indiretamente relacionadas ao processo produtivo, como o nível de atividade econômica e a taxa de inflação. Tendo sido analisadas as diversas referências sobre os determinantes dos preços da terra, foram selecionadas variáveis de interesse micro e macroeconômico para compor os modelos econométricos de determinação dos preços de terra de cultura de primeira, terra de pastagem, arrendamento para culturas e aluguel de pasto para animais. A ferramenta econométrica utilizada foi a regressão linear múltipla. As variáveis selecionadas que estão diretamente ligadas ao setor agrícola foram: poder de compra do agricultor, índice de paridade, índices de preços recebidos e de preços pagos pelos produtores e volume de subsídio concedido através do crédito rural. A fim de representar o ambiente macroeconômico, foram estimadas: a taxa de inflação anual vigente no período, uma proxy para o hiato do produto, taxa de juro e infra-estrutura governamental (representada pela extensão total das rodovias pavimentadas e não pavimentadas do estado de São Paulo). Construiu-se ainda uma variável binária com o intuito de verificar se houve um deslocamento significativo no nível de preços de venda e de arrendamento de terra de cultura e de pastagem, no período de 1973 a 1994. Procurou-se ainda verificar se existe relação entre os preços de venda da terra de diferentes categorias, dentro do estado de São Paulo e de algumas categorias deste estado com outras do Centro-Sul do país. Para tanto foram utilizados os testes econométricos de raiz unitária (metodologia proposta por Dickey e Fuller) e de co-integração (segundo a metodologia proposta por Johansen). Dos resultados obtidos, constata-se a que tanto os preços da venda de terra como os preços de arrendamento (para cultura e para pastagem) foram mais elásticos às variáveis relacionadas à atividade agrícola (poder de compra, termos de troca, etc) em detrimento das variáveis macroeconômicas e do crédito rural. Ressalta-se ainda que a variável binária foi significativa nos modelos de determinação dos preços de venda de terra para culturas, para pastagem e também nos de arrendamento, para as duas categorias em questão. Os resultados dos testes de raiz unitária e de co-integração suportaram as evidências empíricas de que os preços de diferentes tipos de terra, em diferentes regiões, estão relacionados. A explanação destes resultados emerge de dois lados: da demanda por terras com a finalidade agrícola e da demanda por terras para fins especulativos. Esses resultados estão de acordo com algumas das diversas referências sobre os determinantes dos preços da terra analisadas.
Título em inglês
Land prices evolution in Sao Paulo state: analysis of its determinants.
Palavras-chave em inglês
agricultural policy
land rent
land use.
price
sconometrics
Resumo em inglês
This dissertation has the intention to determine the price of land (for both crop and pasture land), land rent (again for crop and pasture land), in Sao Paulo State, from 1969 to 2001. Besides that, it has the intention of showing that prices of different categories and of different States are related. According to the economic theory, land price should be the income present value calculated, considering a specific interest rate. However, literature has shown that in different moments in the Brazilian economy, especially in the 70ies, 80ies and early 90ies, there were other determinants of land price, apart from income and interest rate. Land price is also determined by others indirect variables, such as economic activity and inflation. The study has selected several variables (micro and macroeconomics) to determine its relevance in explaining crop and pasture land prices and rents. The econometrical tool used was multiple linear regression. Variables related to agriculture were: purchasing power, terms of trade, product and factor prices (index), and governmental loan subsidies. In order to represent macroeconomic variables, the work has chosen four different determinants: inflation rate, infrastructure (roads), interest rate and GDP gap. A dummy variable was taken to verify whether crop and pasture land prices have changed significantly over 1973 to 1994. Another objective considered was to verify crop and pasture land long run relation between Sao Paulo State and eight different States. The study also analyses long run relation among prices of four different land categories. To do so, it used unit root tests (proposed by Dickey and Fuller) and cointegration tests (according to Johansen´s methodology). Results have shown that land price and rent are more elastic to agricultural related variables (purchasing power, terms of trade, etc). Although it has been determined that variables affects land prices and rent, its effects are much lower than agricultural ones. The dummy variable has shown to be statistically significant in several models. Unit root and cointegration tests supported empirical evidences that different kind of land price have similar pattern of movement. Also, same kind if land have similar behavior among different states. These results are due to factors related to land demand for agriculture and land demand for speculative purposes. Results supported evidences raised by several researchers surveyed in this study.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
clea.pdf (480.94 Kbytes)
Data de Publicação
2003-08-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.