• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Mayara de Faria Ramos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Aoki, Marcelo Saldanha (Presidente)
Braz, Tiago Volpi
Lopes, Charles Ricardo
Massa, Marcelo
Título em português
Monitoramento da carga interna de treinamento no voleibol durante a temporada competitiva: comparação entre períodos com número de partidas diferentes
Palavras-chave em português
Carga de treinamento
Cortisol
Esportes coletivos
Percepção subjetiva de esforço da sessão
Periodização
Recuperação
Salto vertical
Testosterona
Treinamento físico
Resumo em português
O presente estudo teve como objetivo monitorar parâmetros subjetivos: Carga Interna de Treinamento (CIT) e Escala de Qualidade Total da Recuperação (TQR) e objetivos: (cortisol, testosterona e razão T:C) na primeira fase da temporada competitiva, composta por 8 semanas, comparando semanas com duas ou apenas uma partida por semana, em atletas profissionais de Voleibol. Quatorze jogadores profissionais de voleibol participaram da investigação. As variáveis dependentes foram avaliadas durante as 8 primeiras semanas da SuperLiga Masculina de Voleibol, afim de estabelecer a comparação entre semanas com duas partidas e semanas com uma única partida. A CIT foi calculada por semana, pelo método da PSE da sessão, bem como, o índice de monotonia. O escore da TQR e as amostras salivares (analisadas por ELISA) foram coletados semanalmente sempre no primeiro dia útil da semana. Além disso, foi avaliado o desempenho do salto contra movimento (CMJ). Os principais resultados da presente investigação são: o comportamento da CIT refletiu o planejamento da CET. As semanas 2, 3, 7 e 8 (duas partidas por semana) apresentaram maior magnitude de CIT ~6000 UA e as semanas 1, 4, 5 e 6 (uma partida por semana) com menor magnitude de CIT ~4500; o escore da escala TQR sofreu maior redução nas semanas 2, 3, 7 e 8 (duas partidas por semana, apresentando escore de ~6,7 UA) em comparação as semanas 1, 4, 5, 6 (uma partida por semana) que apresentaram escore de ~7,8); as respostas hormonais, testosterona e cortisol, não apresentaram diferenças entre as semanas com uma ou duas partidas disputadas; a maior magnitude das correlações entre as respostas endócrinas e a CIT foi observada nos períodos com duas partidas; foi observado aumento do salto vertical após o período de investigação (TE = 0,30); a associação entre a menor variabilidade semanal na escala de recuperação e melhora do salto. Este estudo revela que o planejamento da CET foi acompanhado pelo comportamento da CIT durante atemporada competitiva, sendo que as semanas com duas partidas apresentaram maior CIT em comparação às semanas com apenas uma partida disputada, que, por sua vez, apresentaram menor CIT. O escore da escala TQR apresentou maior redução nas semanas com duas partidas em comparação às semanas com apenas uma partida. Os hormônios cortisol e testosterona não apresentaram alteração ao longo das 8 semanas de investigação. As correlações entre as variáveis do presente estudo apresentaram maior magnitude nos períodos de maior CET, reforçando a hipótese que em períodos de maior CET, há maior sensibilidade dos parâmetros subjetivos. Por fim, o planejamento adotado, durante as 8 primeiras semanas do período competitivo, foi eficaz para promover aumento do CMJ em jogadores profissionais de voleibol. Os atletas que apresentam a menor variabilidade semanal no escore da TQR apresentaram o maior aumento do CMJ. Esses resultados reforçam a relevância da adoção estratégias de monitoramento integrado, utilizando parâmetros objetivos e subjetivos. Esse constante acompanhamento pode fornecer informações valiosas sobre a forma que os atletas lidam com as demandas da temporada competitiva, auxiliando a retro-alimentação do planejamento da CET ao longo do processo
Título em inglês
In-season training monitoring in volleyball: comparison between periods with different number of matches
Palavras-chave em inglês
Collective sports
Periodization
Physical training
Recovery
Session RPE
Testosterone and cortisol
Training load
Vertical jump
Resumo em inglês
The current study aimed to monitor subjective parameters: Internal Training Load (ITL) and Total Recovery Quality Scale (TQR) and objectives parameters: (cortisol, testosterone and T: C ratio) during the first phase of the competitive season, comparing weeks with two or only one match per week in professional volleyball players. Fourteen professional volleyball players participated of research. The dependent variables were evaluated during the first 8 weeks of the Men's Volleyball SuperLiga, to compare the weeks with 2 matches and the weeks with a single match. ITL was calculated per week by the session RPE method, as well as, the monotony index. The TQR score and the salivary samples (analyzed by ELISA) were collected weekly on the first day of the week. In addition, the performance of the counter movement jump (CMJ) was evaluated. The main results of the present investigation are: ITL reflected the ETL planned. Weeks 2, 3, 7 and 8 (2 matches per week) with a higher magnitude of CIT ~ 6000 AU and weeks 1, 4, 5 and 6 (one match per week) with a lower magnitude of CIT ~ 4500; the TQR score had a greater reduction at weeks 2, 3, 7 and 8 (2 matches per week, presenting a score of ~6.7 AU) compared to weeks 1, 4, 5, 6 (one match per week) presenting a score of ~ 7.8); the endocrine responses did not show differences between the weeks with 2 or 1 matches played; the greater magnitude of the correlations between the endocrine responses and the ITL was observed in weeks with 2 matches; there was an increase in CMJ after the investigation period and (Effect Size = 0,30); the association between the lower weekly variability in the recovery scale (TQR) and the improvement in the CMJ. This study reveals that the ETL planning was accompanied by the ITL during the competitive season, and the weeks with 2 matches had a higher ITL compared to the weeks with only 1 match played, which, in turn, presented lower ITL. The TQR score showed a greater reduction in the weeks with 2 matches compared to the weeks with only 1 match played, following the ITL behavior. The hormonal responses were not affected during the 8 weeks of investigation, withoutdifference between the weeks with 2 or 1 match disputed. The correlations between the variables of this research showed greater magnitude in weeks of higher ETL (2 matches), reinforcing the hypothesis that in periods of higher ETL, there is greater sensitivity of the subjective parameters. Finally, the ETL periodization adopted, during the first 8 weeks of the competitive period, was effective to promote increase of CMJ in professional players of volleyball. The athletes with the lowest weekly variability in the TQR score had the highest increase in CMJ. These results reinforce the relevance of adopting integrated monitoring strategies, using objective and subjective parameters. This constant monitoring can provide valuable insight into how athletes cope with the demands of the competitive season, provinding feed-back for the ETL planning throughout the process
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.