• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.108.2018.tde-14082018-105627
Documento
Autor
Nome completo
Thainá Buono Paulino dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Botazzo, Carlos (Presidente)
Pezzato, Luciane Maria
Saffiotti, Allan
Watanabe, Helena Akemi Wada
Título em português
Mulheres: prostituição e cuidados
Palavras-chave em português
Cuidado
Mulher
Prostituição
Saúde sexual
Resumo em português
O presente estudo teve como tema a saúde sexual da mulher. O objetivo desse estudo foi saber o que é e como se dá o cuidado para mulheres que são prostitutas. Quis lidar com esta população, considerando que assim como outras mulheres de outras profissões, estas estão suscetíveis a qualquer infecção sexualmente transmissível. Além disso, quis saber se há diferença no tratamento dado a elas em suas consultas ginecológicas, se elas recebem mais orientações quanto aos métodos preventivos de ISTs do que outras mulheres que não são prostitutas. Para tanto realizou-se pesquisa qualitativa com a utilização de entrevistas face a face, com o emprego de um roteiro semiestruturado junto a prostitutas do baixo meretrício na região central da cidade de Santos/SP. As entrevistas foram gravadas, transcritas e os depoimentos de acordo com a análise temática. Foram entrevistadas 11 mulheres com 19 a 59 anos de idade. O cuidado para essas mulheres de forma geral diz respeito ao uso do preservativo masculino com seus clientes, à realização de exames, higiene corporal, ao falar de suas profissões aos profissionais de saúde e também de suas identidades de gênero. Foi observado que as mulheres abordadas nessa pesquisa não receberam orientações específicas referentes a medidas preventivas em saúde, a maioria disse não ter recebido nenhuma informação de seus pais, escola ou serviços de saúde quanto à prevenção de gravidez e ISTs antes da primeira relação sexual. É importante ressaltar que a primeira relação sexual de três das onze entrevistadas foi fruto de estupro na infância, o que contribuiu com a falta de cuidado para com elas mesmas, desde sua infâncias. A grande maioria delas não utiliza o preservativo feminino. No entanto, foi observado que o cuidado para elas, não inclui somente o cuidado com o corpo, com o biológico. Elas em suas falas citam o cuidado com os filhos, com os pais e até presenciei uma situação de cuidado voltada a mim por uma das participantes. Além disto, também identifiquei o meu cuidado para com elas, quando as dei minha atenção e olhar.
Título em inglês
Women: prostitution and care
Palavras-chave em inglês
Care
Prostitution
Sexual health
Woman
Resumo em inglês
The present study had as its theme the sexual health of women. The purpose of this study was to know what care is and how to care for women who are prostitutes. I wanted to deal with this population, considering that like other women in other professions, they are susceptible to any sexually transmitted infections. She also wanted to know if there is a difference in the treatment given to them in their gynecological consultations if they receive more guidance on STI preventive methods than other women who are not prostitutes. Qualitative research was carried out using face-to-face interviews, using a semi-structured script with low-income prostitutes in the central region of the city of Santos / SP. The interviews were recorded, transcribed and the statements according to the thematic analysis. We interviewed 11 women aged 19 to 59 years. The care for these women in general refers to the use of male condoms with their clients, to perform examinations, body hygiene, talking about their professions to health professionals and also their gender identities. It was observed that the women addressed in this research did not receive specific guidelines regarding preventive health measures, most of them said they had not received any information from their parents, school or health services regarding pregnancy prevention and STIs before the first sexual intercourse. It is important to emphasize that the first sexual relation of three of the eleven interviewees was the result of rape in childhood, which contributed to their lack of care for themselves since their infancy. The vast majority of them do not use the female condom. However, it was observed that the care for them does not only include care with the body, with the biological. They in their statements cite the care with the children, with the parents and even witnessed a situation of care directed to me by one of the participants. In addition, I also identified my care for them when I gave them my attention and look.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.