• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ana Laura Assumpção
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2019
Orientador
Banca examinadora
Lancha, Joubert José (Presidente)
Castral, Paulo Cesar
Rozestraten, Artur Simões
Sodré, João Clark de Abreu
Título em português
Guignard: experiência em Ouro Preto por meio da representação pictórica
Palavras-chave em português
Guignard
Ouro Preto
Paisagens imaginantes
Representação
Resumo em português
A presente dissertação discute dois períodos da história da arte brasileira, nos quais se busca analisar processos de representação pictórica, historicamente localizados, da ideia de brasilidade a partir do entendimento de construção da imagem por Merleau-Ponty (1908-1961), a saber: os registros dos artistas-viajante e a pesquisa plástica empenhada pelo modernismo. O processo de construção de uma imagem é baseado nas dimensões do processo perceptivo e cada artista desenvolve categorias históricas orientado conforme sua perspectiva vivida. Nesse sentido, a abordagem merleau-pontyniana problematiza a relação dialógica entre obra/representação, contexto histórico/cultural e sujeito/artista. O olhar atento ao papel desse processo na construção da representação, na construção da defi nição de um objeto, no caso a experiência de um lugar, é o foco desta pesquisa. Como consequência do entendimento merleaupontyniano, um dos períodos destacados aparece como um contraexemplo e o outro, como exemplo - e principal objeto de estudo -, cujo processo sugere, no recorte dessa investigação, uma experiência em Ouro Preto. O contraexemplo diz respeito ao contexto das viagens de artistas estrangeiros ao Brasil, especifi camente, no panorama constituído pelos artistas-viajantes do século XIX e relacionado à noção de pitoresco. Foi escolhido para essa abordagem o percurso de Johann Moritz Rugendas (1802-1858). Já o objeto de pesquisa localiza-se um século depois, com base no processo da modernização. Toda a mudança de mentalidade e de estrutura da sociedade acabou refl etindo na maneira de enxergar o mundo e, consequentemente, de representar o mundo. Como representativo, aparece o percurso do artista Alberto da Veiga Guignard (1896-1962), principalmente as Paisagens Imaginantes, com as quais tornou visível sua aproximação com Ouro Preto. O sujeito da pesquisa, Guignard, localizado historicamente na cidade de Ouro Preto, possui processo particular de construção do olhar. São os processos de representação que caracterizam percursos distintos na construção da relação entre o sujeito e o mundo, no caso, a relação desse artista com o mundo em que viveu, com Ouro Preto e como essa relação se mostra em suas obras e nos possibilita partir da hipótese de pensá-la como experiência em Ouro Preto.
Título em inglês
Guignard: experience in Ouro Preto through pictorial representation
Palavras-chave em inglês
"Paisagens imaginantes"
Guignard
Ouro Preto
Representation
Resumo em inglês
The present dissertation discusses two periods of Brazilian art history, in which we seek to analyze processes of pictorial representation, historically located, of the idea of brasilidade from the understanding of image construction by Merleau-Ponty (1908-1961), namely: the records of traveling artists and the plastic research done by modernism. The process of construction of an image is based on dimensions of perceptive process and each artist develops historical categories oriented as their perspective lived. In this way, the approach merleau-pontyniana discusses the dialogical relation between work/representation, historical context/cultural context and subject/artist. The precise view on the role of this process in the representation construction, in the defi nition of an object construction, in this case the experience of a site, is the focus of this research. As a consequence of the understanding merleau-pontyniano, one of the highlighted periods appears as a counterexample and the other, as example and main study object -, whose process suggests, on this investigation clipping, an experience in Ouro Preto. The counterexample pertains to the context of traveling of foreign artists to Brazil, specifi cally, in the panorama constituted by traveling artists of the 19th century and related to the concept of picturesque. The trajectory of Johann Moritz Rugendas (1802-1858) was selected for this approach. In relation to the research object, it is located one century later, with basis in the modernization process. All changes of mentality and society structure ended up refl ecting on the manner of seeing the world and, consequently, of representing the world. As representative, the trajectory of the artist Alberto da Veiga Guignard (1896-1962) appears, mainly the Paisagens Imaginantes, with which his approximation with Ouro Preto became visible. The research subject, Guignard, historically located in the city of Ouro Preto, has particular process of view construction. It is the processes of representation which characterize diff erent trajectories in the construction of relation between the subject and the world, in this case, the relation of this artist with the world where he lived, with Ouro Preto and how this relation appears in his works and enables us to use the hypothesis to consider it as experience in Ouro Preto.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.