• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2018.tde-22052018-122717
Documento
Autor
Nome completo
Lourival Aguiar Teixeira Custódio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Aulicino, Madalena Pedroso (Presidente)
Faustino, Deivison Mendes
Rios, Flavia Mateus
Urquidi, Vivian Grace Fernandez Davila
Título em português
Um estudo de classe e identidade no Brasil: Movimento Negro Unificado (MNU) - 1978 - 1990
Palavras-chave em português
Consciência de classes
Identidade
Movimento negro
Movimento Negro Unificado - MNU
Resumo em português
Este trabalho teve como objetivo principal realizar uma análise do movimento negro brasileiro entre os anos de 1978 e 1990, expressando neste trabalho o caminho percorrido pelo Movimento Negro Unificado - MNU, que foi fundado em 18 de Junho de 1978, nascendo assim no seio do levante operário de 1978, e que existe até os dias atuais, e como objetivo específico de identificar quais foram as influências mais centrais em sua formação e na linha política que este tomou, tendo sido parte de um imenso movimento social, operário e popular, que se colocou contra a Ditadura Militar, sendo a conformação do MNU como parte e resultado deste processo de mobilização social. A partir desses objetivos foram levantadas as seguintes hipóteses: O MNU influenciou a formação da identidade negra no Brasil e a própria identidade dos entrevistados; contribuiu no Brasil para o debate de Raça e Classe; e recebeu influências externas á experiência vivida no Brasil. Foram feitos levantamentos bibliográficos sobre a história da luta antirracista no Brasil após a Abolição e das organizações oriundas dessa luta, que remontam desde as primeiras décadas do século XX, atravessam o Estado Novo e encontraram dentro do período da ditadura a resistência que dará forma ao Movimento Negro Unificado. Para analisar os processos que influenciaram este desenvolvimento, foram utilizados autores como Florestan Fernandes, Lélia Gonzalez, Abdias do Nascimento, Hamilton Cardoso e Clovis Moura. Para isso foram realizadas dez entrevistas com militantes e integrantes do movimento negro brasileiro que participaram próximos ou no MNU durante o período estudado, sendo estes entrevistados divididos em sete homens e três mulheres. Durante estas entrevistas foi constatado que o MNU teve como referência algumas organizações negras estadunidenses, que fizeram parte do Movimento pelos Direitos Civis, além dos movimentos de libertação de países africanos, com destaque aos países de língua portuguesa, como Moçambique e Angola. No território nacional, os integrantes do MNU foram influenciados pelas experiências vividas nas greves operárias contra a Ditadura e por intelectuais brasileiros que desmistificaram a ideia do negro pacífico, e entre os mais citados temos Abdias do Nascimento e Lélia Gonzalez. Essas influências e atuação política permitiram ao MNU se destacar no cenário político brasileiro no final dos anos de 1970 e durante 1980 como a principal organização do movimento negro brasileiro, porém sem romper com a confiança na burguesia paulista, não dando um caminho independente aos negros no Brasil, tendo expressado suas posições dentro de setores dos movimentos sociais, mas também em setores dos movimentos sindicais e no Partido dos Trabalhadores PT, que foi um grande conciliador de classes e atenuador das tensões nacionais. Desta maneira poderemos entender o papel Movimento Negro Unificado para a composição da identidade do negro brasileiro entre as décadas de 70 e 90, sua relação com o cenário de greves e atos contra a Ditadura Militar e como as pautas levantadas pelos negros foram incorporadas, muito parcialmente, a políticas públicas nos anos seguintes, que apesar de importantes somente foram conquistadas mediante anos de luta do movimento negro brasileiro
Título em inglês
A study of Class and Identity in Brazil: Unified Black Movement (MNU) - 1978 - 1990
Palavras-chave em inglês
Black Movement
Class Consciousness
Identity
Unified Black Movement - MNU
Resumo em inglês
This work had the main objective of analyzing the Brazilian black movement between 1978 and 1990, expressing in this work the path traveled by the Unified Black Movement (MNU), which was founded on June 18, 1978, 1978, and that exists until the present day, and as a specific objective to identify which were the most central influences in its formation and the political line that this took, having been part of an immense social movement, worker and popular, that is Placed against the Military Dictatorship, being the conformation of the MNU as part and result of this process of social mobilization. From these objectives the following hypotheses were raised: The MNU influenced the formation of the black identity in Brazil and the identity of the interviewees themselves; Contributed in Brazil to the Race and Class debate; And received influences external to the experience lived in Brazil. Bibliographical surveys were made on the history of the anti-racist struggle in Brazil after Abolition and from the organizations that came from that struggle, dating back to the first decades of the twentieth century, cross the Estado Novo and found within the period of the dictatorship the resistance that will shape the Movement Unified Black. For that, ten interviews were carried out with militants and members of the Brazilian black movement who participated in the MNU during the period studied, and these were divided into seven men and three women. During these interviews it was verified that the MNU had as reference some black American organizations, that were part of the Movement for the Civil Rights, besides the movements of liberation of African countries, with emphasis to the countries of Portuguese language, like Mozambique and Angola. In the national territory, the members of the MNU were influenced by the experiences of the workers' strikes against the dictatorship and by Brazilian intellectuals who demystified the idea of the "pacific negro", and among the most cited are Abdias do Nascimento and Lélia Gonzalez. These influences and political action allowed the MNU to stand out in the Brazilian political scenario in the late 1970s and 1980s as the main organization of the Brazilian black movement, but without breaking with confidence in the São Paulo bourgeoisie, not giving an independent path to blacks in the Brazil, having expressed their positions within sectors of social movements, but also in sectors of the trade union movements and in the Workers' Party (PT), which was a great conciliator of classes and attenuator of national tensions. In this way we will be able to understand the Unified Black Movement's role in the composition of the identity of the Brazilian Negro between the 70s and 90s, its relation with the scenario of strikes and acts against the Military Dictatorship and how the patterns raised by the blacks were incorporated, to public policies in the following years, that although important were only conquered through years of struggle of the Brazilian black movement
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-05-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.