• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.101.2015.tde-07052015-105401
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Jerônimo Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Maria Herminia Brandao Tavares de (Presidente)
Carneiro, Cristiane de Andrade Lucena
Mello, Flavia de Campos
Onuki, Janina
Pfeifer Filho, Alberto
Título em português
O fortalecimento das relações bilaterais e o apoio nos foros multilaterais: as relações Brasil-África (1995-2010)
Palavras-chave em português
ONU
Política externa brasileira
Relações Brasil-África
Resumo em português
Essa tese tem como problema de pesquisa verificar se as estratégias de fortalecimento do relacionamento bilateral aumentariam o apoio dos países beneficiados ao país beneficiário nos foros multilaterais. Acredita-se, portanto, que uma das motivações para que os países fortaleçam as suas relações bilaterais seria a conquista de apoio no plano multilateral para com isso aumentar o seu peso e prestígio no sistema internacional. A literatura disponível responde a essa pergunta por meio de pesquisas sobre a ligação entre a ajuda internacional fornecida pelos países desenvolvidos, principalmente os Estados Unidos, e a convergência de votos em organismos multilaterais, não investigando se pode existir relação semelhante no caso de países emergentes. Dessa maneira, essa tese, por meio do estudo das relações Brasil-África entre os anos 1995 e 2010 - período em que o Brasil perseguiu um maior protagonismo no sistema internacional - busca tratar essa lacuna, objetivando verificar se o incremento das relações bilaterais gera a convergência de votos entre os envolvidos na Assembleia Geral das Nações Unidas. Para atingir esse objetivo, essa pesquisa foi dividida em quatro capítulos. No primeiro, são apresentados os principais estudos relativos à "troca" de benesses bilaterais por apoio nos foros multilaterais. No segundo capítulo, será feita uma análise das linhas gerais política externa africana nos governos FHC e Lula, por meio da análise da bibliografia nacional, de discursos e dados oficiais como o número de viagens presidenciais à região e a abertura de embaixadas variáveis. Na segunda parte, são apresentados os dados relativos às variáveis escolhidas como indicativos da estratégia de conquista de aliados no continente africano para as demandas brasileiras no plano multilateral - o fluxo comercial bilateral e o número de projetos de cooperação técnica entre o Brasil e continente africano. O último capítulo, quantitativo, está dividido em quatro partes. Na primeira, justifica-se a escolha da Assembleia Geral das Nações (AGNU) como parâmetro para o alinhamento no plano internacional. Na segunda é apresentada a metodologia a ser utilizada para revelar as possíveis relações entre as variáveis escolhidas, bem como o modelo a ser utilizado para a verificação da hipótese central de pesquisa. Na terceira, serão apresentados os dados recolhidos e a estatística descritiva dos mesmos bem como os possíveis resultados a serem encontrados por meio da análise quantitativa. Na última parte, serão apresentados os resultados encontrados na análise quantitativa dos dados e se a hipótese de pesquisa teria sido comprovada ou não.
Título em inglês
Strengthening bilateral relations and support in multilateral forums: Brazil-Africa relations (1995-2010). 2014.
Palavras-chave em inglês
Brazil-Africa relations
Brazilian foreign policy
UN
Resumo em inglês
This research aim to examine whether the strengthening of bilateral relations increases the support of recipient countries to the beneficiary country in multilateral forums. We believe, therefore, that one of the motivations for countries to strengthen their bilateral relations would be the support at the multilateral level in order to increase their weight and prestige international system. The literature answers this question through research on the link between foreign aid provided by developed countries, especially United States, and voting convergence in multilateral organizations, not exploring whether exists a similar relationship in case of emerging countries. Thus, this thesis, by studying the Brazil-Africa relations between 1995 and 2010 - a period in which Brazil has pursued a major role in the international system - seeks to address this gap, to check whether the increase in bilateral relations generates voting convergence in the UN General Assembly. To achieve this goal, this research is divided into four chapters. In the first, the main studies on the "exchange" of bilateral handouts for support in multilateral forumsare presented. In the second, we analysis the brazilian African foreign policy in FHC and Lula governments, through the analysis of national literature, speeches and official data as the number of presidential trips to the region and the opening of embassies. In the second part, the data on the variables chosen as indicative of the strategy to gain support to the Brazilian demands on multilateral foruns - the bilateral trade flow and the number of technical cooperation projects between Brazil and Africa - are presented. The last chapter, quantitative, is divided into four parts. At first, we justify the choice of United Nations General Assembly (UNGA) as a parameter for international alignment. The second presents the methodology used to reveal the possible relationships between the selected variables and the model used for checking the hypothesis. In the third, the collected data and descriptive statistics of the variavles and the possible results to be found by quantitative analysis will be presented. In the last part, the results in quantitative data analysis and research hypothesis are presented to prove or not our hypothesis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.