• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2007.tde-17082007-142349
Documento
Autor
Nome completo
Tatiana Saleme Borges
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Larsson, Carlos Eduardo (Presidente)
Lucas, Ronaldo
Schwartz, Denise Saretta
Título em português
Isolamento de Sporothrix schenckii de garras de felinos domésticos (domiciliados e querenciados) e daqueles mantidos em cativeiro, em São Paulo (Brasil)
Palavras-chave em português
S. schenckii
Esporotricose
Felinos
Garras
Resumo em português
Esporotricose se constitui em micose intermediária, resultante do adentrar do fungo Sporothrix schenkii na pele ou no panículo. Trata-se de uma micose com características zoonóticas (sapro e antropozoonose). Objetivou-se: determinar a ocorrência de esporotricose-infecção ou esporotricose-doença, em felinos domésticos (domiciliados e querenciados), em animais de gatis de benemerência e daqueles felinos selvagens ou exóticos, mantidos em cativeiro, a partir do isolamento do fungo Sporothrix schenckii de decalques de garras em meio de cultivo. A amostragem foi composta por 132 felinos domésticos, selvagens ou exóticos. Da totalidade dos animais, 120 (91,0%) eram felinos domésticos, 11 (8,3%) selvagens e um exótico (0,7%). Segundo o sexo, 89 (67,4%) eram machos e os 43 (32,6%) restantes eram fêmeas. A maioria dos animais (80,3%) não apresentavam precisa definição racial, sendo que a média de idade foi de, aproximadamente, 71,8 meses. Vinte e um (17,5%) felinos eram querenciados. Da totalidade dos animais, 89 (67,4%) mantinham contato com outros animais da mesma espécie. Foi possível isolar o Sporothrix schenckii, das garras de um dos felinos investigados, com quadro generalizado de esporotricose. Os agentes, patógenos em potencial, Microsporum canis e Malassezia pachydermatis foram isolados, respectivamente, em 12,1% e 5,3% dos animais. Isolaram-se fungos anemófilos, reputados como contaminantes: Penicillium sp 28 (52,9%), Aspergillus sp 13 (24,5%), Rhodotorula sp cinco (9,4%), Candida sp cinco (9,4%), Trichoderma sp um (1,9%) e Acremonium sp um (1,9%). Pela magnitude de ocorrência (0,7%) de S. schenckii nas garras de felinos, o pressuposto potencial dos gatos, ora investigados, como possível fonte de infecção, na cidade de São Paulo, se mostrou bastante baixo.
Título em inglês
Isolation of S. schenckii from the nails of domestic cats (indoor and outdoor) and in captivity, in São Paulo (Brazil)
Palavras-chave em inglês
S. schenckii
Felines
Nails
Sporotrichosis
Resumo em inglês
Sporotrichosis is a subcutaneous mycosis, acquired through the skin and panniculus by the insertion of the Sporothrix schenckii fungus. It's a zoonotic mycosis (sapro and anthropozoonozis). The goals of this study were: to determine the occurrence of sporotrichosis infection or sporotrichosis disease in domestic felines (indoor and outdoor) cattery and wild or exotic in captivity, through the S. schenckii isolation from nail imprinting in culture media. The sample comprised 132 domestic, wild or exotic felines. From the total, 120 (91.0%) were domestic cats, 11(8.3%) wild and one exotic (0.7%). They were 89 (67.4%) males and 43 (32.6%) females. Most of animals (80.3%) were non-breed and the average age was 71.8 months. Twenty one (17,5%) felines lived outdoor. From the total 89 (67.4%) animals have had regular contact with other of the same species. It was possible to isolate the Sporothrix schenckii from the nails of an investigated one, with generalized sporotrichosis condition. The potencial pathogen, Microsporum canis and Malassezia pachydermatis agents, were isolated in 12.1% and 5.3% respectively. Air fungus, considered as contaminants, were isolated: Penicillium sp 28 (52,9%), Aspergillus sp 13 (24,5%), Rhodotorula sp five (9,4%), Candida sp five (9,4%), Trichoderma sp one (1,9%) e Acremonium sp one (1,9%). The low occurrence of S. schenckii (0.7%) in the feline nails, in this investigation, shows it with a small probability as a source of infection in the city of São Paulo.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-08-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.