• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2006.tde-20042007-163941
Documento
Autor
Nome completo
Renata Bello Rossetti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Silva, Luis Claudio Lopes Correia da (Presidente)
Gomes, Thiago Luiz de Salles
Pinto, Frederico Azevedo da Costa
Título em português
Comparação da resposta inflamatória articular decorrente da distensão líquida ou gasosa em eqüinos submetidos a exame artroscópico
Palavras-chave em português
Dióxido de carbono
Doenças das articulações em animal
Eqüinos
Membrana sinovial
Sinovite animal
Resumo em português
A ocorrência de lesões intra-articulares é uma das principais causas de incapacidade em atletas, sejam eles humanos ou da espécie eqüina. Um dos grandes avanços observados na medicina esportiva foi o advento das cirurgias intra-articulares minimamente invasivas, realizadas com auxílio de um artroscópio. A artroscopia é técnica diagnóstica ou cirúrgica que se caracteriza principalmente por causar mínimo dano tecidual, permitir ampla inspeção das estruturas intra-articulares, com baixo índice de morbidade e complicações. Apesar da realização da artroscopia ser tradicionalmente realizada por distensão líquida, a utilização do gás dióxido de carbono (CO2) como meio para distensão capsular e suas inúmeras vantagens já foram relatadas em diversos estudos. Embora os efeitos inflamatórios causados pela distensão capsular durante a artroscopia sejam discretos e sobrepujados pelos benefícios decorrentes de sua indicação, já foi descrito, em eqüinos, a ocorrência de sinovite de grau leve e caráter transitório. Entretanto, observa-se ausência de estudos referentes aos efeitos inflamatórios causados pela distensão capsular gasosa com dióxido de carbono. Desta forma, este estudo visou avaliar o grau de injúria sinovial decorrente do uso de CO2 intra-articular comparativamente à distensão líquida. Foram utilizados nove eqüinos adultos hígidos, seis machos e três fêmeas, de idade e raças variadas. Cada animal foi submetido a artroscopia bilateral da articulação tarsocrural e realização de biopsia da membrana sinovial no início, ao término do procedimento (30 minutos) e após 48 horas. Em uma articulação, a distensão para realização da artroscopia foi realizada com solução de Ringer com lactato (Grupo DL) e na articulação contra-lateral foi utilizada distensão gasosa com CO2 (Grupo DG). Para avaliação da resposta inflamatória, foram realizadas artrocenteses seriadas 0, 6, 12, 24 e 48 horas após o procedimento para mensuração de leucócitos totais, PT, Hb, PGE2, TNF-α e avaliação do burst oxidativo das células no líquido sinovial, assim como exame histopatológico e imunoistoquímico para COX-2 e E-selectina da membrana sinovial. Ambos os meios utilizados para distensão capsular causaram aumento nas concentrações de leucócitos, PT, Hb, TNF-α e PGE2. Também foi observado aumento do burst oxidativo de neutrófilos e macrófagos presentes no líquido sinovial. Em geral, as variáveis analisadas no líquido sinovial apresentaram discretas diferenças entre os grupos, sendo significativas em momentos isolados. A análise histológica da membrana sinovial demonstrou alterações inflamatórias agudas e de pouca intensidade em ambos os grupos. Apesar de semelhante entre os grupos, a imunoistoquímica para COX-2 na membrana sinovial apresentou discreta correlação com o grau de sinovite demonstrada nos outros parâmetros analisados, enquanto a E-selectina se mostrou um bom marcador em alterações inflamatórias precoces da membrana sinovial. A utilização do CO2 como meio para distensão capsular durante o exame artroscópico em eqüinos causou uma sinovite de grau leve e caráter transitório, promovendo alterações inflamatórias no líquido e membrana sinovial de forma semelhante às observadas com a utilização da solução de Ringer com lactato como meio para distensão capsular. Além disso, ambos os meios para distensão capsular causaram mínimas manifestações clínicas e ausência de complicações pós-operatórias aos animais.
Título em inglês
Comparison of the inflammatory response due to liquid or gas joint distension for arthroscopic examination in horses
Palavras-chave em inglês
Carbon dioxide
Equine
Joint diseases
Synovial membrane
Synovitis
Resumo em inglês
Intra-articular disorders are the leading cause of human and equine athlete´s functional incapacity. The development of arthroscopy as a minimal invasive intra-articular surgery was one of the greatest medical advances in sports medicine. The defining characteristic of diagnostic or surgical arthroscopy is featured by minimal tissue damage and broad inspection of internal structures inside the joint associated with low morbidity and complications. Although liquid distension is widely used for arthroscopy, gas distension using carbon dioxide (CO2) has already been described and has pointed out a larger number of advantages of this technique in several studies. The inflammatory response to liquid capsular distension was studied in horses and described as minimal, transient and frequently overwhelmed by its benefits to treatment. However none of these effects had been investigated employing CO2 during arthroscopic examination. Therefore, the aim of this study was to asses comparatively the inflammatory damage followed by CO2 joint capsular distension to that of Ringer´s lactate solution distension. Nine healthy adult horses of various breeds, genders and ages were used. Each animal was submitted to a bilateral tarsocrural arthroscopy employing gas distention (group GD) in one joint and fluid distention (group LD) in the contralateral joint, both for 30 minutes. Synovial membrane specimens were collected before, at the end of the procedure and after 48 hours. Arthrocentesis were aseptically performed at 0, 6, 12, 24 and 48 hours after arthroscopy in order to assess the degree of inflammation within the joint. Synovial fluid was collected for cytological examination and determination of total protein, hemoglobin, TNF-α and PGE2 contents and evaluation of synovial fluid cell oxidative burst. The synovial membrane was examined histologically and also imunostained for COX-2 and E-selectin. Either distension protocol caused an increase in total white blood cells, total protein, hemoglobin, TNF-α, PGE2 and also in neutrophil and macrophage oxidative burst. In general terms, those parameters analyzed in the synovial fluid demonstrated minimal differences between groups with only a few isolate significant differences. Histological evaluation of synovial membrane shows a rapid, but mild inflammatory response in both groups. Imunostaining for COX-2 was similar between DG and DL, but showed a weak correlation to the degree of synovitis demonstrated by other parameters. Contrarily, the imunostaining for E-selectin revealed that this molecule is a good biomarker for early inflammatory changes in the synovial membrane. The use of carbon dioxide for capsular joint distension during arthroscopic examination causes an acute and mild synovitis that promotes inflammatory changes in the synovial fluid and membrane that are similar to the effects caused by the liquid capsular distension using Ringer´s lactate solution. Moreover, both distension protocols induced minimal manifestations of clinical signs and no post-surgery complications.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RenataBRossetti.pdf (34.35 Mbytes)
Data de Publicação
2007-05-03
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • ROSSETTI, Renata Bello, et al. An experimental study to compare inflammatory response due to liquid or gas joint distension in horses submitted to arthroscopy. Acta Cirúrgica Brasileira , 2012, vol. 27, p. 848-854.
  • ROSSETTI, Renata Bello, et al. Comparision of the inflammatory response due to liquid or gas distension for arthroscopic examination in horses. In I Simpósio de Pós-graduação da FMVZ-USP, São Paulo, 2005. Resumo.
  • ROSSETTI, Renata Bello, et al. Comparision of the inflammatory response due to liquid or gas joint distension for arthroscopic examination in horses. In 2nd World Veterinary Orthopaedic Congress, Keystone, 2006. Proceedings of the 2nd World Veterinary Orthopaedic Congress., 2006. Abstract.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.