• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2013.tde-26012014-181608
Documento
Autor
Nome completo
Guilherme Banduki Margarido Salles
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Fantinato, Marcelo (Presidente)
Prado, Edmir Parada Vasques
Santoro, Flávia Maria
Título em português
Tratamento de Acordos em Processos de Negócio: Em Busca de Alinhamento Estratégico
Palavras-chave em português
Acordo em nível de negócio
Alinhamento estratégico
Gestão de processos de negócio
Indicador chave de desempenho
Modelagem de processos de negócio
Resumo em português
O alinhamento estratégico entre as áreas de Tecnologia da Informação (TI) e de negócio é motivado pela necessidade das grandes organizações em aproveitar a capacidade da TI em transformar processos de negócio e disponibilizar bons produtos e serviços, destacando-se em um cenário competitivo. Nesse contexto, a Gestão de Processos de Negócio (BPM Business Process Management) e a Orientação a Serviços ganham espaço nas organizações por serem capazes de automatizar e aperfeiçoar os processos e os serviços necessários ao Negócio. No tratamento de processos e serviços, é importante atentar-se não apenas a propriedades funcionais (ou seja, as atividades que devem ser realizadas), mas também a propriedades não funcionais, tais como restrições de operação e de qualidade; dessa forma, é possível minimizar o desperdício de investimentos em TI com ineficiência e retrabalho. As linguagens mais conceituadas para modelagem de processos de negócio, incluindo BPMN, carecem da representação dessas propriedades não funcionais, criando uma lacuna entre a identificação de propriedades funcionais e não funcionais e também entre a modelagem do processo e sua implementação. Este projeto de mestrado teve como objetivo contribuir para o preenchimento dessa lacuna, propondo a abordagem StrAli-BPM (Strategic Alignment with BPM), que se subdivide nas partes BLA@BPMN e BLA2SLA: a primeira para estender a linguagem BPMN visando incorporar propriedades não funcionais, na forma de BLAs (Business Level Agreements) enriquecidos com KPIs (Key Performance Indicators), em sua estrutura de modelagem de processos; e a segunda para derivar semiautomaticamente um conjunto de SLAs (Service Level Agreements), associados a serviços web, a partir de um BLA pré-definido. Com isso, as áreas de TI e de negócio compartilham uma linguagem comum, facilitando o diálogo e o alinhamento entre os objetivos organizacionais e as obrigações da TI.
Título em inglês
Handling Agreements in Business Processes: Seeking Strategic Alignment
Palavras-chave em inglês
Business level agreement
Business process management
Business process modeling
Key performance indicator
Strategic alignment
Resumo em inglês
The strategic alignment between the Information Technology (IT) and the Business areas is motivated by the need of large organizations to exploit IT's ability to transform business processes and deliver good products and services to stand out in a competitive scenario. In this context, Business Process Management (BPM) and Service Orientation gain space in organizations, since they are able to automate and optimize the needed processes and services for the business. In the process and services treatment, it is important to attend not only functional properties (i.e., activities that must be executed), but also non-functional properties, such as operating and quality constraints; thereby, it is possible to minimize waste of IT investments due to inefficiency and rework. The most prestigious languages for business process modeling, including BPMN, lack representation of these non-functional properties, which creates a gap between the identification of functional and non-functional properties as well as between the process modeling and its implementation. This masters project aimed to contribute to filling this gap by proposing the StrAli-BPM (Strategic Alignment with BPM) approach, which is divided in two parts BLA@BPMN and BLA2SLA: the former to extend the BPMN language aiming to embody non-functional properties, in the form of BLAs (Business Level Agreements) enriched with KPIs (Key Performance Indicators); and the latter to semi-automatically derive a set of SLAs (Service Level Agreements), associated with web services, from a pre-defined BLA. In doing so, IT and Business areas share a common language, simplifying dialogue and alignment between organizational objectives and IT obligations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-09-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.