• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2006.tde-09112006-144525
Documento
Autor
Nome completo
Lucilio Rogerio Aparecido Alves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2006
Orientador
Banca examinadora
Barros, Geraldo Sant Ana de Camargo (Presidente)
Bacchi, Mirian Rumenos Piedade
Contini, Elisio
Ferreira Filho, Joaquim Bento de Souza
Tollini, Hélio
Título em português
A reestruturação da cotonicultura no Brasil: fatores econômicos, institucionais e tecnológicos
Palavras-chave em português
Agronegócio
Algodão (Brasil)
Oferta e demanda
Produção agrícola
Resumo em português
Desde meados dos anos 1970 os preços do algodão vêm caindo no Brasil e, mesmo assim, após a reestruturação dos anos 1990, a produção se expande de forma marcante. Neste trabalho argumenta-se que tal perfomance decorreu de uma conjugação de fatores de ordem tecnológica (do lado da oferta) e mercadológica (do lado da demanda). A capacidade empresarial e empreendedora dos produtores brasileiros foi essencial para aproveitar as oportunidades e superar os obstáculos para que a produção de algodão e derivados alcançasse o elevado padrão de produtividade e eficiência dos dias de hoje. Por um lado, o setor se organizou e se transformou numa ?cotonicultura empresarial?, com o plantio sendo realizado em grandes extensões, num sistema capitalizado e tecnificado. Ao mesmo tempo, a partir dos anos 1990 verifica-se um processo de redefinição institucional. Devido à escassez de recursos estatais a partir dos anos de 1980, a iniciativa privada passa a investir inclusive em pesquisa. Deste processo resultam saltos de produtividade que se viabilizam graças às exportações, que moderavam as quedas de preços que, fatalmente ocorreriam caso a expansão da produção ficasse represada no mercado interno. Desenvolve-se um modelo econômico para aferir o crescimento do setor em termos de choques de oferta e de demanda utilizando as idéias básicas desenvolvidas por Blanchard e Quah (1989), que foram adaptadas ao setor agrícola por Barros; Spolador e Bacchi (2006). Aplica-se a Análise de Auto-Regressão Vetorial ? VAR a dados da renda nacional (PIB), do quantum exportado de algodão em pluma, da produtividade agrícola de algodão em caroço, da área colhida com algodão, da produção de algodão em caroço e do preço recebido pelo produtor no mercado interno. Os resultados do trabalho apontaram que a área colhida com algodão tem uma evolução fortemente marcada por um processo auto-regressivo. Aparentemente, definidas as condições gerais econômicas e tecnológicas, a área da cultura passa a seguir um processo de elevação ou redução em direção ao valor desejado que pode levar uma década ou mais. Entretanto, aproximadamente 30% do crescimento da produção de algodão no Brasil se deveu ao comportamento da produtividade da lavoura. Outros 15% do aumento da produção pode ser atribuído à evolução do preço. Quase um quarto da evolução da exportação de algodão pode ser atribuído ao comportamento da produtividade. Entre trinta e cinco e quarenta porcento se devem a mudanças de produção não associadas diretamente à produtividade e preços. Em síntese, podese dizer que o desenvolvimento da cotonicultura brasileira pode ser atribuído principalmente a mudanças do lado da oferta.
Título em inglês
The restructuring of the Brazilian cotton sector: economic, institutional, and technological factors
Palavras-chave em inglês
Agribusiness
Cotton (Brazil)
Crop Production
Supply and demand
Resumo em inglês
Brazilian cotton prices have been decreasing since the 1970s. Even after the restructuring of the sector, in 1990s, cotton production has been increasing in a great pace. This paper argues that this performance is directly related to technological (supply) and marketing (demand) factors. Entrepreneurial and management abilities were essential to Brazilian growers take opportunities and overcome obstacles. That is why the cotton production has reached the current standard of productivity. The sector has been reorganized, turning into a ?cottonculture business?, with plant activities both in large extensions, as well as capitalized and hi-tech systems. At the same time, from 1990s, it was noted a process of institutional redefinition. Due to scarcity of federal resources starting in 1980s, private companies have also started to invest in cotton research. The result was a big improvement of productivity assisted by increasing exports, which was crucial to support prices. An economic model was developed to measure the growth of the sector in terms of supply and demand disturbances, considering the ideas used by Blanchard and Quah (1989), which were adapted to the agricultural sector by Barros, Spolador, and Bacchi (2006). Analysis of Vector Autoregression ?VAR was applied to data of the national income (Gross Domestic Product ? GDP), the cotton exported volume, the agricultural productivity of cotton, the harvested cotton area, the cotton production, and the price received by growers in the domestic market. The paper concluded that the cotton harvested area showed progress manifested by an Auto Regression (AR) process. Apparently, defined economic and general technological conditions, the area of the culture starts to follow a process of rise or reduction in direction of the desired value that can take one decade or more. However, around 30 percent of the cotton production?s growth in Brazil was related to technical productivity. Another 15 percent of the rise of the production can be attributed to prices? changes. Almost a quarter of development of cotton export can be explained by the productivity. Between 35 and 40 percent is linked to production alterations, not directly linked to productivity and prices. To summarize, the development of Brazilian cotton culture can be associated with supply-side disturbances.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LucilioAlves.pdf (805.18 Kbytes)
Data de Publicação
2006-11-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.