• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2005.tde-08082007-145545
Documento
Autor
Nome completo
Barbara Cristina Gagliano Rezende
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Lucas, Silvia Regina Ricci (Presidente)
Bydlowski, Sergio Paulo
Dagli, Maria Lucia Zaidan
Título em português
Estudo da resistência a múltiplas drogas no linfoma canino
Palavras-chave em português
Cães
Linfoma
Quimioterapia
Resistência a Múltiplas Drogas
Resumo em português
Uma das causas mais freqüentes de insucesso terapêutico do câncer, está associada à Resistência a Múltiplas Drogas (MDR). A resistência a múltiplas drogas refere-se ao desenvolvimento de resistência simultânea a uma variedade de agentes citotóxicos que apresentam diferentes sítios de ação e estruturas químicas diversas. Os mecanismos MDR são representados por genes cujos produtos funcionam como bombas, reduzindo o acúmulo intracelular de drogas e a resposta ao tratamento. O linfoma é uma neoplasia comum na espécie, sendo muito responsiva à quimioterapia, embora a recidiva seja esperada e possa estar relacionada ao MDR. O presente estudo teve como objetivo avaliar a expressão dos genes MDR-1, MRP e LRP e de seus produtos, em cães com linfoma. Foram colhidas amostras de linfonodos periféricos de 15 cães com linfoma multicêntrico ao diagnóstico e na recidiva (durante a quimioterapia). A expressão dos genes e proteínas MDR foram determinados por RT-PCR e "Dot Blotting", respectivamente. As freqüências de expressão ao diagnóstico dos genes MDR, MRP e LRP foram 93,3% igualmente e as freqüências de seus produtos foram 85,8%; 71,5% e 85,8% respectivamente. Na recidiva, as freqüências de expressão dos genes MDR, MRP e LRP elevaram-se para 100% igualmente e as freqüências de suas proteínas foram 92,9% para P-gp e MRP e de 100% para LRP. Portanto, obteve-se uma alta freqüência na expressão do MDR-1/P-gp, MRP e LRP, em quase todos os cães, não só na recidiva, como também ao diagnóstico. É necessário verificar se estes mecanismos podem induzir o fenótipo MDR no linfoma canino multicêntrico. O estudo dos mecanismos MDR trará novas perspectivas para o tratamento de tumores como o linfoma canino. A modulação desses mecanismos por meio de drogas específicas ou por terapia gênica, pode contribuir para o sucesso do tratamento de neoplasias caninas ou humanas.
Título em inglês
Study of Multiple Drug Resistance in Canine Lymphoma
Palavras-chave em inglês
Chemotherapy
Dogs
Lymphoma
Multiple Drug Resistance
Resumo em inglês
One of the most frequent causes of treatment failure in cancer is associated to Multiple Drug Resistance (MDR). MDR refers to simultaneous resistance to a variety of cytotoxic agents that have different targets and diversal chemical structures. MDR mechanisms are represented by genes wich encodes proteins that work like pumps, reducing intracellular drug acumulation and the response to treatment. Lymphoma is a common neoplasia in dogs wich is very responsive to chemotherapy, although relapses are expected, including those related to MDR. The aim of this study was to evaluate the possible expression of MDR-1, MRP and LRP genes and their proteins, in dogs with lymphoma. Lymph node samples at diagnosis and at relapse (during chemotherapy) from 15 dogs with multicentric lymphoma were obtained. The expression of MDR genes and proteins were determined by RT-PCR and Dot Blotting. Expression of MDR, MRP and LRP gene were 93,3% at diagnosis and their products were 85,8%; 71,5% and 85,8% respectively. Expression of MDR, MRP and LRP gene increased to 100% at relapse and their proteins were 92,9% to P-gp and MRP and 100% to LRP. High frequency of MDR-1/P-gp, MRP and LRP expressions were found in almost all dogs, not only at relapse but also at diagnosis. It's necessary to analyse if these mechanisms can induce the MDR fenotype in canine multicentric lymphoma. The study of MDR mechanisms will conduct the treatment of tumors like canine lymphoma to new perspectives. The modulation of these mechanisms by certain drugs or gene therapy, may contribute to the success in treatment of canine or human neoplasias.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Barbara_Rezende.pdf (1.30 Mbytes)
Data de Publicação
2007-08-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.