• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2012.tde-22012013-163754
Documento
Autor
Nome completo
Evandro Albiach Branco
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Sinisgalli, Paulo Antonio de Almeida (Presidente)
Amazonas, Mauricio de Carvalho
Pereira, Carlos de Brito
Título em português
Capital natural, crescimento econômico e riqueza: reflexões a partir da abordagem e modelagem de sistemas complexos
Palavras-chave em português
Capital natural
crescimento econômico
sistemas complexos
sustentabilidade
Resumo em português
A histórica desconsideração da variável ambiental dentro da concepção teórica e dos modelos de crescimento econômico revela um posicionamento ideológico muito claro: a resistência na aceitação do ambiente como fator limitante ou mesmo como elemento estratégico do ponto de vista da riqueza de uma nação ou região. Para além das questões mais frequentemente debatidas, que associam os elementos do ambiente a meros insumos necessários aos processos produtivos, a consideração de conceitos não usuais no arcabouço teórico da economia tradicional, como serviços ecossistêmicos, resiliência, entropia e histerese, teria condições de ampliar e relativizar a interpretação de uma série de premissas e dogmas da ciência econômica tradicional. O conceito de capital natural, neste sentido, apresenta-se como fundamental e estratégico, uma vez que permite acomodar toda a complexidade inerente à dimensão ambiental e relacioná-la com o sistema socioeconômico, adequando e balizando o enquadramento da questão da sustentabilidade. Ainda, o presente trabalho parte da definição fundamentada de que ambos os sistemas - econômico e ambiental - são essencialmente complexos e, que os efeitos das relações entre os mesmos não são triviais e possuem altos níveis de incerteza associados à sua dinâmica. Dentro dessa orientação, o trabalho se propôs a realizar uma reflexão sobre a sustentabilidade sob a ótica dos sistemas complexos, por meio de uma revisão bibliográfica crítica e de um exercício de modelagem baseada em agentes para a simulação do crescimento econômico considerando a variável ambiental. As análises realizadas indicam que a incorporação de novos conceitos oriundos dos sistemas complexos poderiam estabelecer um novo suporte para a análise de políticas macroeconômicas de crescimento, da sustentabilidade e, em última instância, contribuir com o fortalecimento de premissas básicas da economia ecológica.
Título em inglês
Natural capital, economic growth and wealth: reflections from the approach and modeling of complex systems
Palavras-chave em inglês
capital
complex system
economic growth
Natural
sustainability
Resumo em inglês
The historical disregard of the environmental issue in the theoretical conception and the economic growth models reveals a clear ideological positioning: the resistance to accept the environment as a limiting factor or as a strategic element from the point of view of nations or regions wealth. Beyond the frequently debated questions, that associate the environmental elements to simple inputs that are necessary to productive processes, the consideration of the non-usual concepts of the traditional economic theory, like ecosystem services, resilience, entropy and hysteresis, would give better conditions to expand and relativize the interpretation of a series of premises and traditional economy dogmas. The natural capital concept, in this sense, represents itself as an essential and strategic concept, since it permits to accommodate all the complexity inherent to the environmental dimension and associate it to the economic system, fitting and marking out the sustainability framework. Still, the present work starts from the definition that both of the systems environmental and economic are essentially complex and that the effects of the relations between them are not trivial and have high levels of uncertainty associated to its dynamic. Whitin this orientation, this work proposed to realize a reflection about sustainability under the complex systems perspective, through a critical literature review and a multi-agent based modeling exercise, to simulate economic growth considering the environmental dimension. This analyses indicated that the incorporation of new concepts, from the complex systems theory, could establish a new support for the macroeconomic policies analysis, as well for the sustainability policies and, ultimately, to contribute to the strengthening of the basic ecological economy premises.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.